PSICOLOGIA ESCOLAR E FORMAÇÃO DOCENTE NO CONTEXTO DA PANDEMIA DE COVID-19

Autores

  • Maria Clara Favarão Crespi Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE)
  • Ricardo Eleuterio dos Anjos Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE)

DOI:

https://doi.org/10.14295/momento.v30i01.13083

Resumo

Este artigo tem como objetivo apresentar contribuições da psicologia escolar/educacional para a formação docente no contexto da pandemia de Covid-19, por meio de um relato de experiência de estágio supervisionado em psicologia escolar. A partir dos pressupostos da psicologia histórico-cultural e da pedagogia histórico-crítica, o trabalho foi realizado em uma escola pública de um município do interior do Estado de São Paulo no período de um semestre letivo, totalizando 152 horas de atividades. A sistemática de atuação girou em torno de quatro aspectos: observação/avaliação, onde a estagiária realizou o levantamento de necessidades; relatório de observação/avaliação, caracterizado pela apresentação dos dados coletados; elaboração e apresentação do projeto de intervenção e; o processo de intervenção, que foi realizado de forma remota. O trabalho buscou a superação de uma atuação patologizante historicamente constituída em psicologia escolar, e possibilitou a instrumentalização docente no que se refere à especificidade do trabalho educativo, bem como a escuta e o acolhimento com vistas à atenuação do sofrimento docente intensificado no período da pandemia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Clara Favarão Crespi, Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE)

Mestranda em Educação pela Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE) com a pesquisa "Precarização do trabalho docente no período da pandemia da COVID-19: uma intervenção formativa com professores do ensino fundamental II à luz da Pedagogia histórico-crítica e da Psicologia histórico-cultural." financiada pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). Psicóloga, formada pela Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE), e Professora de Matemática pela Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" (UNESP). Foi bolsista de iniciação científica da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) na área de Análise, ênfase em Equações Dinâmicas em Escalas Temporais, com a pesquisa "Estudo da integral de Riemann em escalas temporais".

Ricardo Eleuterio dos Anjos, Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE)

Psicólogo, Mestre e Doutor em Educação Escolar pela UNESP, Campus de Araraquara (mestrado e doutorado com bolsa da CAPES). Líder do Grupo de Pesquisa: Estado, Políticas Educacionais e Democracia (EPED). Pesquisador no Grupo de Pesquisa Estudos Marxistas em Educação, ligado ao Departamento de Psicologia da Educação da UNESP, Campus de Araraquara. Atualmente é professor permanente do Programa de Pós-graduação em Educação (PPGE) - Mestrado e Doutorado, da UNOESTE, Campus de Presidente Prudente-SP; professor e supervisor de estágios em Psicologia Escolar/Educacional e Psicologia do Esporte da UNOESTE. Editor da Revista Colloquium Humanarum. Com base nos referenciais teóricos da Psicologia Histórico-Cultural e da Pedagogia Histórico-Crítica, realiza pesquisas sobre os fundamentos psicológicos da Pedagogia Histórico-Crítica, atuando principalmente nos seguintes temas: Educação escolar de adolescentes; Politecnia; Trabalho e educação. Autor de artigos e capítulos de livros.

Downloads

Publicado

2021-08-05

Como Citar

Crespi, M. C. F., & dos Anjos, R. E. (2021). PSICOLOGIA ESCOLAR E FORMAÇÃO DOCENTE NO CONTEXTO DA PANDEMIA DE COVID-19. Momento - Diálogos Em Educação, 30(01). https://doi.org/10.14295/momento.v30i01.13083