Educação ambiental: análise comparativa dos dados obtidos com os atores sociais de uma escola pública de ensino médio de Campina Grande – PB

Layana Dantas Alencar, Maria de Fátima Nóbrega Barbosa, Erivaldo Moreira Barbosa

Resumo


O estudo objetivou realizar um comparativo da percepção dos atores sociais, mais diretamente envolvidos com uma escola pública de Campina Grande - PB, acerca das relações entre a PNEA e as práticas de Educação Ambiental. Utilizou-se no estudo o método hermenêutico-sistêmico e o estudo de caso. Observou-se certo descompasso entre as opiniões de cada ator social, bem como elevado nível de distanciamento entre o os fundamentos da Educação Ambiental e as práticas ambientais da instituição. Outros fatores contribuem para a não inserção da Educação Ambiental, dentre eles, a falta de formação complementar dos docentes, o apego ao ensino tradicional e a inércia do Poder Público. Conclui-se que a não aplicabilidade da PNEA ainda é bem considerável, sendo este fator contribuinte para a não inserção da Educação Ambiental na escola.

Palavras-chave


Educação Ambiental; PNEA; Escola Pública

Texto completo:

PDF

Referências


BARBOSA, E. M.. Método hermenêutico-sistêmico aplicado ao direito ambiental e dos recursos naturais. Fórum de direito urbano e ambiental – FDUA, Belo Horizonte, ano 9, nº 50, p. 35-40, mar./abr. 2010.

BRASIL. Constituição Federal de 1988. Brasília-DF, 1988. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Constituicao/Constituicao.htm. Acesso em: 20 jul. 2014.

BRASIL. Política Nacional de Educação Ambiental, Lei nº 9.795. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 27 abr. 1999. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L9795htm. Acesso em: 20 jul. 2014.

BRASIL. Política Nacional do Meio Ambiente, Lei nº 6.938. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 31 Ago. 1981. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L6938.htm. Acesso em: 20 jul. 2014.

COIMBRA, J. Á. A.. O Outro Lado do Meio Ambiente. 2. ed. São Paulo: Millenium, 2002.

CONSELHO NACIONAL DO MEIO AMBIENTE. Resolução nº 306, de 05 de julho de 2002. Estabelece os requisitos mínimos e o termo de referência para realização de auditorias ambientais. Diário Oficial da União, Brasília-DF, de 19 de julho de 2002, Seção 1, páginas 75-76. Disponível em: http://www.mma.gov.br/port/conama/legiabre.cfm?codlegi=306. Acesso em: 19 jul. 2014.

CZAPSKI, S. Divisor de Águas. In: Os diferentes matizes da educação ambiental no Brasil: 1997 - 2007. Brasília, DF: Ministério do Meio Ambiente, 2008. p. 58 - 65.

FERREIRA, H. S. Política Ambiental Constitucional. In: CANOTILHO, J. J. G.; LEITE, J.R.M. (orgs.) Direito constitucional ambiental brasileiro. 5. ed. rev. – São Paulo: Saraiva, 2012. p. 261-294.

FREIRE, P. Pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987, 17 edição. Disponível em: http://portal.mda.gov.br/portal/saf/arquivos/view/ater/livros/Pedagogia_do_Oprimido.pdf. Acesso em: 19 jul. 2014.

GIL, A. C.. Como Elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

GUIMARÃES, M. A dimensão ambiental na educação. 7. ed. Campinas - SP: Papirus, 1995.

JACOBI, P.. Educação ambiental: o desafio da construção de um pensamento crítico, complexo e reflexivo. Educação e Pesquisa, v. 31, n. 2, p. 233-250, 2005.

JACOBI, P.. Educação e meio ambiente – transformando as práticas. In: Revista Brasileira de Educação Ambiental. Brasília: Rede Brasileira de Educação Ambiental, 2004. p. 28-35.

LAYRARGUES, P. P.. A conjuntura da institucionalização da política nacional de educação ambiental. OLAM - Ciência & Tecnologia. Rio Claro, v. 2, n. 1, p. 1-14, abr. 2002.

LEFF, E. Saber Ambiental: Sustentabilidade, Racionalidade, Complexidade e Poder. Petrópolis, Vozes, 2001.

LIPAI, E. M.; LAYRARGUES, P. P.; PEDRO, P. P.. Educação Ambiental na Escola: tá na lei. In: Vamos cuidar do Brasil: conceitos e práticas em educação ambiental na escola. Brasília: Ministério da Educação, Coordenação Geral de Educação Ambiental: Ministério do Meio Ambiente, Departamento de Educação Ambiental: UNESCO, 2007. p. 23-32.

LOUREIRO, C. F. B.. Educar, participar e transformar em educação ambiental. In: Revista Brasileira de Educação Ambiental. Brasília: Rede Brasileira de Educação Ambiental, 2004. p. 13-20.

LOUREIRO, C. F. B.. Trajetória e Fundamentos da Educação Ambiental. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2006.

MILARÉ, É.. Direito do ambiente: doutrina, jurisprudência, glossário. 6. ed. Rev., atual. e ampl. - São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, 2009.

NOVICKI, V; SOUZA, D. N.. Políticas públicas de educação ambiental e a atuação dos Conselhos de Meio Ambiente no Brasil: perspectivas e desafios. Ensaio: avaliação e políticas públicas em Educação, Rio de Janeiro, v. 18, n. 69, p. 711-736, out./dez. 2010.

RICHARDSON, R. J.. Pesquisa social: métodos e técnicas. São Paulo: Atlas, 1989.

SANTOS, A. S. Os desencontros entre sustentabilidade e realidade social e as possibilidade da educação ambiental. Cadernos da Escola de Educação e Humanidades, Curitiba, vol. 1, 04 (2009), p. 43-51.

SANTOS, M. E. P. dos. Algumas considerações acerca do conceito de sustentabilidade: suas dimensões política, teórica e ontológica. In: RODRIGUES, A. M. Desenvolvimento sustentável, teorias, debates e aplicabilidades. Campinas: UNICAMP/IFCH, 1996, p. 13-48.

SILVA, M.M.P.; LEITE, V. D. Estratégias para realização de educação ambiental em Escolas do ensino fundamental. Revista Eletrônica Mestrado de Educação Ambiental, vol. 20, jan./jun. 2008.

YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. Tradução: Daniel Grassi - 2. ed. Porto Alegre: Bookman, 2001.




DOI: https://doi.org/10.14295/remea.v32i1.4921

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2015 REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado de Educação Ambiental

URL da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc/3.0/br/

Indexadores
Portal de Periódicos - Capes Repositório DSpace Portal do Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas - IBICT Diadorim Diretório de Políticas de Acesso Aberto das Revistas Científicas Brasileiras Google Acadêmico The Elektronische Zeitschriftenbibliothek (Alemanha) OEI - Biblioteca Digital Diretório Luso-Brasileiro Repositórios e Revistas de Acesso Aberto LATINDEX REDIB (Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico)
Rev. eletrônica Mestr. Educ. Ambient., E-ISSN 1517-1256, ISSN 2318-4884, Rio Grande, Brasil.