O ATO FOTOGRÁFICO NA EDUCAÇÃO AMBIENTAL: UMA EXPERIÊNCIA NA REDE PÚBLICA DE EDUCAÇÃO INFANTIL DE JOINVILLE (SC)

Autores

  • Felipe Nobrega Ferreira
  • Rachel Hidalgo
  • José Vicente de Freitas

DOI:

https://doi.org/10.14295/ambeduc.v23i2.8438

Resumo

O presente artigo apresenta uma narrativa textual-fotográfica elaborada durante a produção do documentário 1, 2, 3 Brincando – Reinventando os espaços escolares, o qual está vinculado a um programa de Educação Ambiental (EA) da rede pública de Educação Infantil de Joinville-SC, e possui a orientação e acompanhamento do grupo de pesquisa Ribombo (FURG/PPGEA). O material textual e fotográfico será problematizado pelo viés de uma abordagem qualitativa, valendo-se do olhar do fotógrafo enquanto elo subjetivo de uma construção narrativa baseada no encontro que se dá entre os sujeitos mediados por uma câmera fotográfica. Com isso, o intuito é realizar uma primeira reflexão crítica acerca das possibilidades de intervenções socioambientais a partir do suporte imagético em espaços de educação formal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-11-26

Como Citar

Ferreira, F. N., Hidalgo, R., & Freitas, J. V. de. (2018). O ATO FOTOGRÁFICO NA EDUCAÇÃO AMBIENTAL: UMA EXPERIÊNCIA NA REDE PÚBLICA DE EDUCAÇÃO INFANTIL DE JOINVILLE (SC). Ambiente &Amp; Educação, 23(2), 244–259. https://doi.org/10.14295/ambeduc.v23i2.8438