SONS, CORPO, SENSIBILIZAÇÃO: DIÁLOGOS ENTRE A MÚSICA E A EDUCAÇÃO AMBIENTAL

Andréia A. Marin, Cláudio Avanso Pereira

Resumo


O presente ensaio trata da percepção ambiental, mais precisamente do sujeito percepiente que é afetado pelos fenômenos do meio em que se insere. O foco das reflexões é a dessensibilização dos sentidos provocada por modos de viver na atualidade e a defesa de uma ressignificação da corporeidade na criação de novas subjetividades, novos modos de viver e novas formas de relação com o meio e com o outro. A estrutura argumentativa passa pelas reflexões fenomenológicas de Merleau-Ponty e de alguns pensadores da teoria estética, pelas quais tentamos destacar: a diluição de uma consciência destacada do mundo; a importância da corporeidade no fenômeno da percepção; a necessidade de ressensibilização dos sentidos na construção de novas subjetividades e novos modos de relação com o meio e com o outro. Perseguindo a elucidação desse foco, tratamos da arte, especialmente da música, tanto como oportunidades de sensibilização quanto como experiência de indeterminações que podem ressignificar nossas concepções de educação ambiental.

Palavras-chave


Música. Educação ambiental. Experiência estética. Sensibilização.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14295/remea.v22i0.2832

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2014 REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado de Educação Ambiental



Indexadores
Portal de Periódicos - Capes Repositório DSpace Portal do Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas - IBICT Diadorim Diretório de Políticas de Acesso Aberto das Revistas Científicas Brasileiras Google Acadêmico The Elektronische Zeitschriftenbibliothek (Alemanha) OEI - Biblioteca Digital Diretório Luso-Brasileiro Repositórios e Revistas de Acesso Aberto LATINDEX REDIB (Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico)
Rev. eletrônica Mestr. Educ. Ambient., E-ISSN 1517-1256, ISSN 2318-4884, Rio Grande, Brasil.