Brincadeiras de menino ou de menina? Implicações sociais sobre o brincar no contexto da mídia, do gênero e da infância

Juliane Di Paula Queiroz Odinino

Resumo


O objetivo deste artigo é o de problematizar a brincadeira, exaltando-a quanto a seu caráter de prática social, a fim de realizar uma reflexão sobre a incidência de diferentes aspectos culturais sobretudo a influência do conteúdo midiático presente no ato de brincar. Saltam aos olhos as dicotomizações entre os gêneros masculino e feminino, que delineiam formas características e estanques dessas experiências entre esses grupos. Busca-se a reflexão sobre as possibilidades da brincadeira nesse complexo contexto cultural a partir de uma proposta de encontro de gerações que seja mais inclusiva, plural e alteritária.

Palavras-chave


Brincadeira, relações de gênero, mídia, currículo

Texto completo:

PDF

Referências


ARIÈS, Philippe. História Social da Criança e da Família. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1978

BENJAMIN, Walter. Reflexões sobre a criança, o brinquedo e a educação. São Paulo: Duas Cidades, Ed.34, 2002.

BROUGÈRE, Gilles. Brinquedo e Companhia. São Paulo: Cortez, 2004

____. Brinquedo e Cultura. São Paulo: Cortez, 1995

____. Jogo e educação. Trad. Patrícia Chittoni Ramos. Porto Alegre: Artes Médicas, 1998.

BUCKINGHAM, David. After The Death Of Childhood: Growing Up In The Age Of Electronic Media. Londres: Polity Press, 2000

BUTLER, Judith. Performativity´s Social Magic In SHATZKI, Theodore & NATTER, Wolfgang (org.). The Social and Political Body. London, New York: The Guilford Press, s/d

COHN, Clarice. Antropologia da Criança. Rio de Janeiro: Zahar, 2005

CORSARO, William. Sociologia da infância. Trad. Lia Reis. Porto Alegre: Artmed, 2011

CORSINO. Patrícia. Educação Infantil: a necessária institucionalização da infância. IN: KRAMER, Sonia.(org.). Profissionais de educação infantil: gestão e formação. São Paulo: Ática, 2005.

FERNANDES, Adriana. As mediações na produção de sentidos das crianças sobre desenhos animados. Dissertação de mestrado. Rio de Janeiro: PUC-Rio, 2003

FERNANDES, Florestan. As Trocinhas do bom Retiro. Pro-posições nº 43, p. 229-254, 2004 (cap.2). In: Folclore e mudança social na cidade de São Paulo. Petrópolis: Vozes, 2ª edição, 1979.(5)

FREITAS, Marcos Cezar de Freitas & Moysés Kuhlmann Jr.(orgs.). Os intelectuais na história as infância. São Paulo: Cortez, 2002.

GIRARDELLO, Gilka. Televisão e Imaginação Infantil: Histórias da Costa da Lagoa. São Paulo, Tese de Doutorado: USP, 1998

HUIZINGA, Johan. Homo ludens: a brincadeira como elemento da cultura. 2 ed., São Paulo: Perspectiva, 1980

JOBIM e SOUZA, Solange. Re-significando a Psicologia do Desenvolvimento: Uma Contribuição Crítica à Pesquisa da Infância In KRAMER, Sonia et alli. Infância: Fios e Desafios da Pesquisa. Campinas, SP: Papirus, 1996

KISHIMOTO, Tizuko. (org) O brincar e suas teorias. São Paulo: Cengage Learning. 2011. jisela

LANGDON, Esther Jean. Performance e Preocupações Pós-Modernas na Antropologia. In Performáticos, Performance e Sociedade. Brasília: Unb, v. 1, p. 23-28, 1996

ODININO, Juliane. Super-Heroínas em Imagem e Ação: Gênero, animação e imaginação infantil no cenário da globalização das culturas. Tese de Doutorado. Programa Interdisciplinar em Ciências Humanas, UFSC, 2009

ORTNER, Sherry. Making Gender: The Politics and Erotics of Culture. Boston: Beacon Press, 1996

PRADO, Patrícia. Contrariando a idade: condição infantil e relações etárias entre crianças pequenas da educação infantil. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, UNICAMP, Campinas

QUINTEIRO, Jucirema & Carvalho, Diana Carvalho de. (orgs.). Participar, brincar e aprender: exercendo os direitos da criança na escola. Brasília, DF: CAPES, 2007.

ROCHA, Eloisa A. C. A pesquisa em educação infantil no Brasil: trajetória recente e perspectiva de consolidação de uma pedagogia. Florianópolis, 1999

SARMENTO, Manuel Jacinto. A globalização e a infância: impactos na condição social e na escolaridade. IN; GARCIA E LEITE (org.). Em defesa da educação infantil. Rio de Janeiro, DP7A.2001. p.13-28

SENNET, Richard. A corrosão do caráter. Rio de Janeiro: Record, 1999

TURNER, Victor. The Anthoropology of Performance. New York: PAJ Publications, 1987


Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


MOMENTO - Diálogos em Educação, E-ISSN 2316-3100, Rio Grande/RS, Brasil

PROPESQ
PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ