Educação Ambiental Popular como concepção formativa: entremeares da Extensão, Ensino e Pesquisa

Lisiane Costa Claro, Roberta Avila Pereira

Resumo


A Educação Ambiental Popular (EAP) contribui à formação num horizonte humanizador, potencializando relações de solidariedade e compromisso pela justiça socioambiental. O texto apresenta o processo de constituição de educadores ambientais populares em formação inicial e continuada por meio da Hermenêutica enquanto caminho epistemológico, viabilizando a leitura compreensiva das relações entre a extensão, ensino e pesquisa com base na proposta do Grupo de Estudos sobre Fundamentos da Educação Ambiental e Popular (GEFEAP) da Universidade Federal do Rio Grande. Considera-se que a EAP como eixo articulador formativo, instiga a redefinição de suas bases num horizonte criativo e transformador da esfera pedagógica, epistêmica e social. Esta redefinição garante o princípio da indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão na universidade pública, reinserindo a extensão no espaço de fundamental potência à pesquisa e ao ensino.

Palavras-chave


Educação Ambiental Popular. Formação. GEFEAP.

Texto completo:

PDF

Referências


BARBOSA, Malba Tahan. Educação Ambiental Popular: A experiência do centro de vivência Agroecológica CEVAE/TAQUARIL. 2002.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia. Digitalizada por Coletivo Sabotagem, 2002. Disponível em: . Acesso: 02.mar.2016.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

FREIRE, Paulo. Professora Sim, Tia não – Cartas a quem ousa ensinar. São Paulo: Olho d’água, 1997.

GONZALEZ-GAUDIANO, Edgar; LORENZETTI, Leonir. Investigação em Educação Ambiental na América Latina: mapeando tendências. Educ. rev. [online]. 2009, vol.25, n.3, pp.191-211. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/edur/v25n3/10.pdf>. Acesso em: 10 ago. 2018

MOREIRA, M. A.; PEREIRA, F. Formar professores para a diversidade linguística nas escolas portuguesas: necessidades, possibilidades e intervenção. In; MOREIRA, M. A.; ZEICHNER, K. M. (orgs.) Filhos de um Deus menor: diversidade linguística e justiça social na formação de professores. Ramada. Edições Pedago, 2014.

PERALTA, Joaquín Esteva. Ambientalismo y educación. Hacia una educación popular ambiental en América Latina. Congreso Iberoamericano de Educación Ambiental. Guadalajara, 1992.

RICOEUR, P. O Si-Mesmo como Outro. Tradução: Inove C. Benedetti. 1ª ed. São Paulo: Editora WMF Martins Fontes, 2014

PEREIRA, V.A. Hermenêutica e Educação Ambiental no contexto do pensamento pós-metafísico. 1ª ed. Juiz de Fora, MG: Garcia edizioni, 2016.




DOI: https://doi.org/10.14295/remea.v36i3.9676

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2019 REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Indexadores
Portal de Periódicos - Capes Repositório DSpace Portal do Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas - IBICT Diadorim Diretório de Políticas de Acesso Aberto das Revistas Científicas Brasileiras Google Acadêmico The Elektronische Zeitschriftenbibliothek (Alemanha) OEI - Biblioteca Digital Diretório Luso-Brasileiro Repositórios e Revistas de Acesso Aberto LATINDEX REDIB (Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico)
Rev. eletrônica Mestr. Educ. Ambient., E-ISSN 1517-1256, ISSN 2318-4884, Rio Grande, Brasil.