A educação ambiental na formação dos professores da EJA: elemento formativo do sujeito ecológico
Environmental education in teacher training of the YAE: training element of the ecological subject
La educación ambiental en la formación de los profesores de la EDJA: elemento formativo del sujeto ecológico

Dayana Nascimento Carvalho, Geovana Ferreira Melo

Resumo


O objetivo do texto é discutir as fragilidades referentes à temática Educação Ambiental (EA) na formação de professores, especificamente na Educação de Jovens e Adultos (EJA). Diante da demanda referente ao processo de ensino-aprendizagem da temática EA, torna-se importante o aprofundamento teórico-prático da formação de professores, o que nos fez questionar: Qual a importância da EA na formação dos professores, em especial os que irão atuar na EJA? Trata-se de uma pesquisa teórica e documental, a partir do estudo da legislação e de referências atinentes à temática. O estudo aponta para a necessária a consolidação de políticas voltadas para a docência que promovam sólida formação teórico-prática, com foco no domínio do conhecimento da temática EA.

The aim of the text is to discuss the fragilities regarding the theme Environmental Education (EE) in teacher training, specifically in the Education of Young and Adults (YAE). Before the demand for the teaching-learning process of the EE theme, it becomes important to deepen the theoretical-practical teacher training, which made us question: What is the importance of EE in the training of teachers, especially those who will act in the YAE? This is a theoretical and documentary research, based on the study of legislation and references related to the theme. The study points to the need to consolidate policies aimed at teaching that promote a solid theoretical and practical training, focusing on the knowledge domain of the EE theme.

El objetivo del texto es discutir las debilidades referentes a la temática Educación Ambiental (DEA) en la formación de profesores, específicamente en la Educación de Jóvenes y Adultos (EDJA). Ante la demanda referente al proceso de enseñanza-aprendizaje de la temática DEA, se hace importante la profundización teórico-práctico de la formación de profesores, lo que nos hizo cuestionar: ¿Cuál es la importancia de la DEA en la formación de los profesores, en especial los que irán a actuar en la EDJA? Se trata de una investigación teórica y documental, a partir del estudio de la legislación y de referencias atinentes a la temática. El estudio apunta a la necesaria la consolidación de políticas vueltas para la docencia que promuevan sólida formación teórico-práctico, com foco en el dominio del conocimiento de la temática DEA.

Palavras-chave


Educação Ambiental;Educação de Jovens e Adultos;Formação de Professores

Texto completo:

PDF

Referências


ALBUQUERQUE, Maria da Conceição Almeida de. A Educação Ambiental na Educação de Jovens e Adultos (EJA): concepções dos educadores e a influência em suas práticas pedagógicas. 2014. 121f. Dissertação (Mestrado Profissional em Ensino de Ciências da Saúde) - Centro Universitário Anhanguera, Niterói, 2014.

ARAÚJO, Elaine da Silva; SILVA, Maria Savina dos Santos; CAVALHO, Yvone Souza ANDRADE, Ivanilza Moreira de. Percepção ambiental dos alunos da educação de jovens e adultos em Parnaíba - Piauí. Revista Espacios, Caracas, v. 37, n. 12, p. E-3, 2016.

ARROYO, Miguel Gonzáles. Educação de jovens e adultos: um campo de direitos e de responsabilidade pública. In: SOARES, L.; GIOVANETTI, M. A.; GOMES, N. L. (Orgs.). Diálogos na Educação de Jovens e Adultos. 2ª ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2006. p. 19-50.

AYRES, Robinson. Diversidade na educação de jovens e adultos: o compromisso dos municípios. In: III TELECONGRESSO INTERNACIONAL – EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS. Alfabetização e Educação ao longo da vida: uma visão renovada, 2003. Brasília. Anais... Brasília, 2003.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Constituição (1988). República Federativa do Brasil, Brasília, 1988. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/ConstituicaoCompilado.htm>. Acesso em: 01 set. 2017.

BRASIL. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. República Federativa do Brasil, Brasília, 1996. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L9394.htm>. Acesso em: 01 set. 2017.

BRASIL. Lei nº 9.795, de 27 de abril de 1999. Dispõe sobre a educação ambiental, institui a Política Nacional de Educação Ambiental. República Federativa do Brasil, Brasília, 1999. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/L9795.htm>. Acesso em: 01 set. 2017.

BRASIL. Lei nº 10.172, de 9 de janeiro de 2001. Aprova o Plano Nacional de Educação. República Federativa do Brasil, Brasília, 2001. Disponível em: . Acesso em: 01 set. 2017.

BRASIL. Decreto nº 4.281, de 25 de junho de 2002. Regulamenta a Lei no 9.795, de 27 de abril de 1999, que institui a Política Nacional de Educação Ambiental. República Federativa do Brasil, Brasília, 2002. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto/2002/d4281.htm>. Acesso em: 01 set. 2017.

BRASIL. A Rio+20: Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável. Em Discussão! Revista de audiência públicas do Senado Federal, Brasília, ano 3, v.11, 2012. Disponível em: . Acesso em: 01 set. 2017.

BRASIL. Programa Nacional de Educação Ambiental (ProNEA). Educação Ambiental: Por um Brasil Sustentável. ProNEA, Marcos Legais & Normativos. Ministério do Meio Ambiente, 4a ed. Brasília, 2014. Disponível em: < http://www.mma.gov.br/publicacoes/educacao-ambiental/category/98-pronea?download=1094:programa-nacional-de-educa%C3%A7%C3%A3o-ambiental-4%C2%AA-edi%C3%A7%C3%A3o>. Acesso em: 01 set. 2017.

CARVALHO, Isabel. Cristina de Moura. Educação Ambiental: A formação do sujeito ecológico. 4ª ed. São Paulo: Editora Cortez, 2008, 256 p.

COSTA, Letícia Gozzer; DAMASCENO, Marcos Vinícius Nogueira; SANTOS, Roberta de Souza. A Conferência de Estocolmo e o pensamento ambientalista: como tudo começou. In: Âmbito Jurídico, Rio Grande, XV, n. 105, out 2012. Disponível em: . Acesso em: 26 mar. 2016.

DIÓGENES, Kenia; ROCHA, Cristiano. “Educação Ambiental”: caminho para reverter a crise ambiental?. Revista brasileira de educação ambiental, Cuiabá, n. 4, p. 199-205, 2009.

FARIAS, Magda Regina Dias; CLARO, Paulo Cesar Gastaldo. Educação Ambiental na Educação de Jovens e Adultos: um diálogo em construção. Revista Saberes da UNIJIPA, Ji-Paraná, v. 001, p. 60-73, 2015.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: Saberes necessários à prática educativa. 33a ed. São Paulo: Editora Paz e Terra, 2006, 148p.

FREITAS, Andréia Cristina Santos; SANTOS, José Everaldo Oliveira e BARRETO, Luciano Vieira. Educação Ambiental no Ensino de Jovens e Adultos. Centro Científico Conhecer - Enciclopédia Biosfera, Goiânia, v.5, n.8, p. 1-11, 2009.

GUIMARÃES, Mauro. A formação de educadores ambientais. 4ª ed. Campinas: Editora Papirus, 2007, 174p.

MEDEIROS, Monalisa Cristina Silva; SILVA, José Adailton Lima; SOUZA, Cristiane Aureliano de; CABRAL, Laíse Nascimento. A Educação Ambiental no Ensino de Jovens e Adultos nas escolas públicas: dificuldades e desafios. Revista Educação Pública, Rio de Janeiro, v. 16, p. 1, 2016.

MIZUKAMI, Maria da Graça Nicoletti. Ensino: As abordagens do processo. Abordagem Cognitivista. São Paulo: EPU, 1986. p. 59-86.

NÓVOA, Antônio. Os professores e as histórias da sua vida. In: NÓVOA, A. (Org). Vidas de professores. Coleção Ciências da Educação, Vol. 4. Portugal: Porto Editora, 1992, p.11-30.

OLIVEIRA, Vânia Lúcia Carneiro Lumba de. Educação ambiental na EJA: Uma questão de conscientização. Centro de referência em educação de jovens e adultos. 2007. Disponível em: . Acesso em: 01 set. 2017.

PARANHOS, Rones de Deus; SHUVARTZ, Marilda. A relação entre a Educação Ambiental e a Educação de Jovens e Adultos sob a trajetória dos educadores. Revista Contexto & Educação, Ijuí, v.28, n. 91, p. 84-105, 2013.

RESENDE, Valéria Aparecida Dias de. Jovens e adultos como sujeitos do conhecimento. EJA na Diversidade: letramento acadêmico cultural. 1a ed. Uberlândia: EDUFU, 2013, v.1, p. 51-75.

SILVA, Ari E. Vicente; MARCHETTO, Margarida. A Percepção da Educação Ambiental no Ensino de Jovens e Adultos - EJA Escola Estadual Antônio Aggio - São Paulo, Capital, E&S - Engineering and Science, Mato Grosso, v. 2, n.4, p. 102-112, 2015.

SILVEIRA, Geraldo Tadeu Rezende; HOLANDA, Diego Luiz. Educação Ambiental para Jovens e Adultos: Horta Vertical. Revista Percurso Acadêmico, Belo Horizonte, v. 4, n. 7, p. 1-16, 2014.

UNESCO. V Conferência Internacional sobre Educação de Adultos (V CONFINTEA). Declaração de Hamburgo sobre Educação de Adultos. Hamburgo, Alemanha, 1997.

Disponível em: < http://forumeja.org.br/pi/sites/forumeja.org.br.pi/files/V%20Confintea%20Hamburgo%201997.pdf>. Acesso em: 01 set. 2017.

ZABALZA, Miguel A. O ensino universitário: Seu cenário e seus protagonistas. 1ª ed. Porto Alegre: Editora Artmed, 2004, 239 p.




DOI: https://doi.org/10.14295/remea.v35i1.7229

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2018 REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Indexadores
Portal de Periódicos - Capes Repositório DSpace Portal do Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas - IBICT Diadorim Diretório de Políticas de Acesso Aberto das Revistas Científicas Brasileiras Google Acadêmico The Elektronische Zeitschriftenbibliothek (Alemanha) OEI - Biblioteca Digital Diretório Luso-Brasileiro Repositórios e Revistas de Acesso Aberto LATINDEX REDIB (Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico)
Rev. eletrônica Mestr. Educ. Ambient., E-ISSN 1517-1256, ISSN 2318-4884, Rio Grande, Brasil.