O OBJETO JOGADO DO QUARTO ANDAR ERA UM CORPO – DE MULHER

Fernanda Amorim Accorsi, Eliane Rose Maio

Resumo


Neste artigo, problematizamos a notícia do G1 sobre o feminicídio da advogada de Guarapuava, no Paraná, Tatiane Sptizner, em 22 de julho de 2018. Objetivamos relacionar a violência cometida contra de Tatiane às discussões feministas que visualizam o silêncio como um dos muitos tentáculos do machismo. Discutimos de modo teórico e crítico para ressalvar as vozes femininas que são jogadas no esquecimento quando outro caso semelhante de violência contra a mulher ganha repercussão midiática. Entendemos que a violência contra a advogada é um resquício do machismo estruturado nesta realidade, e que a repercussão sobre seu caso está diretamente atrelada à sua condição de mulher.


Texto completo:

PDF

Referências


ACCORSI, Fernanda Amorim. Professoras, levem mulheres à sala de aula: do jornalismo violento à prática pedagógica filógina. 2018. 159 f. Tese (Doutorado) – Universidade Estadual de Maringá. Programa de Pós-Graduação em Educação, 2018. Disponível em: http://www.ppe.uem.br/teses/2018/2018%20-%20Fernanda%20Accorsi.pdf. Acesso em: 12 de set. 2018.

BIROLI, Flávia. O debate sobre pornografia. In: MIGUEL, Luis Felipe. BIROLI, Flávia. Feminismo e política. São Paulo: Boitempo, 2014, p. 131-138.

BRASIL. Lei nº 13.104, de 09 de março de 2015, Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2015/Lei/L13104.htm. Acesso em 12 de agos de 2018.

CARNEIRO, Sueli. Mulheres em movimento. Estudos Avançados, São Paulo, v. 17, n. 49, p. 117-133, Dez. 2003 . Disponível em . Acesso em 28 Set. 2018.

G1. Monitor da Violência. Disponível em https://g1.globo.com/monitor-da-violencia/. Acesso em 22 de set 2018.

GOELLNER, Silvana Vilodre. A produção cultural do corpo. In: LOURO, Guacira Lopes. NECKEL,Jane Felipe. GOELLNER, Silvana Vilodre. Corpo, gênero e sexualidade: um debate contemporâneo na educação. Petrópolis/RJ: Vozes, 2003, p. 28-40.

hooks, bell. Mulheres negras: moldando a teoria feminista. Revista Brasileira de Ciência Política. Brasília, n. 16, p. 193-210, Abr. 2015. Disponível em/www.scielo.br/pdf/rbcpol/n16/0103¬3352¬rbcpol¬16¬00193.pdf. Acesso em 12 de jan de 2018.

MAIO, Eliane Rose. O Nome da Coisa. Maringá/PR: Unicorpore, 2011.

SEGATO, Rita Laura. Gênero e colonialidade: embusca de chaves de leitura e de um vocabulárioestratégicodescolonial. E-cadernos ces, 18, 2012. Disponível em: http://journals.openedition.org/eces/1533. Acesso em 12 de set de 2018.

SOLNIT, Rebecca. A mãe de todas as perguntas: reflexões sobre os novos feminismos. São Paulo: Companhia das Letras, 2017.

VALENTI, Jessica. Objeto sexual: memórias de uma feminista. São Paulo: Cultrix, 2018.




DOI: https://doi.org/10.14295/de.v7i1.8681

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


E-ISSN: 2358-8853

Indexadores
  

PROPESQ

PROPESQ

PROPESQ PROPESQ PROPESQ