GÊNERO E RAÇA NA EDUCAÇÃO ESCOLAR: DIÁLOGOS COM DOCENTE POR UMA EDUCAÇÃO PARA DIVERSIDADE

Delton Aparecido Felipe, Fabiane Freire França

Resumo


O objetivo deste artigo consiste em analisar os discursos de gênero e raça de professores e professoras da Educação Básica do estado do Paraná-Brasil. Os dados apresentados foram coletados durante a realização de grupos de conversas realizados com docentes entre os anos de 2008 e 2014. Caracterizamos esta análise como uma pesquisa ação participante que compreende de forma horizontal a relação entre o sujeito que ouve e o sujeito que fala. Como referencial teórico optamos pelos Estudos Culturais que possibilitaram a problematização e a desconstrução de discursos normativos e biologizantes. Os resultados da pesquisa apontaram a ocorrência de um movimento contínuo e conflituoso de opiniões acerca de gênero e raça por parte dos/as professores/as durante as discussões em grupo. Conclui-se que tais resultados propiciam entender a ancoragem dos discursos destes docentes em suas histórias de vida, seus valores e crenças pessoais.


Texto completo:

PDF

Referências


APPLE, Michael. Políticas de direita e branquidade: a presença ausente da raça nas reformas educacionais. Revista Brasileira de Educação, São Paulo, n.16, 2001. p. 61-67.

BRASIL. Lei nº 10.639, de 9 de janeiro de 2003. Altera a Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para incluir no currículo oficial da rede de ensino a obrigatoriedade da temática “História e Cultura Afro-Brasileira”, e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 10 jan. 2003.

COSTA, Marisa Vorraber. Pesquisa-ação, pesquisa participativa e política cultural da identidade. In COSTA, Marisa Vorraber (Org.). Caminhos investigativos II: outros modos de pensar e fazer pesquisa em educação. Rio de Janeiro: DP&A, 2002. p. 91-115.

FOUCAULT, Michel. A história da sexualidade. A vontade de saber. V. 1. 18. ed. Rio de Janeiro: Graal, 2008.

GIROUX, Henry. Atos impuros: a prática política dos estudos culturais. Porto Alegre: Artes Médicas, 2003.

GIROUX, Henry. Cruzando as fronteiras do discurso educacional: novas políticas em educação. Tradução Magda França Lopes. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 1999.

LOURO, Guacira Lopes. Gênero, sexualidade e educação: Uma perspectiva pós-estruturalista. Petrópolis, RJ: Vozes, 1997.




DOI: https://doi.org/10.14295/de.v6i1.7926

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


E-ISSN: 2358-8853

Indexadores

Sumários.org

Google Academico

doaj.org/toc/2358-8853