A educação ambiental nas práticas pedagógicas dos professores em escola do campo de um município da região metropolitana de Curitiba

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14295/ambeduc.v25i2.11535

Palavras-chave:

Educação Ambiental, Educação do Campo, Concepções, Práticas Pedagógicas.

Resumo

Este artigo é um recorte da dissertação mestrado: “Educação Ambiental em escola de ensino médio localizada no campo do município de Rio Branco do Sul - PR”, defendida em 2016 pela primeira autora. O objetivo desta pesquisa foi analisar as práticas pedagógicas de professores de diferentes disciplinas que atuam no Ensino Médio, na perspectiva da Educação Ambiental (EA) em escola localizada no campo. Trata-se de uma pesquisa com abordagem qualitativa tendo como principal instrumento de coleta de dados entrevistas com professores. Os resultados indicaram que as práticas pedagógicas dos professores na EA são realizadas de forma isolada e fragmentada, utilizando-se temáticas que, nem sempre estão de acordo com a prática social dos estudantes e das comunidades do campo. Os professores assumem em seus discursos a necessidade de formação que proporcione conhecimentos e práticas para desenvolverem a EA com abordagem condizente com a realidade da Educação do Campo. Environmental education in the pedagogical practices of rural school teachers in a municipality in the metropolitan region of Curitiba This article is an excerpt from the master's thesis: “Environmental Education in a high school located in the countryside of the municipality of Rio Branco do Sul” – state of Paraná – Brazil. The general objective of this research was to analyse the pedagogical practices of teachers from different disciplines who work in high school, from the perspective of Environmental Education in a school located in the countryside. This is a research with a qualitative approach having as main instrument of data collection interviews with high school teachers. The results indicated that the pedagogical practices of teachers are carried out in an isolated and fragmented manner, using themes that are not always in accordance with the social practice of students and rural communities. Teachers manifest in their speeches the need for studies that provides knowledge and practices to develop Environmental Education with an approach consistent with the reality of Rural Education. Keywords: Environmental Education; Rural Education; Pedagogical Practical Conceptions. Environmental education in the pedagogical practices of rural school teachers in a municipality in the metropolitan region of Curitiba This article is an excerpt from the master's thesis: “Environmental Education in a high school located in the countryside of the municipality of Rio Branco do Sul” – state of Paraná – Brazil. The general objective of this research was to analyse the pedagogical practices of teachers from different disciplines who work in high school, from the perspective of Environmental Education in a school located in the countryside. This is a research with a qualitative approach having as main instrument of data collection interviews with high school teachers. The results indicated that the pedagogical practices of teachers are carried out in an isolated and fragmented manner, using themes that are not always in accordance with the social practice of students and rural communities. Teachers manifest in their speeches the need for studies that provides knowledge and practices to develop Environmental Education with an approach consistent with the reality of Rural Education. Keywords: Environmental Education; Rural Education; Pedagogical Practical Conceptions.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Helena Costa Nascimento, Universidade Tecnológica Federal do Paraná

Doutoranda do PPGFCET da UTFPR, Mestre em Educação, Especialista em Gestão dos Recursos Naturais, Educação do Campo e Educação Ambiental Espaços Educadores Sustentáveis, Educação Especial e Educação Inclusiva, Graduada em Biologia, Geografia e Química, professora da rede estadual de ensino.

Maria Arlete da Rosa, Universidade Tuiuti do Paraná, Curitiba, PR, Brasil

Docente do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Tuiuti do Paraná, Curitiba, PR, Brasil. Doutorado em Educação: História, Política, Sociedade pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1999).

Josmaria Lopes de Morais, Universidade Tecnológica Federal do Paraná

Docente do Programa Programa de Pós-graduação em Ciência e Tecnologia Ambiental da Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Curitiba, PR, Brasil. Doutorado em Química pela Universidade Federal do Paraná.

Referências

ANGOTTI, Maristela.Semeando o trabalho docente. In: OLIVEIRA, Zilma de Moraes Ramos. (orgs.). Educação Infantil: muitos olhares. São Paulo: Cortez, 2010.

ANDREOLI, Vanessa Marion; MELLO, Lilian Medeiros de. A educação ambiental como articuladora dos saberes e fazeres do mar nas escolas do campo das ilhas do litoral do paraná. Universidade Federal do Rio Grande, revista de Educação Ambiental. n.2:162-182, vol. 24, dez 2019.

ARROYO, Miguel Gonzales; CALDART, Roeli Salete; MOLINA, Mônica Castagna; Por uma educação do campo. Petrópolis, RJ. Vozes, 2004.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Lisboa: ed. 70, 2011.

BOGDAN, Robert; BIKLEN, Sari Knopp. Investigação qualitativa em educação. Portugal: Porto Editora, 1994.

BRASIL. Lei 9795 de 27 de abril de 1999. Dispõe sobre a educação ambiental, institui a Política Nacional de Educação Ambiental e dá outras providências. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, no 79, Seção 1, p.1-3, 28 abr. 1999

________. Ministério da Educação. Diretrizes Operacionais para a Educação Básica das Escolas do Campo. Brasília: CNE/MEC, 2002.

________. Ministério da Educação. Referências para uma política nacional de educação do campo: caderno de subsídios. Brasília: MEC, 2003.

________. Ministério da Educação. Diretrizes Complementares da Educação Básica do Campo. Brasília, 2008.

________. Ministério da Educação. Diretrizes Curriculares Nacionais para Educação Ambiental. Resolução CNE/CP nº. 02/2012.

________. Ministério da Educação. Resolução nº 2, de 22 de dezembro de 2017. Institui e orienta a implantação da Base Nacional Comum Curricular. Diário Oficial da República Federativa do Brasil. Brasília, Seção 1. p. 41-44, dez. 2017.

BUCZENKO, Gerson Luiz. Educação ambiental e educação do campo: o trabalho do coordenador pedagógico em escola pública localizada em área de proteção ambiental. 2017. 342 f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Tuiuti do Paraná, Curitiba, 2017.

CALDART, Roseli Salete. Pedagogia do movimento sem-terra. Petrópolis: Vozes, 2000.

CARVALHO, Isabel Cristina Moura de. Educação Ambiental: a formação do sujeito ecológico. 4. ed. São Paulo: Cortez, 2004.

FLICK, Uwe. Introdução à metodologia de pesquisa: um guia para iniciantes. Porto Alegre: Penso, 2013.

FREIRE, Paulo. Novos tempos, velhos problemas. In: SERBINO, Raquel Volpato; GEBRAN, Raimunda Abrou. Formação de professores. São Paulo: Editora: UNESP, 1998

GÓMEZ, Ángel. I. Pérez. Compreender e transformar o ensino. 4. ed. Porto Alegre:Artmed, p. 67-98, 2000.

JACOBI, Pedro Roberto. Diálogos em ambiente e escola no Brasil. São Paulo: Annablume, 2005.

LAYRARGUES, Philippe Pomier; LIMA, Gustavo Ferreira Costa da. Para onde vai a Educação Ambiental? O cenário político-ideológico da educação ambiental brasileira e os desafios de uma agenda política crítica contra-hegemônica. Revista Contemporânea de Educação. São Paulo: USP, v. 7. n. 14. p. 398 – 421, 2012.

LAYRARGUES, Philippe Pomier; LIMA, Gustavo Ferreira da Costa. As macrotendências político-pedagógicas da Educação Ambiental brasileira. Ambiente & Sociedade, v.17, n.1, p. 23-40. jan-mar. 2014.

LEFF, Enrique. Epistemologia ambiental. São Paulo: Cortez, 1999.

LÜDKE, Menga; ANDRÉ, Marli Eliza Dalmazo Afonso de. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, 1986.

OLIVEIRA, Sandra Regina Ferreira de. Investigando a práxis docente: dilemas e perspectivas. In: ASSOCIATION FRANCOPHONE INTERNACIONALE DE RECHERCHE SCIENTIFIQUE EN ÉDUCATION (AFIRSE). Livro do colóquio: a formação de professores à luz da investigação. Lisboa: Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação/Universidade de Lisboa, 2009.

PARANÁ. Secretaria de Estado da Educação. Diretrizes curriculares da: educação do campo. Curitiba: SEED-PR, 2006.

PARANÁ, Governo do Estado. Lei nº 17505, de 11 de janeiro de 2013. Disponível em: www.pr.gov.br. Curitiba, jan, 2013a.

PARANÁ, Conselho Estadual de Educação. Deliberação nº 04/13, de 12 de novembro de 2013. Estabelece as Normas estaduais para a Educação Ambiental no Sistema Estadual de Ensino do Paraná. Disponível em: http://sites.uepg.br/. Curitiba, nov, 2013b.

PARANÁ. Decreto nº 9.958, de 23 de janeiro de 2014. Parecer CEE/PR nº 04/2013 de 2013. Estabelece as Normas Estaduais para a Educação Ambiental no Sistema Estadual de Ensino do Paraná. Diário Oficial do Estado do Paraná. Curitiba, nov, 2014.

ROSA, Maria Arlete. Produção de Conhecimento sobre Educação Ambiental em escolas localizadas no campo da Região Metropolitana de Curitiba. In: Educação do Campo, Escola Pública e Projeto Político-Pedagógico.1ed. Curitiba: Editora da Universidade Tuiuti do Paraná, v.1, p. 243-262, 2017.

SAUVÉ, Lucie. Viver juntos em nossa Terra: Desafios contemporâneos da educação ambiental. Revista Contrapontos - Eletrônica, Vol. 16 - n. 2 - Itajaí, mai-ago 2016.

SOUZA, Maria Antônia de. Educação do campo: propostas e práticas pedagógicas do MST. Petrópolis, RJ: Vozes, 2006.

SOUZA, Maria Antônia de. Práticas educativas do/no campo. Ponta Grossa: UEPG, 2008.

TEIXEIRA, Lucas André; AGUDO, Marcela de Moraes; TOZONI-REIS, Marília Freitas de Campos. Educação Ambiental crítica e pedagogia histórico crítica: contribuições para a inserção da educação ambiental na educação escolar (p.71-88). In: RODRIGUES, Daniela Gureski; SAHEB, Daniele (orgs.) Investigações em Educação Ambiental. Curitiba, CRV, 2018.

TOZONI-REIS, Marilia Freitas de Campos. Metodologia de Pesquisa. 2ª ed. Curitiba: IESDE BRASIL S.A, 2009.

TRAJBER, Rachel; MENDONÇA, Patrícia Ramos. O que fazem as Escolas que dizem que fazem Educação Ambiental? Brasília: MEC, 2007.

VEIGA, Ilma Passos Alencastro. A prática pedagógica do professor de Didática. Campinas: Papirus, 1992.

Downloads

Publicado

2020-08-31

Como Citar

Nascimento, M. H. C., da Rosa, M. A., & Morais, J. L. de. (2020). A educação ambiental nas práticas pedagógicas dos professores em escola do campo de um município da região metropolitana de Curitiba. Ambiente &Amp; Educação, 25(2), 73–103. https://doi.org/10.14295/ambeduc.v25i2.11535

Edição

Seção

Dossiê: Pesquisas e Práticas em Educação Ambiental e Educação do Campo