Escola, Universidade e Unidade de Conservação: a Educação Ambiental como conexão, um estudo de caso em Itapuã – RS

Bettina Rubin de Souza, Taís Cristine Ernst Frizzo, Dayse Aparecida dos Santos Rocha, Rafaela Delacroix

Resumo


Este trabalho tem como propósito apresentar algumas experiências realizadas em Itapuã, Viamão, RS, entre 2018 e 2019, com foco na relação entre o Parque Estadual de Itapuã (PEI) e as escolas da região. Foi realizada uma revisão bibliográfica e levantamento das escolas que visitaram o PEI nos últimos anos. Foram oferecidas atividades de Educação Ambiental para estudantes e para professores das escolas da região. Essas e as ações propostas pelo PEI foram acompanhadas por observação participante. Observaram-se dificuldades relacionadas aos processos burocráticos exigidos das escolas, como a falta de recursos humanos e financeiros nestas e nas unidades de conservação. Por outro lado, foi possível perceber que a parceria entre as instituições na promoção de ações conjuntas de Educação Ambiental é um ganho para ambas.

Palavras-chave


Educação Ambiental; Unidades de Conservação; Escolas. Environmental Education; Conservation Areas; Schools. Educación ambiental; Unidades de conservación; Escuelas.

Texto completo:

PDF

Referências


BORGES, Marcelo Gules. Formas de aprender em um mundo mais que humano: emaranhados de pessoas, coisas e instituições na ambientalização do contexto escolar. 2014. 197f. Tese (Doutorado em Educação) ─ Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS, 2014.

BREDA, Gabriela; FARIA-CORREA, Mariana de Andrade; BALBUENO, Rodrigo Agra; HARTZ, Sandra Maria. Ocorrência de Puma concolor (Linnaeus, 1771) na região metropolitana de Porto Alegre, RS, Brasil. Natureza & Conservação, v. 6, n. 1, p. 18-34, abril 2008.

BRASIL. Lei no 9.795, de 27 de abril de 1999. Dispõe sobre a educação ambiental, institui a Política Nacional de Educação Ambiental e dá outras providências. Brasília, 27 abr. 1999. Disponível em: . Acesso em: 24 out. 2019.

BRASIL. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Resolução n. 2, de 2012. Estabelece as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Ambiental. Brasília, 15 jun. 2012. Disponível em: . Acesso em: 24 out. 2019.

CARVALHO, Isabel Cristina Moura; TONIOL, Rodrigo. Ambientalização, cultura e educação: diálogos, traduções e inteligibilidades possíveis desde um estudo antropológico da educação ambiental. Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental, v. 1, p. 28-39, 2010.

CARVALHO, Isabel Cristina de Moura; FARIAS, Carmen Roselaine; PEREIRA, Marcos Villela. A missão “ecocivilizatória” e as novas moralidades ecológicas: a educação ambiental entre a norma e a antinormatividade. Ambiente e Sociedade, Campinas, v. 14, n. 2, p. 35-49, jul./dez. 2011.

CUSTÓDIO, Aline. Itapuã com portas fechadas. Zero Hora, Porto Alegre, 04 jan. 2017. Disponível em: . Acesso em: 02 mar. 2020

FARIAS, Carmem Roselaine de Oliveira. A ambientalização do currículo do ensino básico segundo nossos olhares e práticas de pesquisa. In: CONGRESO INTERNACIONAL SOBRE INVESTIGACIÓN EN DIDÁCTICA DE LAS CIENCIAS, 9., 2013, Girona: 2013. Anais do IX Congresso Internacional sobre Investigación en Didáctica de Las Ciencias. Girona, 2013. Disponível em . Acesso em 02 mar. 2020.

FRIZZO, Taís Cristine Ernst. Educação e Natureza: os desafios da ambientalização em escolas próximas a unidades de conservação. 2018. 281 f. Tese (Doutorado em Educação) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2018. Disponível em: . Acesso em: 25 fev. 2020.

GRIZA, Ádria. Também somos paisagem: um estudo antropológico sobre o engajamento humano na natureza e a educação ambiental no Parque Estadual de Itapuã. 2009. Monografia (Bacharelado em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2009.

LEITE LOPES, José Sergio. Sobre processos de ambientalização dos conflitos e sobre dilemas da participação. Horizontes Antropológicos, Porto Alegre, v. 12, n 12, p. 31-64, 2006.

PRINTES, Rafaela Biehl. Território e territorialidade: revisando conceitos diante da complexidade da sociodiversidade. Rio Grande do Sul. 2015. Disponível em Acesso em: 26 fev. 2020.

RIO GRANDE DO SUL. Secretaria da Agricultura e Abastecimento. Secretaria da Coordenação e Planejamento. Secretaria Executiva Pró-Guaíba. Plano de Manejo: Parque Estadual de Itapuã. Porto Alegre: Departamento de Recursos Naturais Renováveis, 1997. Disponível em: . Acesso em: 19 fev. 2020.

SCHULZ, Francine; PRINTES, Rodrigo C.; OLIVEIRA, Larissa R. Depredation of domestic herds by pumas based on farmer’s information in Southern Brazil. Journal of Ethnobiology Ethnomedicine, n. 73, 2014. Disponível em: Acesso em 14 jan. 2020.




DOI: https://doi.org/10.14295/remea.v37i1.11069

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2020 REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Indexadores
Portal de Periódicos - Capes Repositório DSpace Portal do Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas - IBICT Diadorim Diretório de Políticas de Acesso Aberto das Revistas Científicas Brasileiras Google Acadêmico The Elektronische Zeitschriftenbibliothek (Alemanha) OEI - Biblioteca Digital Diretório Luso-Brasileiro Repositórios e Revistas de Acesso Aberto LATINDEX REDIB (Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico)
Rev. eletrônica Mestr. Educ. Ambient., E-ISSN 1517-1256, ISSN 2318-4884, Rio Grande, Brasil.