INSERÇÃO NUMA ESCOLA DO CAMPO E OS ENTRELAÇAMENTOS COM A EDUCAÇÃO AMBIENTAL: O QUE É VARIAÇÃO LINGUÍSTICA PARA ESSA COMUNIDADE ESCOLAR?

Autores

  • Joice Amaral Padilha
  • Eliane Lima Piske
  • Luciana Netto Dolci

DOI:

https://doi.org/10.14295/ambeduc.v23i2.8440

Resumo

Este trabalho investiga a relação entre a variação linguística numa escola do campo atrelados com a Educação Ambiental. Tendo por objetivos compreender a variação linguística na escrita e na leitura das crianças e averiguar como o professor está desenvolvendo as práticas de oralidade em sala de aula. Para tanto, o estudo do meio de Lopes; Pontuschka (2009) foi a metodologia empregada para identificara variação linguística presente no ambiente escolar. Como resultados, percebemos que não basta o acesso das crianças na escola é necessário possibilitar as múltiplas linguagens e a construção de novos significados, sempre partindo da realidade da comunidade ao integrara interação comunicativa pelas variações linguísticas: ler, produzir, escrever e interpretar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-11-26

Como Citar

Padilha, J. A., Piske, E. L., & Netto Dolci, L. (2018). INSERÇÃO NUMA ESCOLA DO CAMPO E OS ENTRELAÇAMENTOS COM A EDUCAÇÃO AMBIENTAL: O QUE É VARIAÇÃO LINGUÍSTICA PARA ESSA COMUNIDADE ESCOLAR?. Ambiente &Amp; Educação, 23(2), 275–289. https://doi.org/10.14295/ambeduc.v23i2.8440