ECOLOGIA COSMOCENA: uma perspectiva ontológica para Educação Ambiental

Vilmar Alves Pereira

Resumo


Este texto tem a pretensão de propor ao campo dos Fundamentos da Educação Ambiental uma nova compreensão sobre as discussões no que se refere à relação humanidade-natureza. Reconhecendo o horizonte da era Antropocena, em que se avalia o impacto das atividades humanas como determinantes na alteração ecológica do planeta, sugerimos uma Ecologia que denominamos Cosmocena – não enquanto uma era, mas enquanto uma necessidade hermenêutica de reposicionarmos a referida relação. Trata-se de um estudo de inspiração em leituras da Hermenêutica (Gadamer, 2002); Física Quântica e Ecologia (Capra, 2006; 2011); Pensamento Pós-Metafísico (Habermas, 2002; Leff, 2006); Astrofísica e Filosofia – Inteligência Espiritual (Zohar; Marshall, 2012); Ecologia e Ética (Boff, 2012); Ambientalismo e Medicina (Lovelock, 2010), e Biodiversidade (Wilson, 2008). Esses referenciais nos indicam a possibilidade de uma ecologia com maior sintonia entre a natureza e a humanidade, redefinindo olhares, vivências e aprendizagens com o cosmos.

Palavras-chave


Antropocena. Ecologia. Cosmocena. Reposicionamento. Humano.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14295/remea.v0i0.5965

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2016 REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado de Educação Ambiental

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Indexadores
Portal de Periódicos - Capes Repositório DSpace Portal do Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas - IBICT Diadorim Diretório de Políticas de Acesso Aberto das Revistas Científicas Brasileiras Google Acadêmico The Elektronische Zeitschriftenbibliothek (Alemanha) OEI - Biblioteca Digital Diretório Luso-Brasileiro Repositórios e Revistas de Acesso Aberto LATINDEX REDIB (Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico)
Rev. eletrônica Mestr. Educ. Ambient., E-ISSN 1517-1256, ISSN 2318-4884, Rio Grande, Brasil.