Quem são as crianças contemporâneas? Reflexões sobre a construção das infâncias na sociedade de consumidores

Autores

  • Joice Araújo Esperança Universidade Federal do Rio Grande

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Joice Araújo Esperança, Universidade Federal do Rio Grande

Professora Adjunta do Instituto de Educação da Universidade Federal do Rio Grande (FURG), Doutora em Educação Ambiental.

Referências

BARBOSA, Lívia; CAMPBELL, Colin. O estudo do consumo nas ciências sociais contemporâneas. In: BARBOSA, Lívia; CAMPBELL, Colin (Orgs.). Cultura, consumo e identidade. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2006.

BAUMAN, Zygmunt. Modernidade e ambivalência. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 1999

_____. Modernidade Líquida. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2001.

_____. Vida Líquida. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2007.

_____. Vida para consumo: a transformação das pessoas em mercadoria. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2008

CASTRO, Lucia Rabello de. Uma teoria da infância na contemporaneidade. In: CASTRO, Lucia Rabello de. (Org.) Infância e adolescência na cultura do consumo. Rio de Janeiro: NAU, 1998.

FABRIS, Elí Terezinha Henn; MARCELLO, Fabiana de Amorim; SOMMER, Luís Henrique. Crisis de la infancia moderna y nuevas configuraciones de la metáfora de la infancia. Revista Educación y Pedagogia. Medellín, v.23, n.60, maio/agosto 2011. p. 89-99.

LINN, Susan. Crianças do consumo: a infância roubada. São Paulo: Instituto Alana, 2006.

POSTMAN, Neil. O desaparecimento da infância. Rio de Janeiro: Graphia, 1999.

SCHOR, Juliet. Nascidos para comprar: uma leitura essencial para orientarmos nossas crianças na era do consumismo. São Paulo: Editora Gente, 2009.

VARELA, Julia. Categorias espaço-temporais e socialização escolar. Do individualismo ao narcisismo. In: In: COSTA, Marisa Vorraber (Org.). Escola básica na virada do século: cultura, política, currículo. São Paulo: Cortez, 2002.

Downloads

Publicado

2017-02-18

Como Citar

Esperança, J. A. (2017). Quem são as crianças contemporâneas? Reflexões sobre a construção das infâncias na sociedade de consumidores. Diversidade E Educação, 3(6), 22–28. Recuperado de https://periodicos.furg.br/divedu/article/view/6405