Concepções de munícipes da cidade de Rio Claro sobre a arborização urbana

Éllen da Silva Garcia, Dalva Maria Bianchini Bonotto

Resumo


Com a intensa urbanização e crescimento das cidades, o tema arborização urbana se torna um tema importante dentro das questões ambientais discutidas e praticadas atualmente. Visto que nem sempre a população reconhece a importância das árvores, este trabalho teve a finalidade de investigar as concepções de munícipes da cidade de Rio Claro-SP sobre a arborização urbana, tentando analisar os significados do tema para essa população. Para atingir esse objetivo, usou-se a abordagem qualitativa, com entrevistas semiestruturadas; levando em consideração, além das respostas obtidas, as circunstâncias e o ambiente ao qual o entrevistado está inserido. A maioria dos entrevistados, aparentemente, reconhece a importância da arborização urbana; embora, muitas vezes, de forma utilitarista e antropocêntrica. Perspectiva que a educação ambiental pode ajudar a ser superada para que o reconhecimento das árvores seja ampliado, envolvendo, além dos conhecimentos, valores e ações mais apropriadas.

Con la intensa urbanización y crecimiento de las ciudades, se hace importante el tema de arborización urbana, haciendo parte de las cuestiones ambientales discutidas actualmente. Dado que no siempre la población comprende esa necesidad, no reconociendo los árboles como importantes, este trabajo tuvo la finalidad de investigar las concepciones de algunos residentes de la ciudad de Río Claro sobre la arborización urbana, intentando analizar los significados del tema para esa población. Para alcanzar ese objetivo, se utilizó el abordaje cualitativo, con entrevistas semi estructuradas, tomando en consideración, además de las respuestas obtenidas, las circunstancias y el ambiente al cual el entrevistado está inserto. La mayoría de los entrevistados, aparentemente, reconoce la importancia de la arborización urbana, aunque a menudo, de forma utilitarista y antropocéntrica. Perspectiva que la educación ambiental puede ayudar a ser superada para que el reconocimiento de los árboles sea ampliado, ofreciendo, además de los conocimientos, valores y acciones más apropiados.

The intense urbanization and growth of big cities has become the urban afforestation an important subject within the environmental issues. This research purposes an investigation of Rio Claro citizens opinion about the subject since the population usually refuses to recognize the importance of the trees. Qualitative approach with semi-structured interviews was used to achieve this goal, takin into account the circumstances and the environment where the interviewee was inserted. Most respondents apparently recognize the importance of urban forestation; though often utilitarian and anthropocentric. It's expected that environmental education can provide the recognition of trees, involving a positive attitude about environment.

Palavras-chave


árvores, arborização urbana, educação ambiental.

Texto completo:

PDF

Referências


CADORIN, A. C. A Arborização Viária no Município De Pato Branco – PR e suas relações com solos urbanos e percepção dos moradores. 2013.155f. Dissertação. (Mestrado em Desenvolvimento Regional) - Universidade Tecnológica Federal Do Paraná, Pato Branco, 2013.

CARVALHO, I. C. M. Educação Ambiental: Cortez. 2008.

CARVALHO, L. M. Educação e Meio Ambiente na Escola Fundamental: perspectivas e possibilidades. In: Projeto-Revista de educação: Ciências: que tema eleger? Porto Alegre: Projeto, vol. 1, n.1, p. 35-39, 1999.

DOBBERT, L. Y. Arborização na cidade de Campinas/SP- percepção e conforto. Tese 186 p. 2015. (Doutorado em Ciências) - Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2015.

LAYRARGUES, P. P. Identidades da educação ambiental brasileira. Brasília: Ministério do Meio Ambiente, 2004.

LUDKE, M.; ANDRÉ, M. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, 1986.

MONICO, I.M. Avaliação e arborização na cidade de Piracicaba – SP um olhar sobre a questão à luz da educação ambiental. 2001. 165 p. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais) - Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2001.

MOURA, I. R. Arborização urbana: Estudo das praças do bairro centro de Teresina. 2010. 127p. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Instituto de Geociências, Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, 2010.

NARCIZO, K. R. S. Uma análise sobre a importância de trabalhar educação ambiental nas escolas. Revista eletrônica do mestrado em educação ambiental. ISSN 1517-1256, v. 22, janeiro a julho de 2009. Disponível em: http://www.seer.furg.br/remea/article/view/2807/1583. Acesso em mai. 2015.

NICOLETTI, F. et al. Atlas Municipal Escolar: Geográfico, histórico, ambiental. Rio Claro: FAPESP: Prefeitura Municipal de Rio Claro: UNESP- Campus Rio Claro, 2001, 112p.

SARTI, A., C. Floresta urbana: propostas de gestão e subsídios para políticas públicas em Rio Claro (SP). Tese. 2009 (Doutorado em Geografia). Universidade Estadual Paulista, Rio Claro. 2009. 179 fls.

VALENTIN, L. Projetos de educação ambiental no contexto escolar: concepções e práticas. 2005.175p. Dissertação (Mestrado em Educação) Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, 2005.




DOI: https://doi.org/10.14295/remea.v34i3.7051

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2017 REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Indexadores
Portal de Periódicos - Capes Repositório DSpace Portal do Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas - IBICT Diadorim Diretório de Políticas de Acesso Aberto das Revistas Científicas Brasileiras Google Acadêmico The Elektronische Zeitschriftenbibliothek (Alemanha) OEI - Biblioteca Digital Diretório Luso-Brasileiro Repositórios e Revistas de Acesso Aberto LATINDEX REDIB (Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico)
Rev. eletrônica Mestr. Educ. Ambient., E-ISSN 1517-1256, ISSN 2318-4884, Rio Grande, Brasil.