A transversalização da Educação Ambiental no currículo do curso de Oceanologia: uma análise a partir da Proposta Metodológica de Ambientalização Curricular - PMAC

Isis Torales Da Silva, Dione Kitzmann

Resumo


Entre as áreas que integram as Ciências do Mar, a Oceanografia é considerada a mais antiga e tradicional. Em sua vertente Clássica, toma por base os quatro ramos temáticos (Biologia, Química, Geologia e Física) do ambiente marinho e costeiro e das suas zonas de transição. Contudo, é reconhecível a carência do componente social como um dos eixos temáticos do campo. Desta forma, apresentamos neste artigo uma alternativa para contribuir na reversão desse cenário, através da implementação da PMAC – Proposta Metodológica de Ambientalização Curricular (MOTA & KITZMANN, 2018) no currículo do curso de Oceanologia da Universidade Federal do Rio Grande, para que, por meio da transversalização dos princípios e fundamentos da Educação Ambiental, ambientalize-se o currículo do curso de forma a inserir interdisciplinarmente o componente social.

Palavras-chave


Ambientalização Curricular; Educação Ambiental; Oceanologia.

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Lei nº 9.795. Dispõe sobre a educação ambiental, institui a Política Nacional de Educação Ambiental e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 28 abr. 1999. Disponível em . Acesso em: 2020-01-22.

BRASIL. Lei nº 11.760. Dispõe sobre o exercício da profissão de Oceanógrafo. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 1 ago. 2008. Disponível em < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-2010/2008/Lei/L11760.htm >. Acesso em: 2019-04-29.

BRASIL. Parecer CNE/CES Nº: 224/2012. Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais do curso de graduação em Oceanografia, bacharelado, e dá outras providências. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação/Câmara de Educação Superior. Brasília, DF. 5 jun. 2012. 2012a. Disponível em . Acesso em: 2019-04-29.

BRASIL. Resolução Nº 2. Estabelece as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Ambiental. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Conselho Pleno. Brasília, DF, 15 jun. 2012. 2012b. Disponível em: . Acesso em: 2019-05-03.

CARVALHO, Isabel Cristina de Moura. A invenção ecológica: narrativas e trajetórias da educação ambiental no Brasil. Ed. da UFRGS, 2001.

CASTELLO, Jorge Pablo; &, KRUG, Luiz Carlos (Ed.). Introdução às ciências do mar. Editora Textos, 2015.

DA SILVA, Isis Torales. O Campo da Educação Ambiental: Macrodiagnóstico dos Grupos de Pesquisa em Atividade no Brasil. Monografia (Graduação em Oceanologia) - Instituto de Oceanografia, Universidade Federal do Rio Grande. Rio Grande, 2017.

GUIMARÃES, Mauro. A formação de educadores ambientais. São Paulo: Papirus, 2004.

KITZMANN, Dione Iara Silveira. Ambientalização de Espaços Educativos: aproximações metodológicas. Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental, v. 18, p. 553-574, 2007.

KRUG, Luiz Carlos. A constituição de Educadores Ambientais no campo das Ciências do Mar: estudo de caso do Curso de Oceanologia da FURG. 2018. Tese (Doutorado em Educação Ambiental) – Programa de Pós-graduação em Educação Ambiental, Universidade de Federal do Rio Grande, Rio Grande, 2018.

LAYRARGUES, Philippe Pomier; &, LIMA, Gustavo Ferreira da Costa. Mapeando as macro-tendências político-pedagógicas da educação ambiental contemporânea no Brasil. Encontro Pesquisa em Educação Ambiental, v. 6, p. 1-5. 2011

MOURA, Gustavo Goulart Moreira. Guerras nos mares do sul: a produção de uma monocultura marítima e os processos de resistência. 2014. Tese (Doutorado em Ciências Ambiental) – Programa de Pós-graduação em Ciência Ambiental, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014.

MOURA, Gustavo Goulart Moreira. Avanços em Oceanografia Humana: o socioambientalismo nas Ciências do Mar. 2017.

MOTA, Junior Cesar; &, KITZMANN, Dione Iara Silveira. O Processo de Ambientalização Curricular na Educação Superior: uma Proposta Metodológica. Cadernos de Pesquisa: Pensamento Educacional, v. 13, p. 318-334. 2018.




DOI: https://doi.org/10.14295/remea.v37i1.11032

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2020 REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Indexadores
Portal de Periódicos - Capes Repositório DSpace Portal do Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas - IBICT Diadorim Diretório de Políticas de Acesso Aberto das Revistas Científicas Brasileiras Google Acadêmico The Elektronische Zeitschriftenbibliothek (Alemanha) OEI - Biblioteca Digital Diretório Luso-Brasileiro Repositórios e Revistas de Acesso Aberto LATINDEX REDIB (Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico)
Rev. eletrônica Mestr. Educ. Ambient., E-ISSN 1517-1256, ISSN 2318-4884, Rio Grande, Brasil.