A webquest biodiversidade elaborada a partir dos três momentos pedagógicos na perspectiva da educação ambiental crítica
La webquest biodiversidad elaborada a partir de los tres momentos pedagógicos en la perspectiva de la educación ambiental crítica
Biodiversity webquest based on the three pedagogical moments in the critical environmental education perspective

Drielle Strugal, Adriana Massaê Kataoka, Bettina Heerdt

Resumo


O objetivo desta pesquisa foi a construção de uma webquest com a temática biodiversidade fundamentada a partir da Educação Ambiental Crítica e dos três momentos pedagógicos, como um instrumento metodológico para auxiliar o professor na inserção da EA crítica no contexto escolar. O questionamento que nos motivou foi: como elaborar uma webquest baseada nos três momentos pedagógicos de ensino numa perspectiva da educação ambiental crítica? A hipótese é a de que, baseando-se na fundamentação teórica, a elaboração dessa metodologia seja possível, e ao ser utilizada possa auxiliar no processo de inserção da EA no contexto escolar permitindo a construção do conhecimento com relação a temática proposta. Consideramos ser importante a compreensão da Educação Ambiental Crítica para que o professor elabore uma webquest seguindo esta perspectiva. Embora a webquest elaborada nesta pesquisa apresentou a temática biodiversidade, esta pode ser adaptada a outros conteúdos, porém, sempre levando em consideração os passos propostos da didática dos três momentos pedagógicos para que se possa promover a reflexão e construção de uma aprendizagem significativa do estudante inserido na sociedade em que vive.

El objetivo de esta investigación fue la construcción de una webquest con la temática biodiversidad fundamentada a partir de la Educación Ambiental Crítica y de los tres momentos pedagógicos, como un instrumento metodológico para auxiliar al profesor en la inserción de la EA crítica en el contexto escolar. El cuestionamiento que nos motivó fue: ¿Cómo elaborar una webquest basada en los tres momentos pedagógicos de enseñanza em una perspectiva de la Educación Ambiental Crítica? La hipótesis es que la webquest cuando teóricamente bien fundamentada puede auxiliar en el proceso de inserción de la EA en el contexto escolar. La webquest elaborada en esta investigación tiene como temática la biodiversidad, sin embargo, puede ser adaptada a otros contenidos, para ello debe siempre considerar la base teórica de la elaboración para promover la reflexión y construcción de conocimiento.

This research intended to construct a webquest with the biodiversity theme based on Critical Environmental Education and in the three pedagogical moments, as a methodological way to help teachers about the insertion of Critical EE in the scholar context. The question that motivated us was: how to elaborate a webquest based in the three pedagogical moments of teaching in a critical environmental education perspective? The hypothesis is that the webquest when theoretically well founded can help in the process of insertion of EE in the school context. The webquest elaborated in this research has the theme of biodiversity, however, it can be adapted to other contents, for this must always consider the theoretical basis of the elaboration to promote the reflection and construction of knowledge.

Palavras-chave


Webquest; Momentos Pedagógicos; Educação Ambiental Crítica

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA L.E; SAITO, C.H. Conservação da Biodiversidade e a valorização do componente educacional. Floresta e Ambiente. V.13, n.2, 66 – 74, 2006.

ANGOTTI, J.A; DELIZOICOV, D.; PERNAMBUCO, M. M. Ensino de Ciências: Fundamentos e Métodos. 2.ed. São Paulo. Ed. Cortez, 364p. 2007.

BERNARDES, M. B. J; PIETRO, E.C. Educação Ambiental: disciplina versus tema transversal. Rev. eletrônica Mestrado Educação Ambiental. ISSN 1517-1256, v. 24. 2010.

CARVALHO, I. C. M. Educação Ambiental: a Formação do Sujeito Ecológico. 6º ed. São Paulo. Cortez. 2012.

COUTINHO, C; LISBOA, E. Sociedade da Informação, do Conhecimento e da Aprendizagem: Desafios para a Educação do século XXI. Revista de Educação, Vol.18, nº 1. p. 5 – 22. 2011.

DELIZOICOV D; GEHLEN, S. T; MALDANER O. A. Momentos Pedagógicos e as Etapas da Situação de Estudo: Complementaridades e Contribuições para a Educação em Ciências. Ciência & Educação, v. 18, n. 1, 1-22. 2012.

DIAS, R. L. Compensação Ambiental em Unidade de Conservação de Uso Sustentável. In: Periódico Eletrônico Fórum Ambiental da Alta Paulista. Categoria: Artigo Completo. V. 07, N. 05. 2011.

DODGE, B. Some thoughts about webquests. Acesso em 10 de out 2016, http://webquest.org/sdsu/about_webquests.html 1995.

FERREIRA, M.S; Marandino, M; Selles, S.E. Ensino de Biologia: Histórias e práticas em diferentes espaços educativos. 1º ed. São Paul: Cortez. 2009.

FREITRAS F.M DE; ZAMBAM. N.F. O utilitarismo e o princípio responsabilidade para o desenvolvimento sustentável. Revista Direito Ambiental e sociedade, v. 5, n. 2. 28-53. 2015.

GUIMARÃES, M. Educação Ambiental: no consenso um embate? Campinas: Papirus. 2000.

GUIMARÃES, M. A formação de Educadores Ambientais. 8º ed. Campinas, SP: Papirus, p.171. 2012.

HEERDT, B. Processos de Ensino e Aprendizagem da Biologia por Webquests. Dissertação (Mestrado em Educação). Programa de Pós-Graduação em Educação. UEPG. Ponta Grossa. 2009.

JOHNSON, D; JOHNSON, R. An overview of cooperative learning. Originalmente publicado em: J. Thousand, A Villa and A. Nevin (Eds). Creativity and Collaborative Learning, Brookes Press, Baltimore. 1994. Acesso em 17 de nov 2017. https://www.context.org/ICLIB/IC18/Johnson.htm

LOUREIRO, C. F. B. Trajetória e Fundamentos da Educação Ambiental. 4º ed. São Paulo. Cortez, p.165. 2012.

LOUREIRO, C. F. B. Teoria Crítica. In: Ferraro Júnior, L.A. (Org.) Encontros e caminhos: Formação de Educador(es) Ambientais e Coletivos Educadores. Brasília: MMA, Diretoria de Educação Ambiental, 325-332. 2005.

LOUREIRO, C. F. B; TORRES, J. R.(Org). Educação Ambiental: dialogando com Paulo Freire. 1º ed. São Paulo: Cortez, 184p. 2014.

LOUREIRO, C. F. B. Educação Ambiental Crítica: contribuições e desafios. In: Mello, S S. Trajber R. (Org.) Vamos cuidar do Brasil: conceitos e práticas em educação ambiental na escola. Ministério da Educação, Coordenação Geral de Educação Ambiental: Ministério do Meio Ambiente, Departamento de Educação Ambiental: UNESCO, Brasília. 2007.

MAIA, J.S Da S. Educação Ambiental Crítica e Formação de Professores. 1º ed. Curitiba: Appris, p.240. 2015.

MEDINA, N.M; SANTOS, E. C. Educação ambiental. Uma metodologia participativa de formação. Petrópolis: Vozes. 2000.

PANITZ. T. Collaborative Versus Cooperative Learning: Comparing the Two Definitions Helps Understand the nature of Interactive learning" Cooperative Learning and College Teaching, V8, No. 2, 1997. Acesso em 04 de out 2017. http://home.capecod.net/~tpanitz/tedsarticles/coopdefinition.htm

PIERSON, A. H. C. O cotidiano e a busca de sentido para o ensino de física. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade de São Paulo, São Paulo. 1997.

QUARESMA, P.C.M. Concepção e exploração de uma WebQuest para a introdução ao ensino da física. Dissertação (Mestrado em Comunicação e Educação em Ciência). Portugal. 2007.

REIGOTA, M. Meio Ambiente e representação social. 3 ed. São Paulo. 1998.

SAUVÉ, L. Uma cartografia das correntes em Educação Ambiental. In: Sato, M & Carvalho, I. C. M. (Orgs.). Educação Ambiental. Porto Alegre: Artmed. 2005.

SILVA. T. E.M; Bernardinelli S; Souza F.F; Matos A.P; Zuin V.G. Desenvolvimento e Aplicação de Webquest para Ensino de Química Orgânica: Controle Biorracional da Lagarta-do-Cartucho do Milho. In: Química nova escola. São Paulo - SP. Vol. 38, N° 1, 47-53. 2016.

STRUGAL, D. Webquest elaborada com a temática água: possibilidades de ensino e pesquisa. Monografia. Licenciatura em Ciências Biológicas. Repositório Faculdade Guairacá. Guarapuava-PR. 2010.




DOI: https://doi.org/10.14295/remea.v35i3.7940

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2018 REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Indexadores
Portal de Periódicos - Capes Repositório DSpace Portal do Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas - IBICT Diadorim Diretório de Políticas de Acesso Aberto das Revistas Científicas Brasileiras Google Acadêmico The Elektronische Zeitschriftenbibliothek (Alemanha) OEI - Biblioteca Digital Diretório Luso-Brasileiro Repositórios e Revistas de Acesso Aberto LATINDEX REDIB (Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico)
Rev. eletrônica Mestr. Educ. Ambient., E-ISSN 1517-1256, ISSN 2318-4884, Rio Grande, Brasil.