A trilha sensitiva como prática de educação ambiental para alunos de uma escola de ensino fundamental de Palmeira das Missões-RS

Fernanda Jéssica Pfeifer, Andressa Soares Quadros, André Boccasius Siqueira, Franciele Antonia Neis, Tais Lazzari Konflanz

Resumo


A Educação Ambiental, nos últimos anos, tem se mostrado como elemento fundamental na discussão e intervenção homem-natureza. Dela partem novas ideias e meios de atuação do ser humano em seu ambiente. Desta maneira, objetivou-se sensibilizar alunos de uma escola de ensino fundamental do município de Palmeira das Missões –RS com relação à preservação da natureza, por meio de uma trilha sensitiva como instrumento de educação ambiental. A trilha foi realizada em uma área de mata nativa da Universidade Federal de Santa Maria, Campus Palmeira das Missões. Ao percorrer da trilha os alunos ficaram com os olhos vendados e sentiram variadas emoções. O tato foi o sentido de maior relevância. O grau de satisfação e sensibilização superou o esperado.

Palavras-chave


Sensibilização; Trilha Sensitiva; Educação Ambiental;

Texto completo:

PDF

Referências


ARANCÍBIA, S. D.; CAVALCANTE, A. de M. B.; Conservação da biodiversidade e da paisagem através de trilhas com sinalização para o ecoturismo, na Reserva Ecológica de Sapiranga, Ceará. Anais da 57ª Reunião Anual da SBPC, Fortaleza: Anais, 2005. Disponível em: http://www.sbpcnet.org.br/livro/57ra/programas/senior/RESUMOS/resumo_1028.html

Acesso em: 28 abril. 2015.

ARAÚJO, D.; FARIAS, M. E. Trabalhando a construção de um novo conhecimento através dos sentidos em trilhas ecológicas. In: II Simpósio Sul Brasileiro de Educação Ambiental, 2003. Anais. Itajaí: Unilivre, 2003.

BARROS, M. I. A. Outdoor education: uma alternativa para a educação ambiental através do turismo de aventura. In: SERRANO, C. A educação pelas pedras: ecoturismo e educação ambiental. São Paulo: Chronos, p.85-110, 2000.

BEDIM, B P. Trilhas Interpretativas como instrumento didático à Educação Biológica e Ambiental: Reflexões. In: BIOED 2004 – INTERNATIONALCONFERENCE ON BIOLOGY EDUCATION, SUSTAINABLE DEVELOPMENT, ETHICS AND CITIZENSHIP. Rio de Janeiro, 2004.

BELL, D. R. Creating green citizens? Political liberalism and environmental education. Journal of Philosophy of Education, v. 38, n. 1, p. 37-53, 2004.

BORGES, C. M.; LIBERALI, G.; SILVA, R. M. da; A Trilha Interpretativa como Prática Inovadora de Ensino de Educação Ambiental para Alunos do Ensino Fundamental em Poços de Caldas – MG. N° 44. Ano XII junho/agosto 2013. Disponível em: http://www.revistaea.org/artigo.php?idartigo=1527&class=21Acessoem: 07 de jun. 2014.

CAMARGO, A. L. de B.; As dimensões e os desafios do desenvolvimento sustentável: concepções, entraves e implicações à sociedade humana. 197f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) – Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção, UFSC, 2002.

CORNELL, J. Brincar e aprender com a natureza. São Paulo: Companhia Melhoramentos: Editora Senac, 1996.

DIAS, G. F. Educação ambiental: princípios e práticas. 8 ed. São Paulo: Gaia, 2003.

FRIGO, Jucima; PRADO, Geisa Percio do; PASSOS, Manuela Gazzoni dos; LOPES, Fernando de Lima;.APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA: USO DA TRILHA SENSITIVA NO PROCESSO DE ENSINO. Revista UNINGÁ Review, v. 15, n. 1, 2013.

GUTIERREZ, Francisco; PRADO, Cruz;. Ecopedagogia e cidadania planetária. 2 ed. São Paulo: Cortez: Instituto Paulo Freire, 2000.

HOUSEL, S.H.; Toda a atenção para a Neurociência: descubra como o cérebro aprende para ensinar melhor. Revista Nova Escola, São Paulo: Abril, jun./jul. 2012.p. 48-55. In: FRIGO, Jucima; PRADO, Geisa Percio do; PASSOS, Manuela Gazzoni dos; LOPES, Fernando de Lima;. APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA: USO DA TRILHA SENSITIVA NO PROCESSO DE ENSINO. Revista UNINGÁ Review, v. 15, n. 1, 2013.

KAMMER, A.; DIERINGS, A. I.; PFLUCK, L. D.; A Trilha Sensitiva: um trabalho de campo diferenciado no ensino da geografia. VIII Semana Acadêmica e VIII Expedição Geográfica: Ensino, práticas e formação em Geografia. 04-06 de setembro de 2013. Disponível em: http://cac-php.unioeste.br/eventos/semanageografia/anais2013/trabalhos/resumo_expandido/geografia/33.pdf Acesso em: 05 jul. 2014.

LEFF, E. Complexidade, racionalidade ambiental e diálogo de saberes. Educação e Realidade, v. 34, n. 3, p. 17-24, 2009.

LEFF, E. Saber Ambiental. Rio de Janeiro: Vozes, 2001.

MATAREZI, J. et al. Educação ambiental em unidades de conservação. Documento de mini curso realizado no 2º Simpósio Brasileiro de Engenharia Ambiental, Itajaí, 5-8 outubro de 2003. (CD-rom). In: PASQUALETTO, A.; MELO, E. L.; Trilha Sensitiva no Memorial do Cerrado da Universidade Católica de Góias. Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental. Rio Grande. V.18, janeiro a junho 2007. Disponível em: http://www.seer.furg.br/remea/article/view/3308/1968 Acesso em: 04 jul. 2014

MENGHINI, F. B. As trilhas interpretativas como recurso pedagógico: caminhos traçados para a Educação Ambiental. 103 p. Dissertação de Mestrado (Educação)- UNIVALI, 2005.

MONTEIRO, F. G. C. A. Produção Cinematográfica em Sala de Aula: um Outro Olhar Para o Fazer Histórico. Revista História Hoje, São Paulo: v.3, n.7, 2005, pp. 01-12.

MORALES, A. G. Educação ambiental: somente a paixão levará a preservação. Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental. Rio Grande. v. 3, jul/ago/set. 2000. Disponível em: Acesso em 08 agosto, 2006

OLIVEIRA, T. L. de F.; VARGAS, I. A. de. Vivências Integradas à Natureza: por uma Educação Ambiental que estimule os sentidos. Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental, v. 22, janeiro a julho de 2009. Disponível em: http://www.seer.furg.br/remea/article/view/2829/1600 Acesso em: 28 abril. 2015.

PACHECO, E.; SILVA, H. P. Compromissos Epistemológicos do Conceito de Percepção Ambiental. Rio de Janeiro: Departamento de Antropologia, Museu Nacional e Programa EICOS UFRJ, 2007.

PASQUALETTO, A.; MELO, E. L.; Trilha Sensitiva no Memorial do Cerrado da Universidade Católica de Góias. Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental. Rio Grande. V.18, janeiro a junho 2007. Disponível em: http://www.seer.furg.br/remea/article/view/3308/1968 Acesso em: 04 jul. 2014

RENDEIRO, Manoel Fernandez Braz; JÚNIOR, Messias Amaral dos Santos; TERÁN, Augusto Fachín. O uso de trilhas para o ensino de ciências. Anais do 2º Simpósio em Educação em Ciências na Amazônia e VII Seminário de Ensino de Ciências na Amazônia. Manaus, 2012.

RUSCHEINSKY, A. Meio ambiente e percepção do real: os rumos da educação ambiental nas veias das ciências sociais. Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental. Rio Grande. v. 7, out/nov/dez. 2001. Disponível em: Acesso em 08 agosto, 2006. In: PASQUALETTO, A.; MELO, E. L.; Trilha Sensitiva no Memorial do Cerrado da Universidade Católica de Góias. Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental. Rio Grande. V.18, janeiro a junho 2007. Disponível em: http://www.seer.furg.br/remea/article/view/3308/1968 Acesso em: 04 jul. 2014

SANTOS, A. L. B.; SKINNER, L. F.; QUEIROZ, A. C. B. de.; Trilhas interpretativas como ferramentas para a valorização do patrimônio natural e cultural do município de Arraial do Cabo (RJ). Anais do VIII Congresso Nacional de Ecoturismo e do IV Encontro Interdisciplinar de Ecoturismo em Unidades de Conservação. Revista Brasileira de Ecoturismo, São Paulo, v.4, n.4, 2011, p. 582.

SILVA, S. A. D.; Percepção não-visual de alunos de quinta e sexta séries sobre o meio ambiente em Paraty-RJ. Educação Ambiental, v. 2, 2009.

VASCONCELLOS, J. Trilhas interpretativas: aliando educação e recreação. Congresso Brasileiro de Unidades de Conservação. Curitiba: IAP, 1997.

MARCUZZO, B. S.; SILVEIRA, V.; LOPES, E.; MINUZZ, T.Ç Trilhas Interpretativas, uma ferramenta eficiente para a Educação Ambiental. Revista Educação Ambiental em Ação. Número 51, ano XIII. 2015. Disponível em: http://www.revistaea.org/artigo.php?idartigo=2015 Acesso em: 28 abril 2015.




DOI: https://doi.org/10.14295/remea.v0i0.5062

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2017 REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado de Educação Ambiental

URL da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc/3.0/br/

Indexadores
Portal de Periódicos - Capes Repositório DSpace Portal do Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas - IBICT Diadorim Diretório de Políticas de Acesso Aberto das Revistas Científicas Brasileiras Google Acadêmico The Elektronische Zeitschriftenbibliothek (Alemanha) OEI - Biblioteca Digital Diretório Luso-Brasileiro Repositórios e Revistas de Acesso Aberto LATINDEX REDIB (Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico)
Rev. eletrônica Mestr. Educ. Ambient., E-ISSN 1517-1256, ISSN 2318-4884, Rio Grande, Brasil.