Migrar é preciso: as questões ambientais e as migrações na produção de um curta em um curso de pedagogia

Rebeca Silva Rosa Brandão, Maria do Carmo de Morais Mata Rodrigues, Noale Toja

Resumo


A migração é uma das questões globais que atingem todos os países no mundo, pois a mobilidade humana acontece desde sempre em nosso planeta e seguirá acontecendo. As razões para tais movimentações são inúmeras – guerras, perseguições políticas, étnicas etc. Nesse artigo visamos à migração em função das razões climáticas que alguns chamam de “migrações ambientais”. Interessa-nos, em especial, aquelas provocadas pela seca no nordeste brasileiro, causando “êxodos rurais”. A busca por melhores condições de vida e de trabalho teve como destino principalmente o sudeste, deixando uma marca cultural da presença desses nordestinos no sudeste e um importante fio na rede de ‘conhecimentossignificações’ cotidianos. Estes são evidenciados na produção de um curta com estudantes de pedagogia de uma universidade da capital fluminense.

Palavras-chave


Migrações ambientais; Redes de ‘conhecimentossignificações’; Imagens e sons.

Texto completo:

PDF

Referências


ACNUR. Dados sobre refúgio. Disponível em: https://www.acnur.org/portugues/dados-sobre-refugio/ Acesso em: 07 ago. 2019.

ALVES, Nilda. Redes educativas ‘dentrofora’ das escolas, exemplificadas pela formação de professores. Convergências e tensões no campo da formação e do trabalho docente. Organização de Lucíola Licínio de Castro Paixão Santos et al. Textos selecionados do XV ENDIPE – Encontro Nacional de Didática e Prática de Ensino realizado na UFMG, no período de 20 a 23 de abril de 2010. Belo Horizonte: Autêntica, 2010.

ALVES, Nilda. Redes educativas, fluxos culturais e trabalho docente – o caso do cinema suas imagens e sons. Financiamentos CNPq, FAPERJ e UERJ, 2012-2015. (Projeto de Pesquisa).

ALVES, Nilda; FILÉ, Valter; VARGAS, Maria Jacintha. Tecnologias, imagens, sons e currículos nos cotidianos. Currículo Sem Fronteiras, v.7, n.2, Jul/Dez 2007.

ANDRADE, Carlos Drummond de. José. 1942. In: MARCELLO, Carolina. Poema “E agora, José?” de Carlos Drummond de Andrade. Seção “Literatura / Poesia”. Disponível em: 135

. Acesso em: 25 Out. 2018.

BERGER, Jonh. Modos de ver. Rio de Janeiro. Ed. Rocco, 1999.

CERTEAU, Michel de. A invenção do cotidiano – artes de fazer – 3ª ed. Petrópolis: Vozes, 1998.

D’ANGELO, Helô. Em novo documentário, Ai Weiwei mostra drama de refugiados em 23 países. Revista Cult. Disponível em: . 19 out. 2017. Acesso em: 15 mar. 2020.

DELEUZE, Gilles; GUATTARI, Félix. Personagens conceituais. In DELEUZE, Gilles; GUATTARI, Félix. O que é filosofia? Rio de Janeiro: Editora 34, 1992.

DELEUZE, Gilles; GUATTARI, Félix. Mil Platôs: Capitalismo e Esquizofrenia. V.1. Rio de Janeiro: Ed. 34, 1996.

GUERÓN, Rodrigo. Da imagem ao clichê do clichê à imagem: Deleuze, cinema e pensamento. Rio de Janeiro: FAPERJ, Nau editora, 2011.

HUMAN FLOW: não existe lar se não há para onde ir. Direção: Ai Weiwei. Alemanha, 2017, colorido, documentário,140 min. (Filme)

MADEIRO, Carlos. Com maior seca em décadas, Nordeste revive era de êxodo e fuga do campo. Uol Notícias. 16 mai. 2012. Disponível em: . Acesso em: 15 mar. 2020.

MANGUEL, Alberto. Lendo imagens: uma história de amor e ódio. Tradução de Rubens Figueiredo, Rosaura Eichemberg, Cláudia Strauch. – São Paulo: Companhia das Letras, 2001.

MATURANA, Humberto. Cognição, ciência e vida cotidiana. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2001.

MELO NETO, João Cabral de. Morte e vida Severina. São Paulo: Alfaguara, 2007.

MENEZES, Lená de Medeiros. Sobre tempo, conceitos e representações: imigrantes, estrangeiros e refugiados. In: SARMIENTO, Érica; ARAÚJO, Rafael; SARDENBERG, Helenice (orgs). Deslocamentos contemporâneos nas Américas: novos desafios e discussões teóricas (século XX a atualidade). Rio de Janeiro: Estudos Americanos, 2019.

MOREIRA, Alberto da Silva. Religião, migração e mobilidade humana (org). Goiânia: Ed. da PUC Goiás, 2017.

OLIVEIRA, Inês Barbosa de. Currículos e pesquisas com os cotidianos: o caráter emancipatório dos currículos ‘pensadospraticados’ pelos ‘praticantespensantes’ dos cotidianos das escolas. In: Carlos Eduardo Ferraço e Janete Magalhães Carvalho (Org.). Currículos, pesquisas, conhecimentos e produção de subjetividades. 1. ed. Petrópolis: DP et Alii, 2012, p. 47-70.

RAMOS, Graciliano. Vidas secas. Rio de Janeiro: Record, 2003.

SCHURMANS, Fabrice. A representação do migrante clandestino no cinema contemporâneo: efeitos e cenas de fronteira. Revista Crítica de Ciências Sociais. [Online], n. 105. 03 Dez. 2014. Disponível em: http://rccs.revues.org/5814. Acesso em 12 Out. 2017.




DOI: https://doi.org/10.14295/remea.v0i0.11114

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2020 REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Indexadores
Portal de Periódicos - Capes Repositório DSpace Portal do Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas - IBICT Diadorim Diretório de Políticas de Acesso Aberto das Revistas Científicas Brasileiras Google Acadêmico The Elektronische Zeitschriftenbibliothek (Alemanha) OEI - Biblioteca Digital Diretório Luso-Brasileiro Repositórios e Revistas de Acesso Aberto LATINDEX REDIB (Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico)
Rev. eletrônica Mestr. Educ. Ambient., E-ISSN 1517-1256, ISSN 2318-4884, Rio Grande, Brasil.