Os direitos animais como contribuição para uma Educação Ambiental não-especista

Priscila Camargo Reis, Victor Hugo Guimarães Rodrigues

Resumo


Enquanto movimento contra-cultural do século XXI, o Abolicionismo Animal vem, como o movimento ambientalista de outrora, anunciando novos modos de estar-no-mundo e outra forma de relação sociedade-natureza, sendo os animais (humanos e não humanos) parte dela. E traz uma nova chama para contribuir com a Educação Ambiental. O presente artigo buscou mostrar as interfaces da exploração animal com seus reflexos éticos, econômicos, sociais, ecológicos e mentais e como, mediante uma mentalidade e comportamento não-especistas poderíamos melhorar nossas práticas cotidianas e educacionais.

Palavras-chave


Educação Ambiental; Especismo; Direitos Animais.

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, Rubem. A complicada arte de ver. Texto extraído da seção "Sinapse", jornal "Folha de S.Paulo", versão on line, publicado em 26/10/2004.

BACHELARD, Gaston. A poética do devaneio. Trad.: Antônio de Pádua Danesi. São Paulo: Martina Fontes, 1988.

BARBOZA, J. A Mitleidsethik e os animais ou Schopenhauer como precursor da ética animal. Ethic@: Revista Internacional de Filosofia da Moral. Florianópolis, v.7, n. 2, p. 253-265, Dez. 2008.

BAREMBLITT, Gregorio. Compêndio de análise institucional e outras correntes: teoria e prática. 5ª Ed. Belo Horizonte: Instituto Félix Guattari, 2002.

BLUWOL, Dennis Zagha. Ética Libertária Interdependente - veganismo, ecologia, saúde, política e liberdade.In:Silvana Andrade. Visão Abolicionista: Ética e Direitos Animais. São Paulo: Libra Três, 2010.

BOFF, Leonardo. Saber cuidar: ética do humano – compaixão pela terra. Petrópolis, RJ:Vozes, 1999.

BOOKCHIN, Murray. La Ecología de La Libertad - El Surgimiento y La disolución de La jerarquia.Trad: Marcelo Gabriel Burello.2ª Ed. Móstoles: Nossa y Jara Editores, 1991.

BORGES, Fátima. Relação entre crueldade com seres humanos e com animais. Disponível em: http://mortas.wordpress.com/2011/11/06/psicopatia-e-a-crueldade-com-animais/. Acesso: 10 de novembro de 2011.

BRÜGGER, Paula C. Amigo Animal- reflexões interdisciplinares sobre educação e meio ambiente. Animais, ética, dieta, saúde, paradigmas. Florianópolis: Letras Contemporâneas, 2004a.

__________________. Educação ou adestramento ambiental? 3ªed. Florianópolis: Letras Contemporâneas, 2004b.

__________________. Visões estreitas na educação ambiental. In: Revista Ciência Hoje, v.24, n.141, p. 62-65. Ed.Instituto Ciência Hoje. São Paulo: Agosto, 1998.

CUNHA, Luciano Carlos. Conceitos para que seja possível se pensar a ética animal. Florianópolis: 2007. Disponível em:

< http://www.sentiens.net/pensata/PA_ENS_eticaglobal_luciano_05.html. >

GOLDIM, Jose Roberto; RAYMUNDO, Marcia Mocellin. Pesquisa em Saúde e os Direitos dos Animais. 2 ed. Porto Alegre: HCPA, 1997.

GREIF, Sérgio. Sustentabilidade econômica e ecológica mediante a opção pelo vegetarianismo. Cadernos de Debate. Vol.9, Campinas, p. 55-68, 2002.

HIRSCH, Sonia. Deixa Sair-Dieta sem dieta. São Paulo: Correcotia, 1985.

IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de Agropecuária do. Estatística de Produção Agropecuária, dezembro 2011. Disponível em: . Acesso: 10 de dezembro de 2011.

LAPPÉ, Frances Moore. Trad:Sílvio Branco Sarzana. Dieta para um pequeno planeta. São Paulo: Global,1985.

LEME, Malu Paes. Alimentação Inteligente-Receitas Naturais. Rio de Janeiro: Livros Ilimitados, 2010

LEVAI, Laerte Fernando. Direito dos animais. Campos do Jordão: Mantiqueira, 2004.

MATURANA, Humberto. Cognição, Ciência e Vida Cotidiana. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2001.

MÜLLER (2011),Bruno. O sentido do vegetarianismo – do vegetarianismo holístico aos direitos animais. Disponível em: . Acesso:11 de Setembro de 2011.

NATIONS, Food and Agriculture Organization of the United. The state of food and agriculture: livestock in the balance. Roma, Itália: FAO, 2009. Relatório disponível em: http://www.fao.org/docrep/012/i0680e.pdf. Acesso: Maio, 2011.

REGAN, Tom. Jaulas Vazias. Porto Alegre: Lugano, 2006.

REIGOTA, Marcos. O que é educação ambiental? 2ª Ed. São Paulo: Editora Brasilienses, 2009.

REIS, Priscila Camargo. A experimentação animal na Universidade Federal de Goiás: elementos para uma abordagem crítica. Monografia apresentada à Coordenação do Curso de ciências Biológicas, da Universidade Federal de Goiás, para a obtenção do grau de Bacharel em Ciências Biológicas. 2008.

REIS, Priscila Camargo; TRÉZ, Thales Astrogildo. A experimentação animal na Universidade Federal de Goiás: elementos para uma abordagem crítica. Contrapontos. Vol. 9 nº 2, Itajaí, pp. 77 – 89, 2009.

RODRIGUES, Victor Hugo Guimarães. Filosofia Onírica De Gaston Bachelard em Mundos Desencantados e Tempos Sombrios. Ambiente e Educação. Vol: 13, pp.67-82, 2008.

___________________________. Ecologia Onírica e Psicologia Transpessoal - Convergências. Trabalho de Conclusão de Curso de Psicologia Transpessoal, apresentado à Unipaz-Sul e FISUL/RS como requisito para obtenção do título de especialista, 2011

SAMTEN, Padma; Vitor Caruso Jr. O Lama e o Economista - Diálogos sobre Budismo, Economia e Ecologia. São Carlos: RiMa, 2004

SHIVA, Vandana. Monoculturas da mente: perspectivas da biodiversidade e da biotecnologia. Trad.: Dinah de Abreu Azevedo. São Paulo: Gaia,2003.

currículo. 3ª Ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2009.

SINGER, Peter; MASON, Jim. A Ética da Alimentação: Como nossos hábitos alimentares influenciam o meio ambiente e o nosso bem-estar. Rio de Janeiro: Campus, 2007.

SILVA, Alexander Meireles da Silva. Utopia para quem?O desenvolvimento da literatura de utopia feminina. Revista Eletrônica do Instituto de Humanidades. Vol.VI, n.XXI,pp. 1-14, 2007.

SILVA, Tomáz Tadeu da. Documentos de identidade: uma introdução às teorias do currículo. 3ª Ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2009.

SUL, Jornal Cruzeiro do. Pecuária emite metade do carbono do País. Meio ambiente. Sorocaba, p.1, 10 de dezembro de 2009. Disponível em:

THOMAS, keith. O Homem e o mundo Natural- Mudança de atitude em relação às plantas e aos animais: 1500-1800. Trad.: João Roberto Martins Filho. 4ª Reimpressão. São Paulo: Cia das Letras, 2001.

TRABALHO, Organização Internacional do. Relatório sobre trabalho escravo no Brasil. 2006.




DOI: https://doi.org/10.14295/remea.v30i1.3301

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2014 REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado de Educação Ambiental



Indexadores
Portal de Periódicos - Capes Repositório DSpace Portal do Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas - IBICT Diadorim Diretório de Políticas de Acesso Aberto das Revistas Científicas Brasileiras Google Acadêmico The Elektronische Zeitschriftenbibliothek (Alemanha) OEI - Biblioteca Digital Diretório Luso-Brasileiro Repositórios e Revistas de Acesso Aberto LATINDEX REDIB (Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico)
Rev. eletrônica Mestr. Educ. Ambient., E-ISSN 1517-1256, ISSN 2318-4884, Rio Grande, Brasil.