A EDUCAÇÃO AMBIENTAL EM UMA ESCOLA DA REDE ESTADUAL DE ENSINO NO MUNICÍPIO DE SANTO ANDRÉ: ANÁLISE SITUACIONAL

Marcia da Silva Lozano, José Luiz Negrão Mucci

Resumo


Com o agravamento da crise sócio-ambiental nas metrópoles brasileiras, tornou-se imprescindível e urgente a inserção da Educação Ambiental (EA) no ensino formal. O presente estudo, realizado no ano de 2003, analisou a aplicação dos conceitos da EA, segundo os pressupostos de Tbilisi e da Política Nacional de Educação Ambiental, em uma escola da rede pública estadual de ensino. Situada próxima a uma Área de Proteção aos Mananciais do
Município de Santo André, a escola atendia à população de baixa renda. Foram analisadas as Representações Sociais dos professores sobre questões que envolviam a esfera da EA. Os resultados do estudo permitiram concluir que problemas como confusão conceitual, formação específica dos professores, problemas no processo de formação continuada, violência e ausência da comunidade são, possivelmente, os principais entraves para desenvolvimento da EA na escola.

Palavras-chave


Educação Ambiental; educação básica; população de baixa renda.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14295/remea.v14i0.2890

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2014 REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado de Educação Ambiental



Indexadores
Portal de Periódicos - Capes Repositório DSpace Portal do Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas - IBICT Diadorim Diretório de Políticas de Acesso Aberto das Revistas Científicas Brasileiras Google Acadêmico The Elektronische Zeitschriftenbibliothek (Alemanha) OEI - Biblioteca Digital Diretório Luso-Brasileiro Repositórios e Revistas de Acesso Aberto LATINDEX REDIB (Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico)
Rev. eletrônica Mestr. Educ. Ambient., E-ISSN 1517-1256, ISSN 2318-4884, Rio Grande, Brasil.