A Escola Família Agrícola Belo Monte e a pedagogia da alternância em uma educação para a sustentabilidade da vida

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14295/ambeduc.v25i2.11508

Palavras-chave:

Educação do Campo, Meio Ambiente, Sustentabilidade, Pedagogia da Alternância.

Resumo

Este artigo objetiva compartilhar a experiência formativa empreendida na Escola Família Agrícola (EFA) Belo Monte, localizada no município de Mimoso do Sul, no Estado do Espírito Santo. Elege como marco temporal dessa narrativa o ano de 2019, quando a EFA, que tem sua práxis firmada na Pedagogia da Alternância, contemplou no projeto político pedagógico ações ambientais que proporcionaram o reconhecimento da sociedade capixaba, conferindo à escola os prêmios Biguá de Sustentabilidade e Farol do Bem. Estrutura-se em três momentos: inicialmente, faz uma breve incursão na constituição da escola e na sua matriz formativa; em sequência, descreve as ações ambientais desenvolvidas para a sustentabilidade da vida e os sujeitos envolvidos; por fim, discute sobre os resultados alcançados. The Belo Monte Family agricultural school and the pedagogy of alternance in education for life sustainability The article aims to share the formative experience undertaken at the Escola Família Agrícola (EFA) Belo Monte, located in Mimoso do Sul, Espírito Santo. The year 2019 waschosen as a timeline for this narrative, as it included envi-ronmental actions in its pedagogical political project that led to the recognition of Espírito Santo society, giving the school the Biguá Sustainability and Farol do Bem awards. The text is a narrative produced by organic authors at work and is structured in three moments: initially a brief historical incursion about the constitution of the school and its formative matrix; next, the description of the environmental actions developed for sustainability and the subjects involved and, finally, a discussion about the results achieved. Keywords: Rural Education. Environment. Sustainability. Pedagogy of Alternation.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Janinha Gerke, Universidade Federal do Espírito Santo

Professora adjunta da Universidade Federal do Espírito Santo, Departamento de Educação, Política e Sociedade, Licenciatura em Educação do Campo. Graduada em Licenciatura Plena em Pedagogia pelo Centro Universitário São Camilo (2003), Mestrado (2007) e Doutorado (2014) em Educação pelo Programa de Pós-graduação em Educação, do Centro de Educação da Universidade Federal do Espírito Santo com pesquisas na linha de Cultura, Currículo e Formação de Educadores. Tem experiência na área de Educação, com ênfase na Formação de Professores e Educação do Campo, atuando principalmente nos seguintes temas: Formação de Professores, Ensino-aprendizagem, Educação do Campo, Pedagogia da Alternância (PA) e Gestão Educacional. Trabalhou como docente nas Escolas Famílias Agrícolas, tutora no curso de Especialização em Educação do Campo (2009/2010) e professora pesquisadora do curso de aperfeiçoamento em Educação do Campo (2013 -2014), na modalidade a distância, pela UaB. Atuou como Secretária Municipal de Educação do Município de Anchieta. É Membro do Grupo de Investigação Internacional do Sistema Dual-Alternância, coordenado pela professora Drª Claúdia Gagnon, Universidade de Sherbrooke, Canadá e do grupo de Pesquisa CNPq Culturas, Parcerias e Educação do Campo. Autora dos livros: "Formação e Profissão Docente do Campo"; "Formação de Professores na Pedagogia da Alternância: Saberes e Fazeres do Campo".

Simone Ferreira Angelo, Movimento de Educação Promocional do Espírito Santo

Mestre em Ensino, Educação Básica e Formação de Professores do PPGEEDUC da UFES / Alegre (2018). Professora e Coordenadora Pedagógica da EFA / Belo Monte - Movimento de Educação Promocional do Espírito Santo. Atua na Educação do campo, Pedagogia da Alternância e Docência no Ensino médio integrado à Educação Profissional. Graduação em Engenharia Agronômica pela Universidade Federal do Espírito Santo (2001). Habilitada em Ensino de Biologia e ciências para a Educação Básica, IFES (2016). Exerceu Tutoria Presencial do curso de Graduação em Biologia na modalidade EAD da UFES (2014-2018). Áreas de interesse e de pesquisa: educação do campo; pedagogia da alternância; currículo; educação profissional; educação ambiental; agroecologia.

Edson Moreno Canchilheri, Movimento de Educação Promocional do Espírito Santo.

Bacharel em Licenciatura em Biologia. Pós graduado em Gestão Pública Municipal. Atuou no no Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Mimoso do Sul. Exerceu a função de secretário municipal de Agricultura e Meio Ambiente em Mimoso do Sul e subsecretário de Agricultura no município de Cachoeiro de Itapemirim. Atualmente trabalha como Coordenador da Escola Família Agrícola de Belo Monte, vinculada ao Movimento de Educação Promocional do Espírito Santo. É militante dos movimentos sociais ligados a agricultura familiar e a Educação do Campo.

Referências

ANGELO, Simone Ferreira. Projeto Profissional do Jovem no Processo Formativo dos Estudantes da Escola Família Agrícola de Belo Monte. 2018. 127 f. Dissertação (Mestrado em Ensino, Educação Básica e Formação de Professores) – Programa de Pós-Graduação em Ensino, Educação Básica e Formação de Professores do Centro de Ciências Exatas, Naturais e da Saúde) – Universidade Federal do Espírito Santo, Alegre, 2018.

DEMO, Pedro. Pesquisa: princípio científico e educativo. 8. ed. São Paulo: Cortez, 2001.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2005.

GERKE, Janinha; FOERSTE, Erineu. A pesquisa na Formação por Alternância: Desvelando Caminhos e Cunhando Novas Utopias. In Foerste, Erineu; PUIG-CALVO, Pedro; GERKE, Janinha; CALIARI, Rogério Omar. (Orgs.). Pedagogia da Alternância, 50 anos em terras brasileiras: Memórias, trajetórias e desafios. 1. ed. Curitiba: Appris, 2019.

GERKE, Janinha; SANTOS, Silvanete Pereira dos. Alternância e seus 50 anos: uma possibilidade formativa da educação do campo. Revista Brasileira de Educação do Campo, Tocantinópolis, v. 4, p.1-25, 2019. DOI: http://dx.doi.org/10.20873/uft.rbec.e7292 2019

LOBINO, Maria das Graças. Plantando Conhecimento, colhendo cidadania: Plantas Medicinais uma experiência transdisciplinar. Programa de Comunicação Ambiental CST- Escolas, 2004. Disponível em http://cetrans.com.br/assets/artigoscongresso/Maria_das_Gracas_F_Lobino Acesso: 02 mai. 2020.

MOLINA, Mônica Castagna. Reflexões sobre o significado do protagonismo dos movimentos sociais na construção de políticas públicas de educação do campo. In: MOLINA, Mônica Castagna. (Org.). Educação do Campo e Pesquisa II: Questões para Reflexão. Brasília: MDA/MEC, 2010.

NOSELLA, Paolo. Educação do Campo: Origens da Pedagogia da Alternância no Brasil. Vitória: EDUFES, 2013.

PUIG-CALVÓ, Pedro. GARCIA-MARRIRODRIGA, Roberto. La Alternância: Um Sistema Educativo em Constante Evolución. Contribución Al Desarrollo De Las Personas y los Territórios. In: FOERSTE, Erineu; PUIG-CALVO, Pedro; GERKE, Janinha; CALIARI, Rogério Omar. (Orgs.). Pedagogia da Alternância, 50 anos em terras brasileiras: Memórias, trajetórias e desafios. 1. ed. Curitiba: Appris, 2019.

TRISTÃO, Martha. Um olhar sobre a educação ambiental no Brasil. In: Processo formador em educação ambiental à distância: módulos 1 e 2: educação à distância, educação ambiental. Brasília: SECAD, 2009.

Downloads

Publicado

2020-08-31

Como Citar

Gerke, J., Angelo, S. F., & Canchilheri, E. M. (2020). A Escola Família Agrícola Belo Monte e a pedagogia da alternância em uma educação para a sustentabilidade da vida. Ambiente &Amp; Educação, 25(2), 151–175. https://doi.org/10.14295/ambeduc.v25i2.11508

Edição

Seção

Dossiê: Pesquisas e Práticas em Educação Ambiental e Educação do Campo