A necessidade da transdiciplinaridade para promover a Educação Ambiental
The Transdisciplinarity Need to Promote Environmental Education

Shalimar Calegari Zanatta, Márcia Regina Royer, Eliane Picão da Silva Costa

Resumo


No Brasil, de acordo com as DCNs (Diretrizes Curriculares Nacionais), a Educação Ambiental (E.A.) deve ser abordada como um tema transversal em todas as disciplinas ministradas e, apesar da polêmica em torno da definição de transdisciplinaridade e quais as ações que a efetive como processo pedagógico, a complexidade que envolve os temas relacionados à E.A. exige o desenvolvimento de uma visão holística sobre as interações Meio Ambiente - Sociedade. A questão que discutimos aqui é como o professor deve proceder em sala de aula para abordar temas relacionados com a E.A. e se ele está sendo adequadamente preparado para isso. No entanto, resultados preliminares com acadêmicos do último ano do curso Graduação em Ciências – Licenciatura Plena, mostraram uma concepção denominada como reducionismo ecologista em questões que abordam a E.A. Este trabalho aponta que conceitos de Física e Química são tão relevantes quanto os conceitos de Biologia, além dos conceitos de Política, Economia e Sociologia para o desenvolvimento de um raciocínio transdicisplinar, necessário para promover a E.A. numa abordagem da aprendizagem significativa.

Palavras-chave


Interdisciplinaridade; Transdisciplinaridade; Professor de ciências

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Lei n° 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Brasília: DOU de 23/12/1996.

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais: meio ambiente e saúde. Ministério da Educação/Secretaria de Educação Fundamental, Brasília: p. 26,1997.

BRASIL. Lei n° 9.795, de 27 de abril de1999. Dispõe sobre Educação Ambiental e institui a Política Nacional de Educação Ambiental, e dá outras providências. Brasília: DOU de 28/04/1999.

CARSON, RACHEL. Primavera Silenciosa. São Paulo: Melhoramentos, 1962.

DAJOZ, ROGER. Princípios de Ecologia. 7. ed., Rio de Janeiro: Artmed, 2005.

DELIZOICOV, Demétrio; ANGOTTI, José André Peres. Metodologia do ensino de ciências. Coleção magistério. 2º grau. Série formação do professor. São Paulo: Cortez, 1990.

DIAS, Genebaldo Freire. Educação Ambiental: princípios e práticas. São Paulo: Gaia, 6. ed., 2004.

FAZENDA, Ivani Catarina Arantes. (Org.). Interdisciplinaridade: um projeto em parceria. São Paulo: Loyola, p. 13, 1991.

FAZENDA, Ivani Catarina Arantes e colaboradores. Práticas Interdisciplinares na Escola. São Paulo: Cortez, 3. ed., 1996.

JAPIASSÚ, Hilton. A questão da interdisciplinaridade. In: Seminário Internacional Sobre Reestruturação Curricular. Anais. Porto Alegre, 1994.

MARINHO, Alessandra Machado Simões. A Educação Ambiental e o Desafio da Interdisciplinaridade. Dissertação (Mestrado em Educação) – PUC de Minas Gerais. Belo Horizonte, 2004.

PHILIPPI JR, Arlindo; PELICIONI, Maria Cecilia Focesi. Educação Ambiental e Sustentabilidade. In: Bassoi, L. J. A Poluição das Águas. Barueri, SP: Manole, p.184, 2005.

PHILIPPI JR., Arlindo; TUCCI, Carlos Eduardo Morelli; HOGAN, Daniel Joseph; NAVEGANTES, Raul (editores). Interdisciplinaridade em ciências ambientais. São Paulo: Signus, p. 5, 2000.

PURVES, William; SADAVA, David; ORIANS, Gordon; HELLER, H. Craig Vida. A Ciência da Biologia. 6. ed., Porto Alegre: Artmed, 2002.

SATO, Michele; CARVALHO, Isabel Cristina Moura. (Orgs). Educação Ambiental: pesquisa e desafios. Porto Alegre: Artmed, 2005.

SAUVÉ, Lucie. Educação Ambiental: possibilidades e limitações. Educação e Pesquisa, n.31, v.2, p317-322, 2005.

MELO, Vander de Freitas; ALLEONI, Luís Reynaldo (editores). Química e Mineralogia do Solo. Parte I – Aplicações. Viçosa, MG: SBCS, 2009.

SOUZA, Luis. Gasto de água na indústria e na agropecuária. Nova Escola. Disponível em: http://revistaescola.abril.com.br/ciencias/fundamentos/meio-ambiente-agua-consumo-sustentabilidade-industria-agropecuaria-561812.shtmln Acesso em: jul. de 2015.




DOI: https://doi.org/10.14295/remea.v33i2.5647

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2016 REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado de Educação Ambiental

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Indexadores
Portal de Periódicos - Capes Repositório DSpace Portal do Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas - IBICT Diadorim Diretório de Políticas de Acesso Aberto das Revistas Científicas Brasileiras Google Acadêmico The Elektronische Zeitschriftenbibliothek (Alemanha) OEI - Biblioteca Digital Diretório Luso-Brasileiro Repositórios e Revistas de Acesso Aberto LATINDEX REDIB (Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico)
Rev. eletrônica Mestr. Educ. Ambient., E-ISSN 1517-1256, ISSN 2318-4884, Rio Grande, Brasil.