Matisse agora é uma menina e mora em Nova Iguaçu: Imagens que pensam o cotidiano escolar

Aristóteles de Paula Berino, Yasmin do Nascimento Viana

Resumo


A partir da visita a uma exposição do artista moderno Henri Matisse, o artigo percorre a comunicação trocada em uma rede social entre um professor e uma graduada em Pedagogia, para dar um sentido político e estético a três imagens encontradas em um banheiro feminino de uma escola pública da Baixada Fluminense/RJ. Paulo Freire e Etienne Samain são utilizados, respectivamente, como referência para uma concepção estética da educação e uma compreensão das imagens como objetos pensantes, o que nos permite admitir, no caso estudado, a pichação escolar como criação e emergência do gênero para uma nova vista da vida nas escolas e outro reconhecimento dos educados, como também artistas e políticos que interpelam o seu tempo.

Palavras-chave


Imagens; cotidiano escolar; gênero

Texto completo:

PDF

Referências


BAPTISTA, Anna Paola. O circo de cores de Matisse.in: CAIXA CULTURAL. Henry Matisse – Jazz: Coleção Museus Castro Maya IBRAM/MINC. Recife/Fortaleza/Rio de Janeiro: Caixa Cultural, 2017. p. 7-16.

BERINO, Aristóteles. Iconografia escolar: algumas imagens para conversas sobre as juventudes. In: GAWRYSZEWSKI, Alberto (org.). Olhares sobre narrativas visuais. Niterói: Editora da UFF, 2012. p. 97-106.

BERINO, Aristóteles.Juventudes, estetização da escola e artealização do cotidiano escolar: Olhar e imagens na pesquisa em educação. Visualidades. Goiânia. v. 14, n. 1, p. 38-53, jan-jun 2016.

BERINO, Aristóteles; ADÃO, Adriene do Nascimento. Juventude: Entre o jardim e o bosque – Notas de uma pesquisa sobre visualidades e conhecimentos da vida nas escolas. In: PLETSCH, Márcia Denise; RIZO, Gabriela (orgs.). Cultura e formação: Contribuições para a prática docente. Seropédica: Ed. da UFFRJ, 2005. p. 205-212.

DESPENTES, Virginie. Teoria King Kong. São Paulo: n-1, edições, 2016.

FREIRE, Paulo. Cartas à Guiné-Bissau: registros de uma experiência em processo. 5ª ed. São Paulo: Paz e Terra, 2011.

FREIRE, Paulo. Educação como prática da liberdade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1994.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 51. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2015.

MATISSE, Henri. Jazz. George Braziller: New York, 1992.

SAMAIN, Etinne. As imagens não são bolas de sinuca. Como pensam as imagens. In: SAMAIN, Etinne (org.). Como pensam as imagens. Campinas: Editora da Unicamp, 2012. p. 21-36.

SILVA, Jonatan. Sérgio Sant`Anna: “Ler bons livros enriquece uma existência” [Entrevista]. Gazeta do Povo. Curitiba. 1 nov. 2019. Cultura. Disponível em: https://www.gazetadopovo.com.br/cultura/sergio-santanna-ler-bons-livros-enriquece-uma-existencia/. Acesso em: 10 maio 2020.




DOI: https://doi.org/10.14295/remea.v0i0.11358

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2020 REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Indexadores
Portal de Periódicos - Capes Repositório DSpace Portal do Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas - IBICT Diadorim Diretório de Políticas de Acesso Aberto das Revistas Científicas Brasileiras Google Acadêmico The Elektronische Zeitschriftenbibliothek (Alemanha) OEI - Biblioteca Digital Diretório Luso-Brasileiro Repositórios e Revistas de Acesso Aberto LATINDEX REDIB (Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico)
Rev. eletrônica Mestr. Educ. Ambient., E-ISSN 1517-1256, ISSN 2318-4884, Rio Grande, Brasil.