A formação docente para a educação ambiental: investigando conhecimentos e práticas
Teacher training for the environmental education: investigating knowledge and practices
La formación docente para la educación ambiental: investigando conocimientos y prácticas

Alessandra Batista de Godoi Branco, Marcia Regina Royer, Lucila Akiko Nagashima

Resumo


A Educação Ambiental (EA), em seu caráter político, econômico, social e cultural, é indispensável para a educação e cidadania, por sua natureza de direito inerente a todos os indivíduos. Na política nacional, são importantes padrões: a Lei nº 9.795/99, que dispõe sobre a EA, e o Decreto nº 4.281/02, que a regulamenta. Com base nestes marcos legais, foi investigado se a formação docente está adequada para o ensino da EA de forma transdisciplinar. Para tanto, buscou-se dados de formação, práticas e concepções que pudessem mostrar se a prática condiz com o estabelecido e, se sim, em que condições. Por meio de questionário online, numa pesquisa qualitativa, os resultados serviram para caracterizar o grupo e indicaram informações que não afiançam sua viabilização e desígnios. Quando ocorre, em sua maioria, limita-se ao meio ambiente e a sustentabilidade.

Environmental Education (EE), in its political, economic, social and cultural character, is indispensable for education and citizenship, due to its inherent right to all individuals. In national policy, there are important standards: Law n. 9,795/99, which provides for EE, and Decree n. 4.281/02, which regulates it. Based on these legal frameworks, it was investigated whether teacher education is adequate for the teaching of EE in a transdisciplinary way. Thus, it was researched data, practices and concepts that could show if the practice is consistent with what is established and, if so, under what conditions. Through an online questionnaire, in a qualitative research, the results served to characterize the group and indicated information that does not assure its viability and purpose. When it occurs, most are limited to the environment and sustainability.

La Educación Ambiental (EA), en su carácter político, económico, social y cultural, es indispensable para la educación y ciudadanía, por su naturaleza de derecho inherente a todos los individuos. En la política nacional, son importantes normas: la Ley nº 9.795/99, que dispone sobre la EA, y el Decreto nº 4.281/02, que la reglamenta. Con base en estos marcos legales, fue investigado si la formación docente está adecuada para la enseñanza de la EA de forma transdisciplinaria. Para eso, se buscó datos de formación, prácticas y concepciones que pudieran demostrar si la práctica concuerda con lo establecido y, si sí, en qué condiciones. Por medio de un cuestionario online, en una encuesta cualitativa, los resultados sirvieron para caracterizar al grupo e indicaron informaciones que no aseguran su viabilización y designios. Cuando ocurre, en su mayoría, se limita al medio ambiente y la sostenibilidad.

Palavras-chave


Meio ambiente; Formação de professores; Prática docente.

Texto completo:

PDF

Referências


Referências do artigo

BARDIN, Laurence. Análise de Conteúdo. Lisboa, Portugal: Edições 70, 1977.

BRASIL. Lei nº 9.795, de 27 de abril de 1999. Dispõe sobre a educação ambiental, institui a Política Nacional de Educação Ambiental e dá outras providências. Diário Oficial da União. Brasília, DF, 28 abr. 1999. Disponível em: . Acesso em: 26 set. 2017.

______.Decreto nº 4.281, de 25 de Junho de 2002. Regulamenta a Lei nº 9.795/99 que institui a Política Nacional de Educação Ambiental, e dá outras providências. Diário Oficial da União. Brasília, DF, 26 jun. 2002. Disponível em:. Acesso em: 26 set. 2017.

______. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. LDB – Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. 13. ed. Brasília: Edições Câmara, 2016.

______. Base Nacional Comum Curricular: Educação é a Base. 3ª versão. Ministério da Educação. Educação Infantil e Ensino Fundamental. 2017. Disponível em: . Acesso em: 5 set. 2017.

CHIZZOTTI, Antonio. Pesquisa Qualitativa em Ciências Humanas e Sociais. Petrópolis, RJ: Vozes, 2006

DIAS, Genebaldo Freire. Educação ambiental: princípios e práticas. 9. ed. São Paulo: Gaia, 2004.

GADOTTI, Moacir. Pedagogia da Terra. São Paulo: Petrópolis, 2000.

GIL, Antonio Carlos. Métodos e Técnicas de Pesquisa Social. 6.ed. São Paulo: Atlas, 2008.

LOUREIRO, Carlos Frederico Bernardo. Trajetória e fundamentos da educação ambiental. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2006.

REIGOTA, Marcos. Por uma filosofia da Educação Ambiental. In: MAGALHÃES, Luiz Eduardo (Coord.). A questão ambiental. São Paulo: Terragraph, 1994.

SEGURA, Denise de Souza Baena. Educação ambiental na escola pública: da curiosidade ingênua à consciência crítica. São Paulo: Annablume: Fapesp, 2001.

TAMAIO, Irineu. O professor na construção do conceito de natureza: uma experiência de educação ambiental. São Paulo: Annablume: WWF, 2002.

TRISTÃO, Martha. A educação ambiental na formação de professores: redes de saberes. São Paulo: Annablume; Vitória: Facitec, 2004.




DOI: https://doi.org/10.14295/remea.v35i1.7424

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2018 REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Indexadores
Portal de Periódicos - Capes Repositório DSpace Portal do Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas - IBICT Diadorim Diretório de Políticas de Acesso Aberto das Revistas Científicas Brasileiras Google Acadêmico The Elektronische Zeitschriftenbibliothek (Alemanha) OEI - Biblioteca Digital Diretório Luso-Brasileiro Repositórios e Revistas de Acesso Aberto LATINDEX REDIB (Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico)
Rev. eletrônica Mestr. Educ. Ambient., E-ISSN 1517-1256, ISSN 2318-4884, Rio Grande, Brasil.