A EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO PROCESSO DE FORMAÇÃO EM SAÚDE: OS RESÍDUOS SÓLIDOS DE SERVIÇOS DE SAÚDE NUMA PERSPECTIVA TEÓRICA

Luciara Bilhalva Corrêa, Valéria Lerch Lunardi

Resumo


Este artigo mostra como os resíduos sólidos de serviços de saúde vem sendo construído no processo de formação dos cursos de graduação da área da saúde. Os dados foram colhidos junto a coordenadores, docentes e estudantes dos cursos de Odontologia, Medicina Veterinária, Enfermagem/ Obstetrícia e Medicina de uma Instituição Pública de Ensino
Superior da região sul do país. Considera-se a necessidade de uma reforma no ensino, a fim de incluir nos processos pedagógicos novas compreensões, como, integralidade, articulação, diálogo, problematização, de modo a preparar os futuros profissionais para a instrumentalização e para o enfrentamento da problemática dos resíduos sólidos de serviços de saúde, com responsabilidade e comprometimento.

Palavras-chave


Compromisso social. Educação Ambiental. Ensino Superior. Processo de formação. Resíduos sólidos de serviços de saúde.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14295/remea.v18i0.3566

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2014 REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado de Educação Ambiental



Indexadores
Portal de Periódicos - Capes Repositório DSpace Portal do Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas - IBICT Diadorim Diretório de Políticas de Acesso Aberto das Revistas Científicas Brasileiras Google Acadêmico The Elektronische Zeitschriftenbibliothek (Alemanha) OEI - Biblioteca Digital Diretório Luso-Brasileiro Repositórios e Revistas de Acesso Aberto LATINDEX REDIB (Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico)
Rev. eletrônica Mestr. Educ. Ambient., E-ISSN 1517-1256, ISSN 2318-4884, Rio Grande, Brasil.