Lésbicas e Bissexuais em Narrativas Adolescentes: Um olhar feminista sobre produções seriadas para TV e Internet.

Daniela Auad, Sabrina Fernandes Pereira Lopes, Cláudia Regina Lahni

Resumo


Ao focalizar personagens lésbicas e bissexuais em um conjunto de quatro obras audiovisuais ficcionais seriadas, que estrearam entre 2017 e 2019, o presente artigo reflete sobre narrativas para o público adolescente, tanto no modo de transmissão já consolidado em canais de televisão quanto com o crescente acesso pela internet. Séries e novelas com público alvo adolescente ou familiar, com protagonismo adolescente e que apresentam personagens lésbicas e/ou bissexuais de destaque foram selecionadas e colocadas a dialogar com autoras que abordam Direito à Comunicação no contexto das tecnologias digitais, Feminismos nos campos da Comunicação e Educação e Feminismo Lésbico. Autodescoberta, autoconhecimento e relações familiares foram centrais nas produções pesquisadas. Temáticas a partir das quais são debatidas as relações entre cidadania comunicativa e mulheres lésbicas e bissexuais.

Palavras-chave


Feminismos. Lesbianidades. Cultura Visual.

Texto completo:

PDF

Referências


AMOS, Tori. Silent all theses years. In: AMOS, Tori. Little Earthquakes.Los Angeles: Atlantic Records, 1992. Disponível em: https://open.spotify.com/album/5bxqwBKvCyB67zOEVCrFZE.Acesso em: 04 nov. 2019.

ANNE with an E. Criação de Moira Walley-beckett. Intérpretes: AmybethMcnulty, Geraldine James, R.h. Thomson. Canadá: CBC e Netflix, 2017. Son., color. Legendado. Disponível em: https://www.netflix.com/title/80136311. Acessoem: 11 nov. 2019.

ASSIS, Ryan Brandão Barbosa Reinh de; AUAD, Daniela; LAHNI, Cláudia Regina. Educação e Cidadania na TV: um estudo sobre Glee. In: 1º Seminário Internacional Diferenças e Educação, 2013, Juiz de Fora. Anais […],v. 1, p. 553-565.Juiz de Fora: UFJF – Neped, 2013.

BEIRNE, Rebecca. Teen Lesbian Desires and Identities in International Cinema: 1931–2007. Journal of Lesbian Studies, Londres, v. 16, n. 3, p.258-272, jul. 2012.

BERTRAN, Agustin. Globo quer investir R$ 1 bilhão no GloboPlay e em novas tecnologias em 2020. Nextv Brasil, 22 nov. 2019. Disponível em: https://nextvbrasil.com/globo-quer-investir-r-1-bilhao-no-globoplay-e-em-novas-tecnologias-em-2020/. Acesso em: 27 abril 2020.

BONFIM, Mariana. StrangerThings é das MULHERES. Minas Nerds, 10 jul. 2019. Disponível em: http://minasnerds.com.br/2019/07/10/stranger-things-e-das-mulheres/. Acesso em: 27 abril 2020.

BORGES, Pedro. Série busca mulheres lésbicas e bissexuais que queiram dividir suas histórias. Alma Preta, 10 abr. 2017. Disponível em: https://almapreta.com/editorias/realidade/serie-busca-mulheres-lesbicas-e-bissexuais-que-queiram-dividir-suas-historias. Acesso em: 27 abril 2020.

CALVINO, Italo. Por que ler os Clássicos. São Paulo: Companhia das Letras, 1993.

CASTELLANO, Mayka; MEIMARIDIS, Melina. Produção Televisiva e Instrumentalização da Nostalgia: O caso Netflix. RevistaGEMInIS, v. 8, n. 1, p. 60-86, 19 jul. 2017.

CERDEIRA, Camila. Malhação Viva A Diferença. Preta, Nerd e BurningHell, 07 mar. 2018. Disponível em: www.pretaenerd.com.br/2018/03/malhacao-viva-diferenca.html. Acesso em: 27 abril 2020.

CITRON, Michelle. Women's Film Production: Going Mainstream. In: PRIBRAM, E. Deidre. Female Spectators: Looking at Films and Television. Londres: Verso, 1990. p. 45-63.

COUTINHO, Lídia Miranda. A telenovela Malhação e seus modos de endereçamento. Inovcom Sul, 2008.Anais [...], 2008.

DEMARCHI, Helena. O debate do feminismo em Anne withan E: O que aprendemos com Anne Shirley? Chimichangas, 09 mar. 2020. Disponível em: https://www.chimichangas.com.br/series/o-debate-do-feminismo-em-anne-with-an-e-o-que-aprendemos-com-anne-shirley/. Acesso em: 27 abril 2020.

EL PAÍS. Protestos contra cortes na educação: “O que o presidente diz é uma ofensa a nós que viemos às ruas”. El País Brasil, 16 maio 2019. Disponível em: https://brasil.elpais.com/brasil/2019/05/15/politica/1557925930_773928.html. Acesso em: 27 abril 2020.

EUPHORIA. Criação de Sam Levinson. Intérpretes: Zendaya, Maude Apatow, Angus Cloud. EUA: Netflix, 2019. Son., color.

EVARISTO, Yasmine. O Dia de Jerusa: a urgência da representação e da representatividade. Plano Aberto, 23 ago. 2018. Disponível em: https://www.planoaberto.com.br/o-dia-de-jerusa. Acesso em: 27 abril 2020.

EVERYTHING Sucks!. Criação de Ben York Jones e Michael Mohan. Intérpretes: JahiDi'allo Winston, Peyton Kennedy, Patch Darragh. EUA: Netflix, 2018. Son., color. Disponível em: www.netflix.com/watch/80117713. Acesso em: 11 nov. 2019.

GÓMEZ, Guillermo Orozco. Educomunicação: Recepção midiática, aprendizagem e cidadania. São Paulo: Paulinas, 2014. 168 p.

HOOKS, bell. De quem é essa buceta?: um comentário feminista. In: ADELMAN, Miriam et al.(Org.). Mulheres, homens, olhares e cenas. Curitiba: Editora UFPR, 2011. p. 197-205.

ITAÚ CULTURAL. Viviane Ferreira – Diálogos Ausentes (2016). YouTube, 3 abr. 2017. Disponível em: www.youtube.com/watch?v=MOJ3nJPSW9A. Acesso em: 27 abril 2020.

KINOCHECK INTERNACIONAL. Everything Sucks! Trailer (2018) Netflix. YouTube, 6 fev. 2018. Disponível em: www.youtube.com/watch?v=-mMr16Xt2Fc. Acesso em: 27 abril 2020.

LAHNI, Cláudia Regina; AUAD, Daniela. Feminismos e direito à comunicação: lésbicas, bissexuais e transexuais em série. Laplage em Revista, Sorocaba, v. 4, n. 1, p.93-108, jan./abr. 2018. Disponível em: www.laplageemrevista.ufscar.br/index.php/lpg/article/view/439. Acesso em: 07 out. 2019.

LAHNI, Cláudia Regina; AUAD, Daniela. As lésbicas têm espaço no jornalismo? Presenças e ausências lesbianas na comunicação. In: SOARES, Mayana Rocha; BRANDÃO, Simone; LORDE, Audre. audre lorde. confabulando, s/d. Disponível em: http://kk2011.confabulando.org/index.php/Main/AudreLorde. Acesso em: 27 abril 2020.

MAGALHÃES, Letícia. Aprendendo com a Vovó (2015). Cine Suffragette, 22 set. 2027. Disponível em: https://medium.com/cinesuffragette/aprendendo-com-a-vov%C3%B3-2015-b43b4ff47507. Acesso em: 27 abril 2020.

MALHAÇÃO: Viva a Diferença. Direção de Paulo Silvestrini. Intérpretes: Gabriela Medvedovski, Daphne Bozaski, Ana Hikari,Heslaine Vieira, Manoela Aliperti. São Paulo: Globo, 2017-2018. Son., color.

MARTIN-BARBERO, Jesús. Dos meios às mediações: Comunicação, cultura e hegemonia. 2.ed. Rio de Janeiro: Editora da UFRJ, 2003.

MATA, Maria Cristina. Os silenciados e a comunicação na América Latina. Entrevista Especial com Maria Cristina Mata. EcoDebate,18 fev. 2010.

MEDEIROS, Lucas. Malhação ganha seu primeiro casal lésbico; relembre outros casais nas novelas. O TV Foco, 19 dez. 2017. Disponível em: www.otvfoco.com.br/malhacao-ganha-seu-primeiro-casal-lesbico-relembre-outros-casais-nas-novelas/. Acesso em: 27 abril 2020.

MIRANDA, Wagner Rodrigues. Produzir e ver o audiovisual na cibercultura:novos hábitos na contemporaneidade. Belo Horizonte, 2017. 140 f. Dissertação (Mestrado em Artes) - Escola de Belas Artes, Universidade Federal de Minas Gerais. Disponível em: https://repositorio.ufmg.br/handle/1843/BUBD-APEPYS. Acesso em: 15 set. 2019.

MONTGOMERY, Lucy Maud. Anne de Green Gables.Martins: Pedra Azul, 2018. 236 p.

NETFLIX. Comunicados à imprensa. Netflix Media Center. Netflix, s/d. Disponível em: https://media.netflix.com/pt_br/press-releases. Acesso em: 27 abril 2020.

NOGUEIRA, Nádia. Invenções de si em histórias de amor: Lota Macedo Soares e Elizabeth Bishop. Campinas, 2005. Tese (Doutorado)– Universidade de Campinas.

NOGUEIRA, Nádia. Invenções de si em histórias de amor: Lota Macedo Soares e Elizabeth Bishop. Rio de Janeiro:Apicuri, 2008.

ONE Day at a Time. Criação de Gloria CalderonKellett e Mike Royce. Intérpretes: Justina Machado, Todd Grinnell, Isabella Gomez. EUA: Netflix, 2017. Son., color.Disponível em: www.netflix.com/watch/80118600?trackId=200257859. Acesso em: 11 nov. 2019.

PERUZZO, Cicilia M. K. Internet e Democracia comunicacional: Entre os Entraves, Utopias e o Direito à comunicação. In: MELO, José Marques de; SATHLER, Luciano (Org.). Direitos à Comunicação na Sociedade da Informação. São Bernardo do Campo: Umesp, 2005. p. 267-288.

PETITE, Luana. Entre versos e samambaia: O encontro de Elizabeth Bishop e Lota de Macedo Soares. Valkirias, 30 jan. 2018. Disponível em: http://valkirias.com.br/entre-versos-e-samambaia-elizabeth-bishop-lota-soares/. Acesso em: 27 abril 2020.

PROCURA-SE Amy. Direção de Kevin Smith. EUA, 1997. Son., color. Legendado.

QUERINO, Rangel. Com casal lésbico, sucesso de Malhação faz Globo vender novela para o exterior. Observatório G, 19 jan. 2018. Disponível em: https://observatoriog.bol.uol.com.br/noticias/2018/01/com-casal-lesbico-sucesso-de-malhacao-faz-globo-vender-novela-para-o-exterior. Acesso em: 27 abril 2020.

RICH, Adrienne.Heterossexualidade Compulsória e Existência Lésbica e Outros Ensaios. Rio de Janeiro: A Bolha Editora, 2019. 164 p.

RIO, Mariana. EverythingSucks!: Os anos 90 e os dilemas da adolescência. Delirium Nerd, 11 abr. 2018. Disponível em: https://deliriumnerd.com/2018/04/11/everything-sucks-anos-90/. Acesso em: 27 abril 2020.

SILVA, Carlos Eduardo Lins da. As brechas da indústria cultural brasileira. In: FESTA, Regina; e SILVA, Carlos Eduardo Lins da (Org.). Comunicação popular e alternativa no Brasil. São Paulo: Paulinas, 1986.

STRANGER Things. Criação de Matt Duffer e Ross Duffer. EUA: Netflix, 2016. Son, color.

SOMMELIER DE OPINIÃO. Onedayat a time — depressão, temas LGBTQ, feminismo e a necessidade da esperança. Sommelier de opinião, 28 jan. 2018. Disponível em: https://medium.com/@sommelierdeopiniao/one-day-at-a-time-depress%C3%A3o-temas-lgbtq-feminismo-e-a-necessidade-da-esperan%C3%A7a-2f46c3a2ac40. Acesso em: 27 abril 2020.

YOUTUBE. YouTube para a imprensa. YouTube, s/d. Disponível em: www.youtube.com/intl/pt-BR/about/press/. Acesso em: 27 abril 2020.




DOI: https://doi.org/10.14295/remea.v0i0.11355

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2020 REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Indexadores
Portal de Periódicos - Capes Repositório DSpace Portal do Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas - IBICT Diadorim Diretório de Políticas de Acesso Aberto das Revistas Científicas Brasileiras Google Acadêmico The Elektronische Zeitschriftenbibliothek (Alemanha) OEI - Biblioteca Digital Diretório Luso-Brasileiro Repositórios e Revistas de Acesso Aberto LATINDEX REDIB (Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico)
Rev. eletrônica Mestr. Educ. Ambient., E-ISSN 1517-1256, ISSN 2318-4884, Rio Grande, Brasil.