RUMO A UMA REFORMULAÇÃO LINGÜÍSTICA DA NORMA ECOLÓGICA NA ÉTICA ARGUMENTATIVA QUE FUNDAMENTA A EDUCAÇÃO AMBIENTAL

Sírio Lopez Velasco

Resumo


A ética argumentativa que venho desenvolvendo na última década compreende uma norma ecológica que nos exige preservarmos-regenerarmos de uma forma sadia a natureza humana e não humana. Essa norma, como as outras duas (relativas à liberdade individual de decisão e à vivência consensual de tal liberdade) é deduzida das condições de felicidade da pergunta que instaura o universo da ética, a saber "Que devo fazer?", mas no seu caso, pelo viés das condições de possibilidade do trabalho. Aqui propomos uma nova dedução que não precisa fazer apelo a essa última dimensão e procede única y exclusivamente ao interior da esfera da linguagem.

Palavras-chave


ética argumentativa; norma ecológica; educação ambiental.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14295/remea.v15i0.2922

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2014 REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado de Educação Ambiental



Indexadores
Portal de Periódicos - Capes Repositório DSpace Portal do Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas - IBICT Diadorim Diretório de Políticas de Acesso Aberto das Revistas Científicas Brasileiras Google Acadêmico The Elektronische Zeitschriftenbibliothek (Alemanha) OEI - Biblioteca Digital Diretório Luso-Brasileiro Repositórios e Revistas de Acesso Aberto LATINDEX REDIB (Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico)
Rev. eletrônica Mestr. Educ. Ambient., E-ISSN 1517-1256, ISSN 2318-4884, Rio Grande, Brasil.