O espelho mágico das resistências: das fabulações cotidianas à apoteose do carnaval

Maria da Conceição Silva Soares, Vinícius Leite Reis, Simone Gomes da Costa

Resumo


Por entendermos que o real é fabricado por práticas cotidianas (CERTEAU, 2014) é que buscamos discutir neste trabalho interfaces relacionadas à fabulação, tal qual como a pensamos, produzida em ato. Para isso, trouxemos para este trabalho um recorte da pesquisa intitulada Professoras em devir: Fabulações imagéticas de si, problematizações do feminino e implicações para a docência. A nós, nos interessa o bioempoderamento, as táticas dos praticantes (CERTEAU, 2014) que tensionam as estratégias do biopoder. Apresentamos o carnaval da cidade do Rio como resultado de um processo histórico de resistência. A potência do falso inscrita nos corpos, através de gestos, performatividade e discursos, nos permite criar mundos, territórios existenciais onde a resistência é cotidiana, táticas de sobrevivência, subversão, conveniência. O carnaval é a metalinguagem do real.

Palavras-chave


Cotidiano; Fabulação; Metalinguagem; Gênero e sexualidade.

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, Nilda. Tecer conhecimentos em rede. In: ALVES, N. & GARCIA, R. L. (org.). O sentido da Escola. Petrópolis, RJ: DP et Alii, 2008.

ANDRADE, Nívea et al. Os movimentos necessários às pesquisas com os cotidianos – após muitas ‘conversas’ acerca deles. In: OLIVEIRA, Inês Barbosa de; PEIXOTO, Leonardo Ferreira; SÜSSEKIND, Maria Maria Luiza (org.) Estudos do cotidiano, currículo e formação docente:questões metodológicas, políticas e epistemológicas. Curitiba: CRV, 2019.

ANDRADE, Nívea et al. Redes Educativas 'dentrofora' das escolas, exemplificadas pela formação de professores. In: SANTOS, Lucíola, DALBEN, Ângela e LEAL, Júlio Diniz Leiva (Orgs.). Convergências e tensões no campo da formação e do trabalho docente: Currículo, Ensino de Educação Física, Ensino de Geografia, Ensino de História, Escola, Família e Comunidade. 66 ed. Belo Horizonte/MG: Autêntica, 2010.

BUTLER, Judith. Quadros de guerra: quando a vida é passível de luto? Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2018.

DELEUZE, Gilles. A imagem-tempo. São Paulo: Brasiliense, 1985.

Dicionário da TV Gobo. v.1: programas de dramaturgia & entretenimento / Projeto Memórias das Organizações Globo. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2003.

CERTEAU,Michel de. História e psicanálise: entre ciência e ficção. Belo horizonte: Autêntica, 2011.

CERTEAU, Michel de. A invenção do cotidiano: 1. Artes de fazer. Petrópolis, RJ: Vozes, 2014.

CERTEAU, Michel de; GIARD, Luce; MAYOL, Pierre. A invenção do cotidiano: 2. morar, cozinhar. Petrópolis, RJ: Vozes, 2013.

KASTRUP, Virgínia. Políticas cognitivas na formação do professor e o problema do devir-mestre. Revista Educação & Sociedade, Campinas, vol. 26, n. 93, p. 1273-1288, Set./Dez. 2005.

KASTRUP, Virgínia. A Invenção de si e do mundo. Belo Horizonte: Autêntica, 2007.

KILPP, Suzana. Dispersão-convergência: apontamentos para a pesquisa de audiovisualidades. In: MONTAÑO, Sonia; FISCHER, Gustavo: KILPP, Suzana. Impacto das novas mídias no estatuto da imagem. Porto Alegre: Sulina, 2012.

MARQUES, Davida. Entre fabulações de uma formação docente. Revista Digital do LAV, v. 8, n. 2, p. 160-174, 2015. Disponível em: http://dx.doi.org/10.5902/1983734819870. Acesso em: 16 jul. 2019.

NOLASCO-SILVA, Leonardo et al. A invenção de si, do outro e da diferença sexual nas telas do YouTube: sexo e gênero como práticas culturais. In: FILHO, Aldo Victorio; BERINO, Aristóstoles; SOARES, Maria da Conceição Silva (org.) Educação e audiovisualidades. Curitiba: Appris, 2018.

PEREIRA, José Valter (Valter Filé). O que espanta a míséria é festa! Puxando Conversa: narrativas e memórias nas redes educativas do samba. Tese de doutorado defendida em 2006.

PRECIADO, Beatriz. Manifesto Contrassexual: práticas subversivas de identidade sexual. São Paulo: n-1 Edições, 2014.

PRECIADO, Beatriz. Testo Junkie: sexo, drogas e biopolítica na era farmacopornográfica. São Paulo: n-1 edições, 2018.

WULF, Christoph. Homo Pictor: imaginação, ritual e aprendizado mimético no mundo globalizado. São Paulo: Hedra, 2013.




DOI: https://doi.org/10.14295/remea.v0i0.11353

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2020 REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Indexadores
Portal de Periódicos - Capes Repositório DSpace Portal do Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas - IBICT Diadorim Diretório de Políticas de Acesso Aberto das Revistas Científicas Brasileiras Google Acadêmico The Elektronische Zeitschriftenbibliothek (Alemanha) OEI - Biblioteca Digital Diretório Luso-Brasileiro Repositórios e Revistas de Acesso Aberto LATINDEX REDIB (Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico)
Rev. eletrônica Mestr. Educ. Ambient., E-ISSN 1517-1256, ISSN 2318-4884, Rio Grande, Brasil.