Concepções sobre Educação Ambiental: desafios para pensar situações metodológicas e o ensino de Ciências

Eduarda da Silva Lopes, Franciele Siqueira Radetzke, Roque Ismael Da Costa Güllich

Resumo


A Educação Ambiental (EA) relacionada aos ecossistemas pode estar remetida a diversas concepções diante das práticas e metodologias empregadas nos espaços de ensino. Nesse sentido, o presente trabalho traz um levantamento feito nas publicações dos últimos 5 anos (2015 a 2019) da Revista Brasileira de Educação Ambiental (RevBEA), buscando analisar os relatos de experiência nos quais a EA está inserida como prática dentro das escolas e dos espaços de ensino, classificando-as de acordo com as concepções. Observou-se que os resultados expressam uma maior prevalência da concepção Conservadora (42:69), seguida de uma concepção maisSocial (21:69) e com menor frequência uma visão Política (6:69) acerca das práticas relacionadas com a EA. Acreditamos na importância de se potencializar atitudes pró-ambiente que possam perpassar o ambiente escolar.

Palavras-chave


Educação Ambiental; Situações Metodológicas; Espaços de ensino.

Texto completo:

PDF

Referências


CARVALHO, Isabel Cristina de Moura. Educação ambiental: a formação do sujeito ecológico. São Paulo: Cortez, 2004.

CHASSOT, Ático. Alfabetização Científica: questões e desafios para a educação. 2 ed. Ijuí: Editora UNIJUÍ, 2001.

CHIERRITO-ARRUDA, Eduardo et al. Comportamento pró-ambiental e reciclagem: revisão de literatura e apontamentos para as políticas públicas. Ambiente & Sociedade, São Paulo, v. 21, p.1-18, ago. 2018. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/asoc/v21/pt_1809-4422-asoc-21-e02093.pdf. Acesso em: 24 set. 2019.

FRANCO, Ronan Moura; MELLO, Elena Maria Billig; FREITAS, Diana Paula Salomão de. Indícios da formação de emoções provocadas por um estudo da realidade: articulações entre a Neurociência e a perspectiva Estético-ambiental da Educação.Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental – REMEA, v. 36, n. 3, p. 43-64, 2019. Disponível em: https://periodicos.furg.br/remea/article/view/9450/6287. Acesso em: 06 fev. 2020.

FREIRE, Paulo.Cartas à Guiné-Bissau: Registro de uma experiência em processo. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1978.

GAUTHIER, Clermont. Por uma teoria da pedagogia: pesquisas contemporâneas sobre o saber docente. Ijuí: Unijuí, 2006.

GÜLLICH, Roque Ismael da Costa (Org.). Movimento formativos: desafios para pensar a educação em ciências e matemática. Tubarão: Copiart, 2016, p. 93-112.

GÜLLICH, Roque Ismael da Costa. Formar e Ensinar (educar) para o cuidado com o ambiente. Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental, Ed. Especial EDEA, n. 2, p. 158-171, 2019. Disponível em: http://epea.tmp.br/epea2017_anais/pdfs/plenary/0224.pdf. Acesso em: 09 jun.2019.

LEITE, Fabiane de Andrade; RADETZKE, Franciele Siqueira. Contextualização no ensino de ciências: compreensões de professores da educação básica. VIDYA, v. 37, n. 1, p. 273-286, 2017. Disponível em: https://periodicos.ufn.edu.br/index.php/VIDYA/article/viewFile/1560/1900. Acesso em: 06 out. 2019.

LÜDKE, Menga; ANDRÉ, Marli. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: Epu, 2001.

MACIEL, Eloisa Antunes; TEICHMANN, Karen RafaellyRigodanzo; GÜLLICH, Roque Ismael da Costa. A educação ambiental e suas concepções no ensino de ecologia.

RELACult – Revista Latino-Americana de Estudos em Cultura e Sociedade. Rio Grande, v.4, n. 958, p. 1-14, nov. 2018. Disponível em:http://periodicos.claec.org/index.php/relacult/article/view/958. Acesso em: 10 out. 2019.

MELLO, Celina Martins; TRIVELATO, Silvia Frateschi. Concepções em educação ambiental. In: II encontro nacional de pesquisa em educação em ciências. Valinhos, SP: Instituto de Física da Ufrgs, 1999. Disponível em: http://www.abrapecnet.org.br/enpec/ii-enpec/trabalhos/G11.pdf. Acesso em: 22 set. 2019.

SAUVÉ, Lucie. Educação ambiental: possibilidades e limitações. Educação E Pesquisa. São Paulo, v.31, n.2, p. 317-322. Disponível em: https://www.foar.unesp.br/Home/projetoviverbem/sauve-ea-possibilidades-limitacoes-meio-ambiente---tipos.pdf. Acesso em: 3 de nov. 2019.

SCHEID, Neusa Maria John. Sou consumidor: logo, existo! Implicações para a educação científica. Santo Ângelo: Copiart Editora, 2016.

SILVA, Erivanildo Lopes. Contextualização no ensino de química: ideias e proposições de um grupo de professores. Dissertação de mestrado. Instituto de Química da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo, 2007.

SOUZA, Aniele Poersch Schröpfer de; GÜLLICH, Roque Ismael da Costa. A educação ambiental na formação de professores de ciências e biologia. RELACult – Revista Latino-Americana de Estudos em Cultura e Sociedade. Foz do Iguaçu, v. 4, edição especial, p. 1-14. Disponível em: http://periodicos.claec.org/index.php/relacult/article/view/984/550. Acesso em: 02 de fev. 2020.

SOUZA, Josefa Adriana Cavalcante de Ferro; MACHADO, Milena Félix; FERREIRA, Maria Luiza Maciel. Educação ambiental: práticas docentes e aprendizagem dos discentes na escola municipal dr. Gerson jatobá leite, município de Palmeira dos Índios/AL. In: XIII Congresso Nacional de Educação (EDUCERE), 13º, 2017, Curitiba- PR, Anais...Curitiba: Educere Editora. 2960-2969. Disponível em: https://educere.bruc.com.br/arquivo/pdf2017/23147_11848.pdf. Acesso em: 23 set. 2019.




DOI: https://doi.org/10.14295/remea.v37i3.10964

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2020 REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Indexadores
Portal de Periódicos - Capes Repositório DSpace Portal do Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas - IBICT Diadorim Diretório de Políticas de Acesso Aberto das Revistas Científicas Brasileiras Google Acadêmico The Elektronische Zeitschriftenbibliothek (Alemanha) OEI - Biblioteca Digital Diretório Luso-Brasileiro Repositórios e Revistas de Acesso Aberto LATINDEX REDIB (Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico)
Rev. eletrônica Mestr. Educ. Ambient., E-ISSN 1517-1256, ISSN 2318-4884, Rio Grande, Brasil.