MOVIMIENTOS SOCIALES, DEMOCRACIA, EDUCACIÓN Y LOS DERECHOS EN BRASIL: 2013-2018<br>MOVIMENTOS SOCIAIS, DEMOCRACIA, EDUCAÇÃO E DIREITOS NO BRASIL: 2013-2018<br>SOCIAL MOVEMENTS, DEMOCRACY, EDUCATION AND RIGHTS IN BRAZIL: 2013-2018

Autores

  • Maria da Glória Gohn

DOI:

https://doi.org/10.14295/remea.v0i0.9466

Palavras-chave:

Movimientos sociales. Democracia. Educación. Derechos. Activismo.

Resumo

El objetivo de este trabajo es analizar el escenario político, social y económico de la historia del Brasil contemporáneo, el período de 2013 a 2018. Destaca las formas de participación de la sociedad civil en los movimientos sociales y las manifestaciones colectivas que se han producido, buscando diferencias y similitudes con respecto a los diferentes tipos de cultura y derechos – antiguos y nuevos. Se centra en las redes de activismo que se han construido en las manifestaciones, destacando: ¿Cuáles son los temas en el escenario público, formas de organización, repertorios de acción social y política, formas de movilización, estrategias y demandas? La pregunta central es: ¿Cómo fue el proceso de repolitización de los grupos de protesta de 2013 a 2018? ¿Qué sentido y dirección han tomado en relación con la democracia? Los hallazgos están organizados en cuatro momentos, dentro de un nuevo ciclo de participación social. O trabalho tem como objetivo analisar no cenário político, social e econômico da história do Brasil contemporâneo o período de 2013 a 2018. Destaca formas de participação da sociedade civil em movimentos sociais e manifestações coletivas ocorridas, buscando as diferenças e semelhanças com respeito a diferentes tipos de cultura e direitos – antigos e novos. Foca as redes de ativismo que se construíram nas manifestações, destacando: quais são os temas no cenário público, formas de organização, repertórios de ação social e política, formas de mobilização, estratégias e demandas. A questão central é: como foi o processo de repolitização dos grupos de protesto de 2013 a 2018? Que sentido e direção eles tomaram em relação à democracia? Os achados são organizados em quatro momentos, dentro de um novo ciclo de participação social. The objective of this work is to analyze the political, social and economic scenario of the history of contemporary Brazil, in the period of 2013 to 2018. It highlights forms of participation of civil society in social movements and collective manifestations that have occurred seeking differences and similarities with respect to different types of culture and rights – old and new. It focuses on the networks of activism that has been built in the manifestations highlighting: What are the themes in the public scenario, forms of organization, repertoires of social and political action, forms of mobilization, strategies and demands. The central question is: How was the re-politicization process of the protest groups from 2013 to 2018? what sense and direction have they taken in relation to democracy? The findings are organized in four moments, within a new cycle of social participation.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria da Glória Gohn

Profesora investigadora de la Universidad de Campinas – UNICAMP. Investigadora CNPq Nivel 1 A

Referências

CATTANI, A. D. (Org.). Escolas ocupadas. Porto Alegre: Cirkula, 2017.

CASTELLS, M. A sociedade em rede. São Paulo: Paz e Terra, 1999.

CASTELLS, M. Redes de Indignação e Esperança. São Paulo: Zahar, 2013.

CHEQUER, R.; BUTTERFIELD, C. Vem Pra Rua: a história do movimento popular que mobilizou o Brasil. São Paulo: Matrix, 2016.

DEPUIS-DÉRI, F. Black Blocs. São Paulo: Ed Veneta, 2014.

DI CINTIO, C. Um pequeno tratado de desobediência civil. Paris: ResPublica Ed. 2010.

FRASER, N. Reconhecimento sem ética. Em teoria, cultura e sociedade, n. 18, 2001.

GOHN, M. G. Manifestações de Junho de 2013 no Brasil e Praças dos indignados no mundo. 2 ed. Petrópolis, Ed Vozes, 2015.

GOHN, M. G. Teorias dos Movimentos Sociais. Paradigmas clássicos e contemporâneos. 12 ed. São Paulo, Loyola Edições, 2017b.

GOHN, M. G. Manifestações e Protestos no Brasil: correntes e contracorrentes na atualidade. São Paulo: Cortez, 2017.

GOHN, M. G. Sociologia dos movimentos sociais. 2 ed. São Paulo, Cortez Ed., 2014.

GOHN, M. G. Movimentos sociais e redes de mobilizações civis no Brasil Contemporâneo. 7 ed., Petrópolis, Vozes, 2013.

GOHN, M. G. Movimentos e lutas sociais na História do Brasil. 8a ed. São Paulo: Loyola, 2012a.

GOHN, M. G. Movimentos sociais e educação. 8a ed. São Paulo: Cortez, 2012b.

GOHN, M. G. Novas teorias dos movimentos sociais. 5ª Ed. São Paulo: Loyola, 2014b.

HARVEY, D.; ALI, T.; ALVES, G.; DAVIS, M.; SADER, E.; SAFATLE, V.; PESCHANSKI, J. A.; ŽIŽEK, S.; TELES, E.; WALLERSTEIN, I. Occupy: movimentos de protestos que tomaram as ruas. São Paulo: Boitempo, 2012.

HESSEL, S. Indignai-vos! 3 ed. Lisboa: Ed Objectiva, 2011.

HONNETH, A. Luta por reconhecimento: a gramática moral dos conflitos sociais. São Paulo: Editora 34, 2003.

MELUCCI, A. Os novos movimentos sociais: uma abordagem teórica. Informação sobre ciências sociais, n. 19, p. 199-226, 1980.

NEGRI, A.; HARDT, M. Multidão. Rio de Janeiro: Record, 2005.

QUIJANO, A. Colonialidade do poder, eurocentrismo e América Latina. In: LANDER, E. (org.). A colonialidade do saber: eurocentrismo e ciências sociais. Perspectivas latino-americanas. Colección Sur Sur, Buenos Aires: CLACSO, 2005.

PIOLLI, E.; PEREIRA, L.; MESKO, A. S. Rodrigues. A proposta de reorganização escolar do governo paulista e o movimento estudantil secundarista. Crítica Educativa, Sorocaba, v. 2, n. 1, p. 21-35, jan./jun., 2016.

ROSENMANN, M. R. Os indignados: o resgate da política. Madri, Akal, 2012.

SANTOS, B. S. (Org.). Democratizar a democracia. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2002.

TARROW, S. Power in movement. Cambridge: Cambridge Press, 1994.

TARROW, S. New Transnational Activism. Cambridge: Ed. Cambridge, 2005.

TILLY, Charles. Social movements, 1768-2004. Boulder: Publisher do Paradigm, 2004.

TOURAINE, A. Qu'ést-ce la democracie? Paris: Seuil, 1994.

Downloads

Publicado

2019-10-10

Como Citar

Gohn, M. da G. (2019). MOVIMIENTOS SOCIALES, DEMOCRACIA, EDUCACIÓN Y LOS DERECHOS EN BRASIL: 2013-2018&lt;br&gt;MOVIMENTOS SOCIAIS, DEMOCRACIA, EDUCAÇÃO E DIREITOS NO BRASIL: 2013-2018&lt;br&gt;SOCIAL MOVEMENTS, DEMOCRACY, EDUCATION AND RIGHTS IN BRAZIL: 2013-2018. REMEA - Revista Eletrônica Do Mestrado Em Educação Ambiental, 55–71. https://doi.org/10.14295/remea.v0i0.9466