Algumas aproximações da educação ambiental com o pensamento decolonial, a ética Ubuntu e o Bem Viver

Autores

  • Maglis Vieira
  • Martha Tristão Universisade Federal do Espírito Santo

Resumo

Algumas aproximações da educação ambiental com o pensamento decolonial, a ética Ubuntu e o Bem Viver

Some enviromental education approaches with decolonial thinking, Ubuntu ethics and well Life 

Esse trabalho tem como objetivo fundamental propor algumas aproximações e diálogos da educação ambiental com saberes afro-indígenas e contribuir com discussões e práticas que almejam romper com lógicas coloniais. Buscamos articular o meio ambiente, as relações sociais e a subjetividade humana para problematizar o atual momento. Consideramos que a degradação ambiental, a crise sanitária e a mercantilização da vida compõem o sistema-mundo moderno-colonial, regido pelo capitalismo predatório, o patriarcado e o racismo. Alguns autores entendem que vivemos uma policrise, o que exige alternativas sistêmicas. Diante disso, propomos dialogar com a educação ambiental, a decolonialidade, com a ética Ubuntu e o Bem Viver como possibilidades sistemáticas de enfrentamento à crise.

Palavras-chave: Educação Ambiental. Decolonialidade. Subjetividade humana. Policrise.

Abstract

This work has as fundamental objective to propose some approaches and dialogues of the environmental education with the afro-indigenous knowledge and to contribute for discussions and practices that aim at the break with the colonial logic. We seek to articulate the environment, social relations and human subjectivity to problematize the current moment. We consider that environmental degradation, the health crisis and the commodification of life constitute the modern colonial world-system, governed by predatory capitalism, patriarchy and racism. Some authors understand that we are experiencing an emergence of politics, which requires systemic alternatives. Therefore, we propose to dialogue with environmental education, decoloniality, Ubuntu ethics and Bem Viver as systematic possibilities to face the crisis.

Keywords: Environmental Education. Decoloniality. Human subjectivity. Polycrisis.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maglis Vieira

Doutoranda em Educação pela Universidade Federal do Espírito Santo. Possui mestrado em Ensino na Educação Básica e Licenciatura em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado da Bahia. Atualmente atua como professora na educação básica na Secretaria de Educação do Estado da Bahia.

Martha Tristão, Universisade Federal do Espírito Santo

Concluiu estágio de pós-doutorado na University of Regina no Canadá em 2011. Possui doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo (2001), mestrado em Educação pela Universidade Federal do Espírito Santo (1992) e Licenciatura em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Espírito Santo. Atualmente  coordena o Núcleo Interdisciplinar de Pesquisa e Estudo em Educação Ambiental (Nipeea) no Centro de Educação da UFES. 

Referências

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

ACOSTA, Alberto. O bem viver: uma oportunidade para imaginar outros mundos. Editora Elefante, 2019.

ARKONADA, Katu. Descolonização e Viver Bem são intrinsecamente ligados. IHU On-Line. São Leopoldo- Rio Grande do Sul, n. 340: p. 10-13, ago./2010.

AVENDAÑO, Tatiana Roa. O desafio de retomar os mitos e reencantar o mundo a partir do Sumak Kawsay. IHU On-Line. São Leopoldo-Rio Grande do Sul, n. 340: p. p. 25-28, ago./2010.

CAMPOS, Bárbara Fortes; MENEZES; Anne Kassiadou; SALGADO, Stephanie Salgado. Entrelaçamentos entre Educação Ambiental Crítica, Ecologia Política e o Giro Decolonial: Caminhos Para Uma Educação Ambiental Desde El Sur. IN: 39ª REUNIÃO NACIONAL ANPED. Anais...Universidade Federal Fluminense, Niterói-RJ, 2019.

CASTOR, Katia Gonçalves. Educação Ambiental e o movimento decolonial: por rebeldias epistêmicas, teóricas e políticas In: TRISTÃO, Martha (Org.). Educação Ambiental e o pensamento pós-colonial: Narrativas de pesquisas. Curitiba: Editora CRV, 2014.

DÁVALOS, Pablo. Sumak Kawsay: uma forma alternativa de resistência e mobilização. IHU On-Line. São Leopoldo- Rio Grande do Sul, n. 340: p. 05-09, ago./2010.

DELEUZE, Gilles; GUATTARI, Félix. Mil platôs: Capitalismo e Esquizofrenia. Rio de Janeiro-RJ, Editora 34, 1995.

GUATTARI, Felix. Tradução Maria Cristina F. Bittencourt, Revisão da tradução Suely Rolnik. As três ecologias. Campinas - SP, Papirus, 2012.

KASHINDI, Jean Bosco Kakozi. Metafísicas Africanas: Eu sou porque nós somos. IHU On-Line. São Leopoldo-Rio Grande do Sul, n. 477: p. 85-92, nov./ 2015.

KRENAK, Ailton. A vida não é útil. Companhia das Letras, 2020.

KRENAK, Ailton. Ideias para adiar o fim do mundo. Companhia das Letras, 2019.

LOUW, Dirk. Ser por meio dos outros: o ubuntu como cuidado e partilha. IHU On-Line. São Leopoldo-Rio Grande do Sul, n. 353: p. 05-07, Dez/2010.

MARTÍNEZ, Esperanza. Nem melhor, nem bem: viver em plenitude. IHU On-Line. São Leopoldo-Rio Grande do Sul, n. 340: p. 22-24, ago./2010.

MELO, André Carneiro; BARZANO, Marco Antonio Leandro. Re-existências e Esperanças: Perspectivas decoloniais para se pensar uma Educação Ambiental Quilombola. Ensino, Saúde e Ambiente, Número Especial: p. 147-162, jun./2020.

MIGNOLO, Walter D. Colonialidade: o lado mais escuro da modernidade. Revista Brasileira de Ciências Sociais, p.1-18, v. 32, n. 94, jun. 2017.

MORIN, Edgar. Um festival de incertezas. Espiral, Rio de Janeiro, v.4: p.5-12, 2020.

NEGREIROS, Regina Coeli Araújo Trindade. Ubuntu: considerações acerca de uma filosofia africana em contraposição a tradicional filosofia ocidental, Problemata: R. Intern. Fil. n. 2: p. 111-127, 2019.

QUIJANO, Aníbal. Colonialidade do poder e classificação social. In: SANTOS, Boaventura de Sousa; MENESES, Maria Paula. Epistemologias do Sul. Coimbra: Edições Coimbra, 2010.

RAMOSE, Mogobe Bernard. Globalização e Ubuntu. In: SANTOS, Boaventura de Sousa; MENESES, Maria Paula. Epistemologias do Sul. Coimbra: Edições Coimbra, 2010.

RAMOSE, Mogobe Bernard. Sobre a Legitimidade e o Estudo da Filosofia Africana. Ensaios Filosóficos, Vol. IV, outubro/2011

SANTOS, Boaventura de Sousa. A cruel pedagogia do vírus. Coimbra: Edições Almedina, 2020.

SANTOS, Boaventura de Sousa. Descolonizar, democratizar e desmercantilizar. Disponível em: <https://saladeimprensa.ces.uc.pt/index.php?col=noticias&id=21276#.YKHqvqhKjIU> Acesso em: 09 de maio. 2021

SARAIVA, Luís Augusto Ferreira. O que e quem não é Ubuntu: Crítica ao “eu” dentro da filosofia ubuntu. Problemata: R. Intern. Fil. n. 2: p. 93-110, 2019.

SOLÓN, Pablo. Alternativas sistêmicas: Bem Viver, decrescimento, comuns, ecofeminismo, direitos da Mãe Terra e desglobalização. Editora Elefante, 2019.

STORTTI, Marcelo, SANCHEZ, Celso. Educação Ambiental Decolonial de Base Comunitária: a Pedagogia dos Afetados pelo setor da Mineração. Juiz de Fora - MG IN: IX EPEA - ENCONTRO PESQUISA EM EDUCAÇÃO AMBIENTAL. Anais... Universidade Federal de Juiz de Fora, 2017.

STRECK, Danilo R.; REDIN, Euclides; ZITKOSKI, Jaime José (Ed.). Dicionário Paulo Freire. Autêntica, 2010.

TRISTÃO, Martha. A Educação Ambiental e o pós-colonialismo. Revista de Educação Pública, Cuiabá, n. 53/2: p. 473-489, maio/ago. 2014.

TRISTÃO, Martha. Uma abordagem filosófica da pesquisa em educação ambiental. Revista Brasileira de Educação. n. 55: p. 847-1059, out/dez. 2013.

TRISTÃO, Martha. VIEIRAS, Rosinei Ronconi. Decolonizar o pensamento: apontamentos e entrelaçamentos epistêmicos com a Educação Ambiental. Rev. Eletrônica Mestrado. Educ. Ambiental. Rio Grande, Edição especial XVI, Encontro Paranaense de Educação Ambiental, p. 103-117, set./2017.

TURINO, Célio. Prefácio à edição brasileira. In: ACOSTA, Alberto. O bem viver: uma oportunidade para imaginar outros mundos. Editora Elefante, 2019.

VIEIRAS, Rosinei Ronconi. Educação Ambiental como movimento de (re)existência In: TRISTÃO, Martha (Org.). Educação Ambiental e o pensamento pós-colonial: Narrativas de pesquisas. Curitiba: Editora CRV, 2014.

WALSH, Catherine. La Interculturalidad en la Educación. Perú: Ministerio de Educación, 2005.

WALSH, Catherine. Interculturalidad, colonialidad y educación. Revista Educación y Pedagogía, n. 48, maio-ago/2007.

Downloads

Publicado

2021-10-31

Como Citar

Vieira, M. ., & Tristão, M. (2021). Algumas aproximações da educação ambiental com o pensamento decolonial, a ética Ubuntu e o Bem Viver. Ambiente &Amp; Educação, 26(1), 296–324. Recuperado de https://periodicos.furg.br/ambeduc/article/view/13109

Edição

Seção

Dossiê "Educação Ambiental pós-colonial e comunidades tradicionais"