A educação ambiental e a proposta Ecosófica. Uma micropolítica no cenário contemporâneo

Ana Paula Dos Santos Rivaroli, Roselaine Machado Albernaz

Resumo


As incertezas do mundo contemporâneo nos provocam a produzir outras maneiras de pensar, atuar e sentir o mundo. A realidade é complexa e suas forças tendem a evidenciar, com o capitalismo neoliberal, uma prevalência do consumo e do econômico em prol da alteridade. Nesse sentido, entendemos que é necessário questionar e criar outras possibilidades de pensar a Educação Ambiental (EA). Desejamos realizar este desafio a partir desta escrita, problematizando o conceito de Ecosofia, de Félix Guattari, que articula as Três Ecologias (ambiental, social e mental). Acreditamos que esse conceito pode potencializar a tarefa da EA e a necessidade que dela se faz para atentarmos ao nosso cotidiano e ao mundo em que vivemos.

The contemporary world’s uncertainties provoke us to produce other ways of thinking, acting and feeling the world. The reality is complex and its strengths tend to evidence, as the liberal capitalism, a prevalence of the consumerism and the economics in favor of otherness. In this sense, we understand that is necessary to question and create other possibilities of thinking the environmental education (EE). We wish to accomplish this challenge from this writing, problematizing the concept of Ecosophy, from Felix Guatari, that articulates the Three Ecologies (environmental, social and mental). We believe that this concept can potentiate the task of EE and the need of it is made to attempt to our daily life and the word we live in.

Las inseguridades del mundo contemporáneo nos mueven a producir otros modos de pensar, actuar y sentir el mundo. La realidad es compleja y sus fuerzas tienden a evidenciar, con el capitalismo neoliberal, una prevalencia del consumo y de lo económico en pro de la alteridad. En este sentido, entendemos que es necesario cuestionar y crear otras posibilidades de pensar en la Educación Ambiental (EA). Este desafío deseamos realizar a partir de esta escrita, problematizando el concepto de Ecosofía de Félix Guattari, que articula las Tres Ecologías (ambiental, social y la mental). Creemos que ese concepto puede potencializar la tarea de EA y la necesidad que de ella se hace que miremos para nuestro cotidiano y el mundo en que vivimos.

Palavras-chave


Contemporaneidade; Educação ambiental; Ecosofia

Texto completo:

PDF

Referências


CARVALHO, Isabel Cristina de M. Educação ambiental crítica: nomes e endereçamentos da educação. Identidades da educação ambiental brasileira / Ministério do Meio Ambiente. Diretoria de Educação Ambiental; Philippe Pomier Layrargues (coord.). – Brasília: Ministério do Meio Ambiente, 2004.

GARRÉ, Bárbara Hees; HENNING, Paula Corrêa. Modos de atualizar o enunciado catastrófico do Planeta Terra na revista Veja. ETD – Educação Temática Digital, Campinas, SP, v.16, n.3, p.426-439, set./dez. 2014. ISSN 1676-2592. Disponível em: . Acesso em: 10 julho 2016.

GUATTARI, Félix. As três ecologias. Tradução Maria Cristina F. Bittencourt; Revisão da tradução Suely Rolnik. 21 ed. Campinas: Papirus, 2012a.

GUATTARI, Félix. Caosmose: um novo paradigma estético. Tradução Ana Lucia de Oliveira e Lucia Claudia Leão. 2ª ed. São Paulo: Editora 34, 2012b.

GUATTARI, Félix. ¿Qué es la ecosofia?: textos presenteados y agenciados por Stéphane Nadaud. 1º ed. Ciudad Autónoma de Buenos Aires: Cactus, 2015.

GUATTARRI, Félix; ROLNIK, Suely. MICROPOLÍTICA: Cartografias do desejo. 10ª ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2010.

HOME. Produção de Denis Carot e Luc Besson. Direção: YannArthus-Bertrand. Roteiro: Isabelle Delannov, YannArthus-Bertrans, Denis Carot e Yen Le Van. França: Europa Filmes, 2009. Documentário (90min.), DVD.Disponível em: . Acesso em: 23 out. 2015.

LARROSA, J.; Et al. Caminhos Investigativos I: novos olhares na pesquisa em educação/Marisa Vorraber Costa (Organizadora). 3ª Ed. Rio de Janeiro: Lamparina Editora, 2007.

LOUREIRO, Carlos Frederico B. Trajetória e fundamentos em educação ambiental. São Paulo: Cortez, 2004.

MAGNAVITA, Alexey Dodsworth. A filosofia para questões urgentes. Filosofia: ciência e vida, Ano VI. Nº 72. Julho 2012.

RATTO, Cleber Gibbon, HENNING, Paula Corrêa. Urgências sócio-ambientais contemporâneas: por uma ética do cuidado planetário ante a política do medo. Disponível em: . Acesso em: 15 ago. 2016.

ROLNIK, Suely. À sombra da cidadania: alteridade, homem da ética e reinvenção da democracia. Boletim de Novidades, Pulsional – Centro de Psicanálise, São Paulo, SP, Livraria Pulsional, Ano V, n.41:33-42, set.1992. Disponível em: . Acesso em 29 maio 2017.

SANT’ANNA, Denise B. de. Corpos de passagem: ensaios sobre a subjetividade Contemporânea. São Paulo: Estação Liberdade, 2001.

SERRES, Michel. Tempo de crise. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2017.

SOARES, Leonardo Barros; MIRANDA, Luciana Lobo. Produzir subjetividades: o que significa? Disponível em: . Acesso em 29 maio 2017.




DOI: https://doi.org/10.14295/remea.v34i2.7022

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2017 REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Indexadores
Portal de Periódicos - Capes Repositório DSpace Portal do Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas - IBICT Diadorim Diretório de Políticas de Acesso Aberto das Revistas Científicas Brasileiras Google Acadêmico The Elektronische Zeitschriftenbibliothek (Alemanha) OEI - Biblioteca Digital Diretório Luso-Brasileiro Repositórios e Revistas de Acesso Aberto LATINDEX REDIB (Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico)
Rev. eletrônica Mestr. Educ. Ambient., E-ISSN 1517-1256, ISSN 2318-4884, Rio Grande, Brasil.