A ENFERMAGEM DANDO VOZ AOS HOMENS: SUJEITOS OU OBJETOS DOS ESTUDOS DA PÓS-GRADUAÇÃO BRASILEIRA?

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14295/de.v8i2.12138

Resumo

Objetivo: analisar a produção do conhecimento stricto sensu da enfermagem brasileira que deu voz aos homens em suas investigações científicas. Método: estudo do tipo documental, descritivo e exploratório, retrospectivo e com abordagem qualitativa, realizado em maio de 2020, a partir de dissertações e teses disponíveis no Catálogo de Periódicos da CAPES. Resultados: o corpus foi composto por 52 produções, a maioria dissertações (n=43; 82,7%), defendidas no ano de 2016 (n=12; 23,1%) e produzidas na região Sudeste (n=28; 53,8%). As pesquisas que deram voz aos homens versaram sobre paternidade, práticas de cuidado, autoimagem, corpo e sexualidade, câncer, HIV/Aids, mundo do trabalho e violência conjugal. Conclusão: percebe-se uma variedade de temáticas, porém, a produção brasileira que deu voz aos homens volta-se, predominantemente, para questões de paternidade, práticas de cuidado e sexualidade, em muitos casos passando ao largo de conceitos centrais da política de atenção ao homem, como gênero, acesso e equidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Diego Schaurich, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)

Enfermeiro formado pela UFSM.

Mestre em Enfermagem pela UFRGS.

Doutorando em Educação na UFSM.

Oclaris Lopes Munhoz

Enfermeiro formado pela UFSM.

Mestre em Enfermagem pela UFSM.

Doutorando em Enfermagem pela UFSM.

Referências

ARAUJO, Jeferson Santos. A experiência do homem com câncer de próstata na perspectiva da antropologia das masculinidades. 2016. 192 f. Tese (Doutorado em Enfermagem) – Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.

ARAUJO, Mercio Gabriel de. Vivência do adolescente e Adulto Jovem no Puerpério da Companheira. 2015. 116 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal.

ASSIS, Ludmila Taborda Moreira; FERNANDES, Betânia Maria. Saúde da mulher: a enfermagem nos programa e políticas públicas nacionais no período de 1984 a 2009. REME – Rev. Min. Enferm., Belo Horizonte, v. 15, n. 3, p. 356-364, jul./set. 2011.

BEZERRA, Adriana Karla de Oliveira Ferreira. Concepções de Policiais Militares sobre Cuidados com a Saúde. 2013. 110 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal.

BORDIGNON, Simoni Saraiva. Paternidade na adolescência no contexto dos serviços de saúde, escola e comunidade – uma perspectiva bioecológica. 2012. 71 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Universidade Federal de Pelotas, Pelotas.

BRASIL. Ministério da Saúde. Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem: princípios e diretrizes. Brasília: Ministério da Saúde 2008.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações Programáticas e Estratégicas. Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem: Plano de Ação Nacional, 2009-2011. Brasília: Ministério da Saúde, 2009.

BURILLE, Andréia. Itinerários terapêuticos de homens em situação de adoecimento crônico: (des) conexões com o cuidado e arranhaduras da masculinidade. 2012. 184 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre.

CAIRES, Tharine Louise Gonçalves. Vivências do pai no parto e repercussões na vida conjugal e familiar: contribuição da Enfermagem. 2013. 104 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro.

CAPES. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Plataforma Sucupira. Cursos Reconhecidos e Avaliados. Disponível em: https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/programa/quantitativos/quantitativoAreaAvaliacao.jsf;jsessionid=IpC19tcuSCVdbQWNHKsjYjWE.sucupira-213. Acesso em: 02 ago. 2020a.

CAPES. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. GEOCAPES – Sistema de Informações Georreferenciadas. Disponível em: https://geocapes.capes.gov.br/geocapes/. Acesso em: 3 mar. 2020b.

CARNEIRO, Lucilla Vieira. Decidindo pela Vasectomia: a fala dos homens. 2012. 72 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa.

CARVALHO, Natalia Ana de. Ser-Aí-Após-O-Diagnóstico-De-Câncer-De Próstata: possibilidades de cuidado em saúde do homem. 2015. 84 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Universidade Federal de Juiz de Fora, Juiz de Fora.

CASTRO, Marcelo Augusto de. Ainda Somos os Mesmos? Masculinidades e produção de cuidados entre duas gerações de homens. 2015. 112 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte.

CONCEIÇÃO, Vander Monteiro da. A Experiência do Câncer Peniano e seus Tratamentos na Perspectiva dos Adoecidos. 2017. 182 f. Tese (Doutorado em Enfermagem) – Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.

CORREA, Ana Candida Lopes. Percepção de homens sobre a vivência da paternidade na adolescência. 2013. 121 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Universidade Federal de Pelotas, Pelotas.

CORREA, Ana Candida Lopes. Narrativas do viver a construção da paternidade na contemporaneidade: a partir do modelo bioecológico de Urie Bronfenbrenner. 2017. 190 f. Tese (Doutorado em Enfermagem) – Universidade Federal de Pelotas, Pelotas.

COSTA, Raphael Henrique Gomes da. Construção de um Instrumento para Consulta de Enfermagem de Homens Transgênero à Luz da Teoria das Necessidades Humanas Básicas. 2019. 87 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Universidade Federal de Pernambuco, Recife.

COSTA, Kleber de Souza. Homens na Enfermagem: inserção, vivência e trajetória profissional. 2016. 196 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Universidade de São Paulo, São Paulo.

DOMINGUES, Priscila da Silva. A representação social do ser homem para homens heterossexuais e a vulnerabilidade para o HIV/AIDS. 2014. 89 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro.

DUARTE, Larissa Drumond. Representações Sociais de Homens Usuários de Unidades de Atenção Primária à Saúde sobre o Processo Saúde/Doença. 2016. 112 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Universidade Federal de Juiz de Fora, Juiz de Fora.

FEIJÓ, Aline Machado. A rede social do homem com câncer na perspectiva bioecológica: contribuições para a enfermagem. 2010. 89 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem e Obstetrícia) – Universidade Federal de Pelotas, Pelotas.

FERREIRA, Gabriela Dandara Fernandes. Percepção do enfermeiro sobre o cuidar do homem: uma perspectiva de gênero. 2019. 102 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro.

FERREIRA, Fernando Henrique. Dialogando sobre Paternidade e Cuidado em Saúde: a perspectiva comunicativa crítica. 2014. 137 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Universidade Federal de São Carlos, São Carlos.

FILIPINI, Cibelle Barcelos. A Experiência de Homens Submetidos à Amputação: um estudo etnográfico. 2015. 69 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Universidade Federal de Alfenas, Alfenas.

LIRA, Talita Maia Barboza. Demandas de Saúde e Estratégias de Inserção na Atenção Básica: a fala dos homens. 2013. 70 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa.

MACEDO, Janile Bernardo Pereira de Oliveira. Concepções de homens acerca da influência da gravidez anterior sobre a subsequente. 2011. 46 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal.

MONTEIRO, Luana Valentim. Cuidados de Enfermagem ao Homem com Histórico de Tabagismo e Risco de Câncer. 2016. 164 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro.

MORAES, Paula Costa de. Percepção do autocuidado por homens com derivações urinárias: desafios para a prática de enfermagem. 2019. 93 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro.

MUSQUIM, Cleciene dos Anjos. Experiência de Cuidado pelo Homem na Vivência Familiar do Adoecimento Crônico. 2013. 99 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Universidade Federal de Mato Grosso, Cuiabá.

OLIVEIRA, Francis Fonseca; SANTOS, Claudiene. Entrelaçando masculinidades e juventudes no portal de periódicos CAPES entre 2000 e 2017. Revista Diversidade e Educação, v. 7, n. 2, p. 105-128, jul./dez. 2019.

OLIVEIRA, Claudia Manuela Siqueira de. O Cuidado de Enfermagem com o Suporte da Terapêutica Chinesa em Homens com Lesão Medular Adquirida: um estímulo à sexualidade. 2016. 148 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis.

OLIVEIRA, Gabriela Mota Antunes de. Diagnóstico de Enfermagem Disfunção Sexual em Homens em Tratamento para o Câncer de Próstata: uma proposta de cuidado de enfermagem. 2016. 148 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Universidade Federal de Juiz de Fora, Juiz de Fora.

OSUGUI, Denise Maria. Itinerário Terapêutico do Homem com Cardiopatia submetido à Cirurgia de Revascularização do Miocárdio. 2013. 80 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Universidade Federal de Alfenas, Alfenas.

PAIXÃO, Gilvânia Patrícia do Nascimento. Violência Conjugal e a Experiência Jurídico-Policial: vivência de homens em processo criminal. 2016. 139 f. Tese (Doutorado em Enfermagem) – Universidade Federal da Bahia, Salvador.

PALMEIRA, Jenifer dos Santos. As percepções de pais pela primeira vez na transição para a paternidade. 2012. 98 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Universidade de São Paulo, São Paulo.

PEREIRA, Jamile; KLEIN, Carin; MEYER, Dagmar Estermann. PNASH: uma análise de sua dimensão educativa na perspectiva de gênero. Saúde Soc., São Paulo, v. 28, n. 2, p. 132-146, 2019.

PINHEIRO, Thiago Félix; COUTO, Márcia Thereza. Homens, masculinidades e saúde: uma reflexão de gênero na perspectiva histórica. Cadernos de História da Ciência, vol. IV, n. 1, p. 53-67, jan-jun 2008.

PINTO, Bruna Knob. Homem sobrevivente ao câncer de próstata: estudo de caso etnográfico. 2012. 106 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Universidade Federal de Pelotas, Pelotas.

PRISMA. Extension for Scoping Reviews (PRISMA-ScR): checklist and explanation. Ann Intern Med., v. 169, n. 7, p. 467-473, 2018.

QUEIROZ, Artur Acelino Francisco Luz Nunes. Vulnerabilidade ao HIV de homens que fazem sexo com homens usuários de aplicativos geossociais para encontros. 2017. 69 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.

RAMOS, Luciano Godinho Almuinha. Consulta de Enfermagem com Homens que Vivem com Câncer de Próstata: autocuidado na perspectiva da dialogicidade. 2018. 103 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Universidade Federal Fluminense, Rio de Janeiro.

REIS, Alyne Correa de Freitas. A Inserção/Participação do Homem na Gestação, Nascimento e Cuidado com os Filhos. 2015. 71 f Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro.

RIBEIRO, Danilo Bertasso. Motivos da Tentativa de Suicídio expressos por Homens Usuários de Álcool e Outras Drogas. 2012. 105 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria.

RIOS, Paula Patricia Santana. Masculinidades Feridas: representações sociais sobre o corpo e sexualidade de homens que vivem com feridas crônicas. 2016. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Universidade Federal da Bahia, Salvador.

ROSADO, Sara Rodrigues. Significado de Ser Pai de Criança com Estoma: uma abordagem etnográfica. 2014. 85 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Universidade Federal de Alfenas, Alfenas.

ROSÁRIO, Larissa Mendonça Torres. Vivências do homem companheiro diante da mulher submetida à mastectomia. 2016. 72 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal.

SEPARAVICH, Marco Antonio; CANESQUI, Ana Maria. Saúde do homem e masculinidades na Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem: uma revisão bibliográfica. Saúde Soc., São Paulo, v. 22, n. 2, p. 415-428, 2013.

SILVA, Cleiry Simone Moreira da. Agenciamentos no Corpo do Homem: um estudo de enfermagem sobre o cuidado e prevenção de adoecimento produzido na família e no ensino. 2018. 175 f. Tese (Doutorado em Enfermagem) – Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro.

SILVA, Andrey Ferreira da. Violência Contra a Mulher, Violência Doméstica, Homens, Enfermagem. 2016. 96 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Universidade Federal do Pará, Belém.

SILVA, Patricia Alves dos Santos. Homens com úlceras venosas no mundo do trabalho na perspectiva da enfermagem. 2016. 174 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro.

SILVA, Barbara Tarouco da. A Paternidade em Diferentes Etapas do Ciclo Vital: contribuições para Enfermagem. 2013. 153 f. Tese (Doutorado em Enfermagem) – Universidade Federal do Rio Grande, Rio Grande.

SILVA, Silvana de Oliveira. Cuidado na Perspectiva de Homens: um olhar da enfermagem. 2010. 98 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria.

SOARES, Joana Darc Dantas. Vivências do Pai Acompanhante no Processo da Hospitalização do Filho. 2014. 63 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal.

SOARES, Rachel Leite de Souza Ferreira. Os Significados de Ter um Filho Prematuro para Pais Homens: contribuições da enfermagem neonatal. 2013. 140 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro.

SOUSA, Anderson Reis de. Percepções da Violência Conjugal e Repercussões da Prisão: discurso coletivo de homens em processo criminal. 2016. 170 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Universidade Federal da Bahia, Salvador.

SOUZA, Rafael Carlos Macedo de. Sentidos do Ser-Aí-Home-Após-Cirurgia-Mutiladora-Do-Sistema Geniturinário: contribuições para o cuidado à saúde do homem. 2017. 71 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Universidade Federal de Juiz de Fora, Juiz de Fora.

STORINO, Luisa Pereira. Necessidades de Saúde de Homens usuários de uma Unidade Básica de Saúde em Belo Horizonte. 2013. 97 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte.

SULZ, Juliana A.; CARDOSO, Frederico A. Educação e Políticas de Masculinidades: 15 anos das produções dos estudos de gênero (2000-2015). Revista Ártemis, v. XXII, n. 1; p. 63-72, jul./dez. 2016.

VEIGA, Maria Beatriz de Assis. Narrativas de vida de homens com sífilis na perspectiva transcultural: subsídios da enfermagem. 2018. 266 f. Tese (Doutorado em Enfermagem) – Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro.

VEIGA, Maria Beatriz de Assis. A Paternidade na Visão de Jovens Pais, na Perspectiva de Gênero. 2014. 142 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro.

ZEFERINO, Maria Terezinha. Mundo-Vida de Caminhoneiros: uma abordagem compreensiva para a enfermagem na perspectiva de Alfred Schütz. 2010. 140 f. Tese (Doutorado em Enfermagem) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis.

ZUTIN, Tereza Lais Menegucci. A posição do homem no processo de amamentação: um ensaio sobre a produção de sentidos. 2012. 128 f. Tese (Doutorado em Enfermagem) – Universidade de São Paulo, São Paulo.

Downloads

Publicado

2021-01-15

Como Citar

Schaurich, D., & Munhoz, O. L. (2021). A ENFERMAGEM DANDO VOZ AOS HOMENS: SUJEITOS OU OBJETOS DOS ESTUDOS DA PÓS-GRADUAÇÃO BRASILEIRA?. Diversidade E Educação, 8(2), 256–285. https://doi.org/10.14295/de.v8i2.12138

Edição

Seção

Dossiê: Diversidade, gênero e sexualidade nas políticas públicas