Chamada de publicação volume 10, número 1, jan/jun.2022 Dossiê: Ensino, Pesquisa e Extensão: a insociabilidade nas experiências dos Grupos de Pesquisa

2022-02-09

Dossiê Temático – Ensino, Pesquisa e Extensão: a indissociabilidade nas experiências dos Grupos de Pesquisa

Nas últimas décadas, as temáticas Corpo, Gêneros e Sexualidades ganharam espaço e destaque no campo acadêmico. Linhas de Pesquisa em Programas de Pós-Graduação e Grupos de Pesquisa, de diversas regiões do país, têm produzido investigações relevantes acerca das referidas temáticas, constituindo saberes potentes e transformadores, os quais dialogam com dimensões outras como classe, raça/etnia, geração, religião, tecnologias. Para tanto, estabelecem conexões, mediações com diferentes perspectivas teóricas, tais como os Estudos Feministas, os Estudos Gays e Lésbicos, os Estudos Culturais, os Estudos Foucaultianos, os Estudos Queer, entre outros. Nas últimas três décadas, inúmeras foram as teses e dissertações cujos temas vincularam-se aos estudos do Corpo, dos Gêneros e das Sexualidades, assim como foram incontáveis as práticas de Extensão realizadas pelos Grupos de Pesquisa ancoradas em tais temáticas. Ações que extrapolaram os “muros acadêmicos" ao colocarem em funcionamento a relação indissociável entre Ensino, Pesquisa e Extensão em suas práticas. Diante disso e da realização, de 14 a 17 de Setembro de 2022, do VIII Seminário Corpo, Gênero e Sexualidade, do IV Seminário Internacional Corpo, Gênero e Sexualidade e do IV Luso-Brasileiro Educação em Sexualidade, Gênero, Saúde e Sustentabilidade que tem como temas centrais “Memórias, lutas e insurgências nas educações” e em alusão aos 20 anos do Grupo de Pesquisa Sexualidade e Escola – GESE, da FURG, convidamos os Grupos de Pesquisa a integrarem a produção de um Dossiê Temático cuja proposta visa divulgar estudos, investigações e produções dos Grupos de Pesquisa relacionados às temáticas do Corpo, Gêneros e Sexualidades, procurando mostrar a articulação e insociabilidade entre a graduação, a pesquisa e a extensão. Ressaltamos a necessidade e a importância da visibilidade dos aportes teóricos que fundamentam e mobilizam as práticas de cada grupo, extrapolando o viés de “uma retomada descritiva” das ações, o que pode trazer contribuições para outros estudos e pesquisas e gerar o diálogo entre pesquisadores e grupos. Os textos deverão ter de 10 a 15 páginas e seguir as normas de Submissão da Revista Diversidade e Educação, FURG (que se encontram em anexo no documento com Template da Revista). Os textos devem ser enviados até o 30 de Abril de 2022 através do sistema da Revista (https://periodicos.furg.br/divedu).