As relações de pertencimento na constituição de educadores (as) ambientais
The belonging relationships in the environmental educators' constitution
Las relaciones de pertenencia en la constitución de educadores(as) ambientales

Gessana Damasceno Gomes, Larissa Rodrigues de Oliveira, Elisabeth Brandão Schmidt

Resumo


O texto expõe reflexões acerca da importância das relações de pertencimento na constituição de educadores(as) ambientais, a partir da percepção da fragilidade dos sujeitos em estabelecer vínculos com os lugares. O estudo, embasado em revisão bibliográfica no campo da Educação Ambiental, intenta dar maior visibilidade a essa questão. No Brasil, assim como em outros lugares do mundo, as relações entre os sujeitos estão cada vez mais individualizadas; o sistema capitalista manipula os sujeitos no sentido de privilegiar a obtenção de bens de consumo para a satisfação pessoal, em detrimento de o sujeito ser, de fato, alguém compromissado com as questões coletivas que dizem respeito à sociedade como um todo. Nessa conjuntura, é preciso compreender como os sujeitos estão se relacionando e quais os sentidos que eles atribuem aos seus lugares de pertencimento.

The text exposes reflections concerning the importance of the belonging relationships in the environmental educators' constitution, starting from the fragility perception of the subjects in establishing bonds with the places. The study, based on a bibliographic review in the field of Environmental Education, tries to give greater visibility to this issue. In Brazil, as well as in other parts of the world, the relations between the subjects are increasingly individualized; the capitalist system manipulates the subjects in the sense of privileging the obtaining of consumption goods for the personal satisfaction, to the detriment of the subject being, in fact, in fact, someone committed to the collective issues that refer to society as a whole. At this conjuncture, it’s necessary to understand how the subjects are interacting and what the meanings they attribute to their places of belonging.

El texto expone reflexiones acerca de la importancia de las relaciones de pertenencia en la constitución de educadores(as) ambientales, a partir de la percepción de la fragilidad de los sujetos en establecer vínculos con los lugares. El estudio, basado en revisión bibliográfica en el campo de la Educación Ambiental, intenta dar mayor visibilidad a esa cuestión. En Brasil, así como en otros lugares del mundo, las relaciones entre los sujetos están cada vez más individualizadas, el sistema capitalista manipula a los sujetos en el sentido de privilegiar la obtención de bienes de consumo para la satisfacción personal, en detrimento del sujeto ser, de hecho, alguien comprometido con las cuestiones colectivas que se refieren a la sociedad como un todo. En esa coyuntura, es preciso comprender cómo los sujetos están relacionándose y cuáles son los sentidos que ellos atribuyen a sus lugares de pertenencia.

Palavras-chave


Relações de pertencimento. Lugares. Constituição de Educadores (as) Ambientais.

Texto completo:

PDF

Referências


ÁVILA, Dárcia Amaro; BARROS, Suzana da Conceição. Poluições: discutindo a degradação ambiental na sala de aula – Roteiro experimental – Poluição do solo, p. 168. In: RIBEIRO, Paula Regina Costa; MAGALHÃES, Joanalira Corpes (orgs). Ensino de Ciências: outros olhares, outras possibilidades. Rio Grande, FURG, 2014, p.208.

BAUMAN, Zigmunt. Capitalismo Parasitário e outros temas contemporâneos. A Cultura da Oferta. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2010.

BRANDÃO, Carlos Rodrigues. Comunidades Aprendentes. In: JR, Luis Antônio Ferraro (org.). Encontros e caminhos: formação de educadoras (es) ambientais e coletivos educadores. Brasília: MMA, Diretoria de Educação Ambiental, 2005, v. 01. p. 85-91.

CHAVEIRO, Eguimar Felício; Orgs. MARANDOLA JR, Eduardo; HOLZER, Werter; OLIVEIRA, Lívia de. Qual o espaço do lugar?: geografia, epistemologia, fenomenologia. Corporeidade e Lugar: elos da produção da existência. São Paulo: Perspectiva, 2012.

DIAS, Vânia de Morais Teixeira. Constituindo-se educador ambiental: um estudo das narrativas de professores que fazem educação ambiental na escola/ Vânia de Morais Teixeira Dias-2012, 121 f. Disponível em: . Acesso em: 11 set. 2018.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da indignação – cartas pedagógicas e outros escritos. São Paulo: UNESP, 2000.

GRÜN, Mauro. A importância dos lugares na Educação Ambiental. In: Rev. eletrônica Mestr. Educ. Ambient. ISSN 1517-1256, v. especial, dezembro de 2008.

GUIMARÃES, M. A formação de educadores ambientais. 4. ed. Campinas, SP: Papirus, 2007. 174p.

LEME, Taciana Neto. Conhecimentos Práticos dos Professores e sua Formação Continuada: Um Caminho para a Educação Ambiental na Escola. In: GUIMARÃES, Mauro (org.); Caminhos da educação ambiental. Da forma à ação. Campinas, SP: Papirus, 2 ed. 2007, p.105.

LIMA, Gustavo Ferreira da Costa. Educação, emancipação e sustentabilidade: em defesa de uma pedagogia libertadora para a educação ambiental. In: LAYRARQUES, Philippe Pomier (coord.); Identidades da educação ambiental brasileira/Ministério do Meio Ambiente. Diretoria de Educação Ambiental. – Brasília: Ministério do Meio Ambiente, 2004,156 p.

MARANDOLA JR, Eduardo; Qual o espaço do lugar?: geografia, epistemologia, fenomenologia. Lugar enquanto Circunstancialidade. São Paulo: Perspectiva, 2012.

OLIVEIRA, Lívia de. Qual o espaço do lugar?: geografia, epistemologia, fenomenologia. O Sentido de Lugar. São Paulo: Perspectiva, 2012.

PITANGA, Ângelo Francklin. Crise da Modernidade, Educação Ambiental, Educação para o Desenvolvimento Sustentável e Educação em Química verde: (re) pensando paradigmas. Disponível em: . Acesso em: 17 ago.2018.

SÁ, Laís Mourão. Pertencimento. In: JR, Luis Antônio Ferraro (org.). Encontros e caminhos: formação de educadoras(es) ambientais e coletivos educadores. Brasília: MMA, Diretoria de Educação Ambiental, 2005, v. 01. p. 245 - 255.

SANTOS, Milton. Técnica Espaço, Tempo: Globalização e Meio Técnico-científico informacional. 5.ed. São Paulo: Editora da USP, 2013.




DOI: https://doi.org/10.14295/remea.v0i2.8880

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2019 REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Indexadores
Portal de Periódicos - Capes Repositório DSpace Portal do Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas - IBICT Diadorim Diretório de Políticas de Acesso Aberto das Revistas Científicas Brasileiras Google Acadêmico The Elektronische Zeitschriftenbibliothek (Alemanha) OEI - Biblioteca Digital Diretório Luso-Brasileiro Repositórios e Revistas de Acesso Aberto LATINDEX REDIB (Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico)
Rev. eletrônica Mestr. Educ. Ambient., E-ISSN 1517-1256, ISSN 2318-4884, Rio Grande, Brasil.