A Educação Ambiental no Brasil e na Espanha: reflexões alicerçadas na perspectiva crítica e transformadora

Ionara Cristina Albani, Cláudia da Silva Cousin, Macarena Esteban Ibañez

Resumo


Este artigo apresenta os caminhos trilhados pela Educação Ambiental tanto no Brasil quanto na Espanha, trazendo algumas reflexões sobre o tema. Discute elementos compreendidos como basilares para uma Educação Ambiental alicerçada na perspectiva crítica e transformadora (LOUREIRO, 2012). A partir deste diálogo e desta concepção, considera-se que os debates sobre Educação Ambiental, tanto no Brasil quanto na Espanha, têm surgido a partir da emergência de uma crise social, que vem se acentuando na sociedade e, consequentemente, preocupando e instigando parte da sociedade civil e os Movimentos Sociais que acreditam e lutam por um novo modelo de sociedade, fundamentado nos princípios da Educação Ambiental Crítica e Transformadora.

Palavras-chave


Educação Ambiental Crítica e Transformadora. Brasil. Espanha.

Texto completo:

PDF

Referências


BENAYAS, Javier; GUTIÉRREZ, José; HERNANDÉZ, Norma. La investigación en Educación Ambiental en España. ISBN: 84-8014-513-7, NIPO: 311-03-041-8,

Depósito legal: M. 43320-2003. Madrid: Ministerio de Medio Ambiente, Secretaría, General de Medio Ambiente, Organismo Autónomo Parques Nacionales, 2003.

BRASIL. Ministério do Meio Ambiente. Diretoria de Educação Ambiental; Ministério da Educação-Coordenação Geral de Educação Ambiental. Programa Nacional de Educação Ambiental – ProNEA. 3. ed. Brasília: Ministério do Meio Ambiente, 2005.

BRASIL. Constituição Federal (1988). Constituição da República Federativa do Brasil: texto promulgado em 05 de outubro de 1988. Brasília: Senado Federal, 2013.

CARTEA, Pablo Ángel Meira; SANTIAGO, Miguel Padellas. Proxecto fénix: investigando y actuando en La educación ambiental gallega. Galícia: Centro Nacional de Educación Ambiental, 2010.

DUARTE, Wander de Jesus Barboza. Um paralelo sobre a Educação Ambiental no Brasil e na Espanha. Revista Educação Ambiental em ação, Novo Hamburgo, ISSN 1678-0701, ano XVII, n, 64, jun.-ago. 2018. Disponível em: . Acesso em: 19 fev. 2019.

ESTEBAN IBAÑEZ, Macarena. Educación Ambiental. Evolución y desarrollo en el contexto reglado escolar español. Revista Científica RUNAE, Sevilla-España, ISSN 2550-6854, v. 1, n. 1, m. 1, 2017, p. 221-240. Disponível em: . Acesso em: 18 fev. 2019.

FERNÁNDEZ, Javier García; ORTEGA, Yolanda Sampedro. Un viaje por la educación ambiental en España: Una visita a algunas de las iniciativas: promovidas desde la administración general y autonómica tras la publicación del Libro Blanco. ISBN-10: 84-8014-673-7, ISBN-13: 978-84-8014-673-7, NIPO: 311-06-037-2, Depósito Legal: M.40.292-2006. Madrid: Ministerio de Medio Ambiente – Organismo Autónomo Parques Nacionales, 2006.

LOUREIRO, Carlos Frederico Bernardo (Org.) [et al.]. A questão ambiental no pensamento crítico: natureza, trabalho e educação. Rio de janeiro: Quartet, 2007.

LOUREIRO, Carlos Frederico Bernardo. Trajetória e fundamentos da Educação Ambiental. 4. ed. São Paulo: Cortez, 2012.

MARX, Karl. Processo de trabalho e processo de valorização. In: ANTUNES, Ricardo (org.). A dialética do Trabalho. São Paulo: Expressão Popular, 2004.

MAYER, Michaela. Educación Ambiental: de la acción a la investigación. Enseñanza de lãs Ciências. Roma, Itália, v.16, n.2, 1998, p. 217-231. Disponível em: . Acesso em: 13 fev. 2019.

MÉSZÁROS, Isteván. A educação para além do capital. 2. ed. São Paulo: Boitempo, 2008.

SALORT, Michelle Coelho. O entrelaçamento entre o Ensino de Arte e a Educação Ambiental: para construir, compartilhar, pertencer. 2016. 304 f. Tese (Doutorado em Educação Ambiental) – Programa de Pós-Graduação em Educação Ambiental, Universidade Federal do Rio Grande, Rio Grande, 2016.

SAUVÉ, Lucie. Uma cartografia das correntes em Educação Ambiental. In: SATO, Michèle; CARVALHO, Isabel Cristina Moura (Orgs.). Educação ambiental: pesquisa e desafio. Porto Alegre: Artmed, 2005.

TONET, Ivo. Educação contra o capital. 2. ed. São Paulo: Instituto Lukács, 2012.

TSE-TUNG, Mao. Sobre a prática – sobre a contradição. 1. ed. São Paulo: Expressão Popular, 2009.

UNIVERSIDADE PABLO DE OLAVIDE – UPO. Máster Educación Ambiental. Disponível em: . Acesso em: 25 jan. 2019.




DOI: https://doi.org/10.14295/remea.v36i3.9655

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2019 REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Indexadores
Portal de Periódicos - Capes Repositório DSpace Portal do Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas - IBICT Diadorim Diretório de Políticas de Acesso Aberto das Revistas Científicas Brasileiras Google Acadêmico The Elektronische Zeitschriftenbibliothek (Alemanha) OEI - Biblioteca Digital Diretório Luso-Brasileiro Repositórios e Revistas de Acesso Aberto LATINDEX REDIB (Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico)
Rev. eletrônica Mestr. Educ. Ambient., E-ISSN 1517-1256, ISSN 2318-4884, Rio Grande, Brasil.