Educação ambiental em parque estadual: o projeto Saneamento e Cidadania da Companhia de Saneamento do Pará (COSANPA)
Environmental education at the state park: the project Sanitation and Citizenship of the Companhia de Saneamento do Pará (COSANPA)

José Bittencourt da Silva

Resumo


O presente texto expõe e analisa o Projeto de Educação Ambiental Saneamento e Cidadania desenvolvido dentro do Parque Estadual do Utinga (PEUt) pela Companhia de Saneamento do Pará (COSANPA). O paper resulta de informações bibliográficas, documentais e pesquisa qualitativa de campo fortemente marcada pelo viés etnográfico. O texto ressalta as características preservacionistas do projeto analisado, o qual ratifica a hegemonia do viés ideológico-conceitual próprio das análises conservadoras que dominam a EA no estado do Pará.

Palavras-chave


Educação Ambiental. Parque Estadual do Utinga. Projeto Saneamento e Cidadania.

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRÉ, Marli Eliza. Etnografia da prática escolar. 2ª ed. Campinas: SP: Papirus, 1998.

BOURDIEU, Pierre. O campo científico. In: Ortiz, R. (Org.). Pierre Bourdieu: Sociologia. São Paulo: Ática, 1983, p. 122-155 (Coleção Grandes Cientistas Sociais).

BRASIL. Lei no. 9.985 de 18 de julho de 2000. Regulamenta o Art. 225, § 1o, incisos I, II, III e VII da Constituição Federal, institui o Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Poder Executivo, Brasília, DF, 18 jul. 2000. Disponível em: . Acesso em: 10 jan. 2013.

CHAUÍ, Marilena. Cultura e democracia: o discurso competente e outras falas. 7.ed. São Paulo: Cortez, 1997.

DIEGUES, Antônio Carlos S. Mito moderno da natureza intocada. São Paulo: UCITEC/NUPAUB-SEC/USP, 1996.

FOLADORI, Guillermo. Limites do desenvolvimento sustentável. São Paulo: ABDR, 2001.

GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ. Projeto Saneamento e Cidadania: o caminho da água. Belém: COSANPA, 2012 (Cartilha).

ADORNO, Theodor W.; HORKHEIMER, Max. A indústria cultural: o esclarecimento como mistificação das massas. In: ______. Dialética do esclarecimento (Tradução de Guido Antônio de Almeida). Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1985, p.113-156.

LEONARDI, Maria Lúcia Azevedo. A Educação Ambiental como um dos instrumentos de superação da insustentabilidade da sociedade atual. In: CAVALCANTI, Clóvis. (Org.). Meio ambiente desenvolvimento sustentável e políticas públicas. São Paulo: Cortez, 2002.

LAYRARGUES, Philippe Pomier; LIMA, Gustavo Ferreira da Costa. Mapeando as macro-tendências político-pedagógicas da Educação Ambiental contemporânea no Brasil. In: VI Encontro Pesquisa em Educação Ambiental, Ribeirão Preto: Anais, 2011. p. 1-15.

LEFF, Enrique. Saber ambiental: sustentabilidade, racionalidade, complexidade, poder. (Tradução de Lúcia Mathilde Endlich Orth). 8 Ed., Petrópolis-RJ: Vozes, 2011.

LOUREIRO, Carlos Frederico Bernardo. A pesquisa-ação-participativa em educação ambiental: uma abordagem dialética e emancipatória. In: TOZONI-REIS, Marília Freitas de Campos (Org.). A pesquisa-ação-participativa em educação ambiental: reflexões teóricas. São Paulo: Annablume Editora, 2007, p. 13-56.

______. Proposta Pedagógica – Educação Ambiental no Brasil. In: Educação Ambiental no Brasil. Salto para o futuro. TV Escola, ISSN 1982-0283. Secretaria de Educação à Distância. Ministério da Educação. Governo Federal, nº: XVIII; boletim 01 – Março, 2008.

______. Educação ambiental e desenvolvimento sustentável. In: REIGOTA, Marcos (org.). Verde cotidiano: o meio ambiente em discussão. Rio de Janeiro: DP&A, 1999.

LOUREIRO, Carlos Frederico B.; LAYRARGUES, Philippe Pomier. Ecologia política, justiça e educação ambiental crítica: perspectivas de aliança contra-hegemônica. Trabalho, educação e saúde, Rio de Janeiro, v. 11, n. 1, abr. 2013. Disponível em: . Acessos em: 07 ago. 2014. http://dx.doi.org/10.1590/S1981-77462013000100004.

MANNHEIM, Karl. Ideologia e Utopia. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1976

PEDRINI, Alexandre de G. Educação ambiental: reflexões e práticas contemporâneas: 5 ed., Petrópolis: Vozes 2002.

OLIVEIRA, Roberto Cardoso de. O Trabalho do Antropólogo: Olhar, Ouvir, Escrever. In: Revista de Antropologia, São Paulo, v. 39, n. 1, p. 13-35, 1996.

POUPART, Jean (at. al.). A pesquisa qualitativa: enfoques epistemológicos e metodológicos. 2ª Ed., Petrópolis, Rio de Janeiro: Vozes, 2010, p. 215-253 (Coleção Sociologia).

SANTOS, Boaventura de Souza. Um discurso sobre as ciências. São Paulo: Cortex, 2003.

SEVERINO, Antônio Joaquim. Metodologia do trabalho científico. 23 ed., São Paulo: Cortez, 2007.

SORENTINO, Marcos. Educação ambiental e universidade: um estudo de caso. 1995. 335f. Tese de Doutorado (Doutorado em Educação), Faculdade de Educação Universidade de São Paulo, 1995.




DOI: https://doi.org/10.14295/remea.v32i2.5002

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2015 REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado de Educação Ambiental

URL da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc/3.0/br/

Indexadores
Portal de Periódicos - Capes Repositório DSpace Portal do Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas - IBICT Diadorim Diretório de Políticas de Acesso Aberto das Revistas Científicas Brasileiras Google Acadêmico The Elektronische Zeitschriftenbibliothek (Alemanha) OEI - Biblioteca Digital Diretório Luso-Brasileiro Repositórios e Revistas de Acesso Aberto LATINDEX REDIB (Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico)
Rev. eletrônica Mestr. Educ. Ambient., E-ISSN 1517-1256, ISSN 2318-4884, Rio Grande, Brasil.