Natureza, sociedade e educação para Éliseé Reclus: Conflito, desigualdade e a necessidade da revolução como contribuição à Educação Ambiental
Nature, society and education for Éliseé Reclus: Conflict, inequality and the necessity of the revolution as a contribution to Environmental Education
Naturaleza, sociedad y educación para Éliseé Reclus: Conflicto, desigualdad y la necesidad de la revolución como contribución a la Educación Ambiental

Horacio Rodrigo Souza Rodrigues, Leonardo Leite da Cunha, Carlos Roberto da Silva Machado

Resumo


Na busca do entendimento e superação da crise socioambiental, nos deparamos com a necessidade de uma Educação Ambiental que seja produzida a partir daquelas e daqueles que sofrem as injustiças da forma como a nossa sociedade se relaciona com a natureza. Buscamos no pensamento anarquista contribuições que nos ajudem nisso. Iniciando pelo francês, anarquista e geógrafo Éliseé Reclus. De seu pensamento podemos ressaltar que nossa relação com o meio é naturalmente conflitiva, porém só é degradante para ambos por conta da desigualdade social. A luta por uma outra sociedade, assim como a proposta de uma outra educação se mostram basilares no pensamento do autor.

In search of understanding and overcoming the socioambiental crisis, we face ourselves with the necessity of an Environmental Education, produced steeming from those who suffer injustices in the way our society relates itself with nature. We search in the anarchist thinking contributions that help us in this. We start by the french, anarchist and geographer, Éliseé Reclus. From his thoughts we can highlight that our relationship with the environment is naturally conflictive, although only degrating for both sides because of social inequality. The struggle for another society, as well as a proposal of another education, present themselves as base in the thoughts of the autor.

En la búsqueda del entendimiento y superación de la crisis socio-ambiental, nos encontramos con la necesidad de una Educación Ambiental que se produzca a partir de aquellas y de aquellos que sufren las injusticias de la forma en que nuestra sociedad se relaciona con la naturaleza. Buscamos en el pensamiento anarquista contribuciones que nos ayuden en ello. Iniciando por el francés, anarquista y geógrafo Eliseé Reclus. De su pensamiento podemos resaltar que nuestra relación con el medio es naturalmente conflictiva, pero sólo es degradante para ambos por la desigualdad social. La lucha por otra sociedad, así como la propuesta de otra educación, se muestran basilares en el pensamiento del autor.

Palavras-chave


Educação Ambiental. Éliseé Reclus. Anarquismo

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, Antonio. A Relevância do Pensamento de Elisée Reclus em Ética Ambiental: Contributos para a Defesa do Vegetarianismo. In: 1º Encontro de História da Ciência no Ensino, Vila Real - PT, 2015. Rodrigues & J. Azevedo, 1.º Encontro de História da Ciência no Ensino, Vila Real: UTAD, 2015. p. 108-117. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/277302131/. Acessado em: 30 jul. 2018.

ANDRADE, Manuel Correia de. Atualidade do pensamento de Èlisée Reclus. In: Élisée Reclus – Coleção Grandes Cientistas Sociais. São Paulo: Editora Ática, 1985.

BARRETO, Vitor Julio Gomes. A relação homem-natureza na obra “O homem e a terra” de Eliseé Reclus. In: XVIII Encontro Nacional de Geógrafos, Julho de 2016, São Luis, MA. Anais do XVIII Encontro Nacional de Geógrafos. São Paulo: AGB, 2016. Disponível em: http://www.eng2016.agb.org.br/resources/anais/7/1467682716_ARQUIVO_ArtigoENG-SaoLuis.pdf/. Acessado em: 30 jul. 2018.

BAUMGARTNER, Wendel Henrique. Do sentimento da natureza à sua apropriação capitalista: A sociedade e a natureza nas contribuições de Èliseé Reclus. Geographia Opportuno Tempore, Londrina, v.1, n. 1, p. 20-33, jan./jun. 2014. Disponível em: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/Geographia/article/view/17878/14401/. Acessado em: 30 jul. 2018.

CODELLO, Francesco. “A boa educação”: experiências libertárias e teorias anarquistas na Europa, de Godwin a Neill. São Paulo: Imaginário, 2007.

CUEVAS NOA, Francisco José. Anarquismo y educación: la proposta sociopolitica de la pedagogia libertária. Madrid: Fundacion de Estudios Libertários Anselmo Lorenzo. 2014.

FERREIRA, José Maria Carvalho. Élisée Reclus: vida e obra de um apaixonado da natureza e da anarquia. Revista Verve, São Paulo, v.10, p109-134, 2006. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/index.php/verve/article/view/5436/3883/. Acessado em: 30 jul. 2018.

JUNIOR, Hélio de Souza Morais; BRINGEL, Fabiano de Oliveira Bringel. O pensamento de Reclus e suas contribuições para uma abordagem territorial libertária. In: VII Congresso Brasileiro de Geógrafos, Agosto de 2014, Vitória, ES. Anais do VII CBG. São Paulo: AGB, 2014. p 1-11. Disponível em: http://www.cbg2014.agb.org.br/resources/anais/1/1404682036_ARQUIVO_tramporeclus_artigocompleto_2_.pdf/. Acessado em: 30 jul. 2018.

MACHADO, Carlos Roberto da Silva; CALLONI; Humberto; ADOMILLI, Gianpaolo. Olhares, pensares e fazeres sobre e na Educação Ambiental: Reflexões sobre/desde os fundamentos ao campo atual brasileiro. Ambiente & Educação, Rio Grande, v. 21, n. 1, p. 3-25, 2016. Disponível em: https://periodicos.furg.br/ambeduc/article/view/6252/3985/. Acessado em: 30 jul. 2018.

MACHADO, Carlos R.S.; MACHADO, Tainara F. O lobo (o opressor) em pele de cordeiro entre nós (os desiguais e diferentes): Os conflitos em Paulo Freire como contribuição aos processos educativos e produtivos. REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental, Rio Grande, Edição especial XIX Fórum de Estudos: Leituras de Paulo Freire, p. 60-78, 2017. Disponível em: https://periodicos.furg.br/remea/article/view/6893/. Acessado em: 30 jul. 2018.

MATEUS, João Gabriel da Fonseca. Reinterpretação ao conceito de evolução em Élisée Reclus. Élisée - Revista da Geografia da UEG, Anápolis, v.2, n.2, p.154-164, jul/dez, 2013. Disponível em: http://www.revista.ueg.br/index.php/elisee/article/view/1984/1523/. Acessado em: 30 jul. 2018.

RECLUS, Élisèe. A anarquia e os animais. Piracicaba: Ateneu Diego Giménez COB-AIT, 2010a.

RECLUS, Élisée. Do sentimento da natureza nas sociedades modernas. Tradução Plínio Augusto Coelho. São Paulo: Editora Imaginário; Expressão & Arte editora; Expressão & Arte Editora, 2010b.

RECLUS, Élisée. Anarquia pela educação. Tradução Plínio Augusto Coelho. São Paulo: Hedra, 2011.

RECLUS, Eliseo. Evolución, revolución y otros escritos. Traducción de A. Gregori. Buenos Aires: Editorial Tor; Montevideo: Alter Ediciones, 2012.

SANTOS, Caio Floriano dos; GONÇALVES, Leonardo Dorneles; MACHADO, Carlos RS, “Educação Ambiental para Justiça Ambiental: Dando mais uns passos”. REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental, Rio Grande, v.32, n.1, p.189-208, 2015. Disponível em: https://periodicos.furg.br/remea/article/view/5016/3268/. Acessado em: 30 jul. 2018.




DOI: https://doi.org/10.14295/remea.v0i2.8883

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2019 REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Indexadores
Portal de Periódicos - Capes Repositório DSpace Portal do Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas - IBICT Diadorim Diretório de Políticas de Acesso Aberto das Revistas Científicas Brasileiras Google Acadêmico The Elektronische Zeitschriftenbibliothek (Alemanha) OEI - Biblioteca Digital Diretório Luso-Brasileiro Repositórios e Revistas de Acesso Aberto LATINDEX REDIB (Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico)
Rev. eletrônica Mestr. Educ. Ambient., E-ISSN 1517-1256, ISSN 2318-4884, Rio Grande, Brasil.