A EDUCAÇÃO AMBIENTAL CRÍTICA NO ENFRENTAMENTO DOS DESAFIOS DA POLÍTICA AMBIENTAL CONTEMPORÂNEA NO PARLAMENTO BRASILEIRO

Inny Accioly, Celso Sánchez

Resumo


No atual momento de revisão das políticas ambientais brasileiras que pendem para a sua flexibilização e
afrouxamento, tornou-se emblemática a proposta de alteração do Código Florestal Brasileiro (PL nº 1876/99).
Neste contexto, o presente trabalho pretende discutir de que maneira a educação ambiental, em especial a sua
abordagem crítica, pode fazer frente ao desafio que vem sendo imposto pelos movimentos conservadores ligados
ao agronegócio cujos protagonistas se inserem de forma estratégica no Congresso Nacional Brasileiro. Para tal,
discute a problemática ambiental brasileira, apresenta os financiamentos de campanhas de políticos que
protagonizaram o debate ambiental na Câmara e no Senado, discute as estratégias do discurso “anti-ecológico”,
enfatizando sua ação no campo da educação e, por fim, debate a inserção da educação ambiental critica diante
deste cenário.

Palavras-chave


Discurso Anti-Ecológico, Educação Ambiental, Agronegócio, Políticas Ambientais, Congresso Nacional.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14295/remea.v27i0.3196

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2014 REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado de Educação Ambiental



Indexadores
Portal de Periódicos - Capes Repositório DSpace Portal do Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas - IBICT Diadorim Diretório de Políticas de Acesso Aberto das Revistas Científicas Brasileiras Google Acadêmico The Elektronische Zeitschriftenbibliothek (Alemanha) OEI - Biblioteca Digital Diretório Luso-Brasileiro Repositórios e Revistas de Acesso Aberto LATINDEX REDIB (Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico)
Rev. eletrônica Mestr. Educ. Ambient., E-ISSN 1517-1256, ISSN 2318-4884, Rio Grande, Brasil.