Entendimentos e Práticas de Ensino de Professores Universitários em Educação Ambiental

Ângelo Francklin Pitanga, Aline Lima de Oliveira Nepomuceno, Maria Inêz Oliveira Araujo

Resumo


Diante da documentada crise socioambiental e passados 40 anos da Conferência de Tbilisi, vista como um dos principais eventos sobre Educação Ambiental. O presente artigo tem por objetivo discutir sobre os entendimentos e práticas de ensino de professores de química que lecionam em cursos de formação inicial e pós-graduação de uma instituição pública federal de ensino. Referenciados pela vertente crítica da Educação Ambiental e fundamentos da pesquisa qualitativa, a investigação foi conduzida de modo que, os resultados obtidos com a realização de entrevistas semiestruturas apontaram o predomínio de entendimentos conservacionistas/recursistas, e de práticas de ensino que são objetos de questionamentos.

Palavras-chave


Educação Ambiental. Práticas de Ensino. Formação de professores.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14295/remea.v34i1.6692

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2017 REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Indexadores
Portal de Periódicos - Capes Repositório DSpace Portal do Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas - IBICT Diadorim Diretório de Políticas de Acesso Aberto das Revistas Científicas Brasileiras Google Acadêmico The Elektronische Zeitschriftenbibliothek (Alemanha) OEI - Biblioteca Digital Diretório Luso-Brasileiro Repositórios e Revistas de Acesso Aberto LATINDEX REDIB (Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico)
Rev. eletrônica Mestr. Educ. Ambient., E-ISSN 1517-1256, ISSN 2318-4884, Rio Grande, Brasil.