A produção discursiva sobre alunos em processo de inclusão: análises a partir de políticas neoliberais

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14295/momento.v29i1.9583

Palavras-chave:

Inclusão. Normalidade. Neoliberalismo.

Resumo

O presente texto apresenta resultados de uma investigação produzida a partir da inspiração em autores pós-estruturalistas, que tem por objetivo analisar diferentes práticas discursivas no campo da educação especial produzidas no contexto da racionalidade neoliberal. Para as discussões aqui apresentadas tomamos como materialidade analítica entrevistas realizadas com três gestoras de duas escolas da rede pública de ensino que possuem alunos em processo de inclusão escolar. Ao trabalharmos em tais entrevistas, visualizamos nos discursos dos professores a operação de práticas que produzem os alunos em situação de inclusão escolar como alunos anormais. Tais práticas ao provocarem como efeito ações de exclusão por inclusão na escola podem resultar na manutenção desses sujeitos em condições desiguais de concorrência nas tramas do jogo econômico da sociedade neoliberal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Denise Ferreira da Rosa, Professora da rede municipal de Jaguari.

Graduada em Educação Especial pela Universidade Federal de Santa Maria; Especialista em Gestão Educacional e Mestre em Educação pela mesma Instituição. Atualmente atua como professora de educação especial da rede municipal de ensino de Jaguari/RS.

Eliana Pereira de Menezes, Professora Associada do Departamento de Educação Especial da Universidade Federal de Santa Maria

Graduada em Educação Especial pela Universidade Federal de Santa Maria; Mestre em Educação pela mesma Instituição e Doutora em Educação pela Unisinos. Atualmente é professora Associada do Departamento de Educação Especial da Universidade Federal de Santa Maria.

Referências

FISCHER, Rosa Maria Bueno. Trabalhar com Foucault. Arqueologia de uma paixão. Belo Horizonte: Autêntica, 2012.

FOUCAULT, Michel. Microfísica do Poder. Rio de Janeiro: Graal, 2007. 23ª Edição.

FOUCAULT, Michel. Ordem do discurso. São Paulo: Loyola, 2013.

FOUCAULT, Michel. O Sujeito e o Poder. In: DREYFUS, Hubert L; RABINOW, Paul. Michel Foucault. Uma Trajetória Filosófica: para além do estruturalismo e da hermenêutica. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1995. p. 231-249.

HATTGE, Morgana Domênica. A gestão da inclusão na escola: estratégia de controle do risco social. In: LOPES, Maura Corcini; DAL’IGNA. Maria Cláudia. In/Exclusão: nas tramas da escola. Canoas: Ulbra, 2007, p.189 - 200.

LOBO, Lilian. O nascimento da criança anormal e a expansão da Psiquiatria no Brasil In.: RESENDE, Haroldo. Michel Foucault. O governo da infância. Belo Horizonte: Autêntica, 2015.

LOCKMANN, Kamila; RECH, Tatiana Luiza. A produção e a proliferação de eufemismos na atualidade. Revista de Educação do IDEAU, Vol. 7 – n.16, jul./dez. 2012 Semestral.

LOCKMANN, Kamila; HENNING, Paula Corrêa. Inclusão escolar na atualidade: um dispositivo da governamentalidade neoliberal. Revista de Educação PUC-Campinas, Campinas, n.29, p.189-198, jul./dez. 2010

LOPES, Maura Corcini. Inclusão escolar: currículo, diferença e identidade. In: LOPES, Maura Corcini; DAL’IGNA. Maria Cláudia. In/Exclusão: nas tramas da escola. Canoas: Ulbra, 2007, p.11 - 33.

LOPES, Maura Corcini. Políticas de inclusão e governamentalidade. Revista Educação & Realidade, Porto Alegre, v. 34, n. 2, 2009, p.153-169.

LOPES, Maura Corcini; RECH, Tatiana Luiza. Inclusão, biopolítica e educação. Educação (Porto Alegre, impresso), v. 36, n. 2, p. 210-219, mai/ago. 2013.

MACHADO, Fernanda de Camargo. Inclusão escolar e sensibilização. O risco de conviver e o risco de não conviver. Santa Maria: Caxias, 2016.

MENEZES, Eliana da Costa Pereira. Inclusão: entre pedagogias, espaços e saberes. In: RECHICO, CÍNARA Franco. & FORTES, Vanessa Gadelha. (Orgs). A educação e a inclusão na contemporaneidade. Roraima: UFRR, 2008. p. 109 – 139.

POSSA, Leandra Böer. Formação em Educação Especial na UFSM: estratégias e modos de constituir-se professor. Santa Maria: UFSM, 2013. 239f. Tese (doutorado em Educação). Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de Santa Maria.

POSSA, Leandra Böer; NAUJORKZ, Maria Inês. Efeitos da racionalidade neoliberal nos discursos sobre inclusão: o silência docente. Revista Educação, Santa Maria, v. 38, n. 2, p. 319-328, 2013.

SKLIAR, Carlos. A invenção e a exclusão da alteridade “deficiente” a partir dos significados da normalidade. Revista Educação & Realidade, Porto Alegre, 1999, v. 24, n. 1, p. 15-32.

SOMMER, Luís Henrique. A ordem do discurso escolar. Revista Brasileira de Educação, v. 12, n. 34, p. 57- 67, 2007.

VEIGA-NETO, Alfredo. Incluir para excluir. In: LARROSA, Jorge e SKLIAR, Carlos. Habitantes de Babel: políticas e poéticas da diferença. Belo Horizonte: Autêntica, 2001.

VEIGA-NETO, Alfredo. Coisas do governo... In: RAGO, Margareth; ORLANDI, Luiz B. Lacerda; VEIGA-NETO, Alfredo. Imagens de Foucault e Deleuze. Ressonâncias nietzschianas. Rio de Janeiro: DP&A, 2005.

VEIGA-NETO, Alfredo. Foucault e a educação. Belo Horizonte: Autêntica 2007.

Downloads

Publicado

2020-07-22

Como Citar

da Rosa, D. F., & de Menezes, E. P. (2020). A produção discursiva sobre alunos em processo de inclusão: análises a partir de políticas neoliberais. Momento - Diálogos Em Educação, 29(1), 88–105. https://doi.org/10.14295/momento.v29i1.9583

Edição

Seção

Dossiê temático