Horta Vertical: um Instrumento de Educação Ambiental na Escola

Diego Luiz de Holanda Oliveira, Rafael Freitas de Abreu, Mauro Diego Gobira Guimarães de Assis, Ailton Anibal Maia Ferreira Costa, Bruno Pardinho Ribeiro, Geraldo Tadeu Rezende Silveira

Resumo


Esta proposta teve como objetivo principal utilizar a horta vertical como espaço de promoção do contato do estudante com a natureza, estimulando um encontro interdisciplinar ao mesmo tempo em que se promovia a sensibilização ambiental de alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA). O trabalho foi realizado na Escola Municipal Professor Mello Cançado, localizada em Belo Horizonte/MG, liderada pela disciplina de Ciências e voltado para os alunos da EJA que apresentaram faixa etária entre 15 e 72 anos. As atividades foram desenvolvidas em sete etapas, entre setembro e novembro de 2012. O processo de educação ambiental foi baseado em discussões, reflexões e exposição sobre a importância do meio ambiente para a sociedade na realidade do seu dia a dia. Os desafios ambientais que caracterizam a vida das pessoas foram estudados utilizando uma Horta vertical. O papel de cada um para ajudar a melhorar as condições ambientais se refletiu na importância das decisões e valores individuais, que foi definida como um aspecto essencial para a promoção de mudanças.

Palavras-chave


Educação Ambiental. EJA. Horta vertical.

Texto completo:

PDF

Referências


CAPRA, Fritjof. Alfabetização Ecológica: O Desafio para a Educação do Século 21. In: TRIGUEIRO, A. (coord.) Meio Ambiente no Século 21: 21 especialistas falam da questão ambiental nas suas áreas de conhecimento. Rio de Janeiro: Sextante, 2003.

Consumers International; MMA; MEC; IDEC. Consumo Sustentável: Manual de educação. pág. 15. Brasília. 2005.

DIAS, Genebaldo Freire. Educação Ambiental: Princípios e práticas. São Paulo, Gaia. 1992.

FAZENDA, Ivani Catarina Arantes. Dicionário em Construção Interdisciplinaridade. Coletânea 2. Editora Cortez. São Paulo. 2002.

FERNANDES, Maria do Carmo de Araujo. A Horta Escolar como Eixo Gerador de Dinâmicas Comunitárias, Educação Ambiental e Alimentação Saudável e Sustentável. Caderno 2- Orientações para Implantação e Implementação da Horta Escolar. Brasília- Brasil. 2007

FERREIRA, Cristina. A interdisciplinaridade da Educação Ambiental nas escolas: agente otimizador de novos processos educativos. Artigonal. 2008. Disponível em:> http://www.artigonal.com/biologia-artigos/a-interdisciplinaridade-daeducacao-ambiental-nas-escolasagente-otimizador-de-novos-processos-educativos-482860.html <. Acesso em 25 de novembro. 2012.

FEDRIZZI, Beatriz. The Brazilian Reality: An Overview of Schoolyards . Department of Landscape Planning. SLU. Alnarp, 1997.

FEDRIZZI, Beatriz. Paisagismo nos pátios escolares. UFRGS. Porto Alegre. 1999.

FEDRIZZI, Beatriz; TOMASINI, Sergio Luiz Valente. A vegetação no pátio escolar: um estudo para as condições das escolas municipais de Porto Alegre-RS. In: ENCONTRO NACIONAL SOBRE EDIFICAÇÕES E COMUNIDADES SUSTENTÁVEIS, São Carlos, 2003.

MENEZES, E.T.; SANTOS, T.H."Transversalidade" (verbete). Dicionário Interativo da Educação Brasileira - EducaBrasil. São Paulo: Midiamix Editora, 2002. Disponível: >http://www.educabrasil.com.br/eb/dic/dicionario.asp?id=70<. Data de acesso: 27 de março de 2012.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Vamos cuidar do Brasil: conceitos e práticas em educação ambiental na escola. UNESCO – Brasília. 2007.

NALINI, Renato. Justiça: Aliada Eficaz da Natureza. In: TRIGUEIRO, A. (coord.) Meio Ambiente no Século 21: 21 especialistas falam da questão ambiental nas suas áreas de conhecimento. Rio de Janeiro: Sextante, 2003.

NOVAES, Miriam Morata. Hortas urbanas – Um exemplo a ser seguido. 2012.

Disponível:

>http://www.recriarcomvoce.com.br/blog_recriar/hortas-urbanas-um-exemplo-a-ser-seguido/ < .Data de acesso: 27 de abril de 2012.

SATO, Michele. Educação Ambiental. São Carlos: Editora Rima, 2004.

SERRANO, Climene Maria Lopes. Educação ambiental e consumerismo em unidades de ensino fundamental de Viçosa-MG. Dissertação (mestrado em Ciência Florestal) - Universidade Federal de Viçosa: UFV, 2003. 91p.

SILVA, Rosana Gonçalves da; CATALÃO, Vera Margarida Lessa. O papel da sensibilidade e das linguagens poéticas nos processos formativos em educação ambiental: uma ciranda multicor. Dissertação de Mestrado em Educação, Universidade de Brasília–UnB, 2008.

VASCONCELLOS, Hedy Silva Ramos. A pesquisa-ação em projetos de educação ambiental. In PEDRINI, A. G. (org). Educação Ambiental: reflexões e práticas contemporâneas. Petrópolis, Vozes. 1997.




DOI: https://doi.org/10.14295/remea.v31i2.3529

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2014 REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado de Educação Ambiental



Indexadores
Portal de Periódicos - Capes Repositório DSpace Portal do Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas - IBICT Diadorim Diretório de Políticas de Acesso Aberto das Revistas Científicas Brasileiras Google Acadêmico The Elektronische Zeitschriftenbibliothek (Alemanha) OEI - Biblioteca Digital Diretório Luso-Brasileiro Repositórios e Revistas de Acesso Aberto LATINDEX REDIB (Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico)
Rev. eletrônica Mestr. Educ. Ambient., E-ISSN 1517-1256, ISSN 2318-4884, Rio Grande, Brasil.