PROCESSOS EDUCATIVOS COM FOCO NOS BRINCARES, NAS SEXUALIDADES E NAS RELAÇÕES DE GÊNERO EM UMA BRINQUEDOTECA NO SUL DE MINAS GERAIS

Kátia Batista Martins, Cláudia Maria Ribeiro

Resumo


Este estudo é um recorte da pesquisa de mestrado, que investigou os processos educativos desencadeados numa brinquedoteca, com foco nas relações de gênero e sexualidades imbricadas nos brincares. Pautada na pesquisa qualitativa em educação e na análise da empiria, construiu-se as ferramentas investigativas ancoradas nos estudos pós-estruturalistas. Investigou-se a realidade de uma brinquedoteca no sul de Minas Gerais, que atende crianças de 2 à 7 anos. O recorte analisa os questionários respondidos pelas educadoras sobre os temas em pauta. Concebemos a construção de gênero, como enfatiza Scott, e o discurso sobre a sexualidade, cunhado por Foucault, social, histórica e culturalmente. São questões sociais e políticas que devem ser discutidas nos espaços educativos, imbricadas nos brincares como espaço de diálogo e de novas possibilidades de ser e de estar no mundo. Verificamos como os processos educativos analisados, adotam práticas advindas de um currículo conservador, numa perspectiva que carrega marcas de controle e disciplinamento dos corpos.

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, Daniela de Barros da Silva Freire. Jogos, brinquedos e brincadeiras: o lúdico e o processo de desenvolvimento infantil: volume 2. Cuiabá: Editora da UFMT, 2007.

BROUGÈRE, Gilles. Brinquedo e cultura. 6. ed. São Paulo: Cortez, 1995. 110 p.

CAMARGO, Ana. Maria. F. de; RIBEIRO Cláudia Maria. Sexualidade(s) e infância(s): a sexualidade como um tema transversal. São Paulo: Moderna, 1999. 144 p.

FURLANI, Jimena. Educação sexual na sala de aula: relações de gênero, orientação sexual e igualdade étnico-racial numa proposta de respeito às diferenças. Belo Horizonte: Autêntica, 2011. 192 p.

KISHIMOTO, Tizuko. M. O jogo e a educação infantil. In: ______. (Org.). Jogo, brinquedo, brincadeira e a educação. 9. ed. São Paulo: Cortez, 2006. p. 13-43.

MOYLES, Janet R. Só brincar? O papel do brincar na educação infantil. Porto Alegre: Artmed, 2002. 200 p.

NEGRINE, Airton. Brinquedoteca: teoria e prática: dilemas da formação do brinquedista. In: SANTOS, Marli Pires dos (Org.). Brinquedoteca: o lúdico em diferentes contextos. Petrópoles: Vozes, 2009. p. 83-94.

RIBEIRO, Cláudia Maria. Educação para as sexualidade nas nuvens: quando há o anúncio das tempestades... In: XAVIER FILHA, Constantina. (Org.). Sexualidades, gênero e diferenças na educação das infâncias. Campo Grande: Editora da UFMS, 2012. p. 35-59.

______. A Fala da criança sobre sexualidade humana: o dito, o explícito e o oculto. Campinas: Mercado das Letras, 1996. 136 p.

ROJAS, Jucimra. Jogos, brinquedos e brincadeiras: o lúdico e o processo de desenvolvimento infantil. Cuiabá: Editora da UFMT, 2007. 75 p.

SILVA, Luciene Aparecida; MARTINS, Kátia Batista. E se... Maria desejasse saber: formação continuada em gênero, sexualidades e diversidades sexuais. In: CONGRESSO INTERNACIONAL DE ESTUDOS SOBRE A DIVERSIDADE SEXUAL E DE GÊNERO DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ESTUDOS DA HOMOCULTURA, 7., 2014, Rio Grande do Sul. Anais... Rio Grande do Sul: ABEH, 2014.

VIGOTISKI, Lev. S. A brincadeira e seu o seu papel no desenvolvimento psíquico da criança. In: ______. A formação social da mente. São Paulo: Martins Fontes, 1989. p. 103-117.

______. A brincadeira e seu o seu papel no desenvolvimento psíquico da criança. Revista Virtual e Gestão de Iniciativas Sociais, Rio de Janeiro, v. 8, n. 1, p. 23-36, jun. 2008.




DOI: https://doi.org/10.14295/de.v6i2.8494

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


E-ISSN: 2358-8853

Indexadores
  

PROPESQ

PROPESQ

PROPESQ PROPESQ PROPESQ