Pós-modernidade na educação: o que é isso? Iniciando as discussões

Márden De Pádua Ribeiro

Resumo


O presente artigo visa apresentar uma leitura científica introdutória voltada para estudantes de graduação das licenciaturas, bem como profissionais da educação que queiram um estudo de caráter inicial acerca de uma importante vertente filosófica que atualmente se constitui como fundamental no campo educacional: a pós-modernidade. Para tal, realiza-se aqui um estudo de caráter teórico sob pesquisa bibliográfica interpretativa (GIL, 2002). É elaborado um apanhado teórico a respeito das possibilidades conceituais da pós-modernidade, com base em seus autores fundamentais. Posteriormente é realizada uma apropriação de tais conceitos para a lógica da educação, deixando reflexões e uma série de problematizações a respeito da pós-modernidade na educação, tanto do ponto de vista de vertentes que a apóiam, quanto de concepções que desconfiam de suas premissas. Desse modo, pretende-se cumprir o objetivo de fornecer sólido ponto de partido a respeito de uma discussão nebulosa mas fundamental.

Texto completo:

PDF

Referências


ANDERSON, Perry. As origens da pós-modernidade. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1999.

BAUMAN, Zygmunt. O mal-estar da pós-modernidade. Rio de Janeiro: Zahar, 1999.

DUSSEL, Enrique. 1492 O encobrimento do outro. Petrópolis: Vozes, 1993.

EAGLETON, Terry. As ilusões do pós-modernismo. Rio de Janeiro: Jorge. Zahar, 1998.

EAGLETON, Terry. Depois da teoria – um olhar sobre os estudos culturais e o pós-modernismo. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2005.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Esperança. 11. ed. São Paulo: Paz e Terra, 1992.

FREIRE, Paulo. Política e educação. São Paulo: Cortez, 1993.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. 33.ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2013.

GOERGEN, Pedro. Pós-modernidade, ética e educação. 2. ed. São Paulo: Autores Associados, 2005.

GIDDENS, Anthony. As conseqüências da modernidade. São Paulo: Editora da Unesp, 1991.

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas, 2002.

GIROUX, Henry. O Pós-Modernismo e o discurso da crítica educacional. In: SILVA, Tomaz Tadeu. (Org.). Teoria educacional crítica em tempos modernos. Porto Alegre: Artes Médicas, p.41-73, 1993.

HABERMAS, Jurgen. O discurso filosófico da modernidade: doze lições. São Paulo: Martins Fontes, 2000.

HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. 11ª Ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2011.

HARVEY, David. A condição pós-moderna. São Paulo: Loyola, 2009.

JAMESON, Friedric. Pós-modernismo, a lógica cultural do capitalismo tardio. São Paulo: Ática, 1996.

Lipovetsky, Gilles. A era do vazio: ensaios sobre o individualismo contemporâneo. Barueri: Manole, 2005.

Lipovetsky, Gilles; Charles, Sebastian. Os tempos hipermodernos. São Paulo: Barcarolla, 2004.

LOPES, Alice Ribeiro Casimiro; MACEDO, Elizabeth. Currículo da educação básica (1996-2002). Brasília: Ministério da Educação, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, 2006.

LOPES, Alice Casimiro. Currículo no debate modernidade, pós-modernidade. In: AMORIM, Antonio Carlos. Passagens entre moderno para o pós- moderno: ênfases e aspectos metodológicos das pesquisas sobre currículo. Campinas, SP: FE/UNICAMP, GT Currículo da ANPed, p. 16-21, 2007.

LOPES, Alice Ribeiro Casimiro. Teorias pós-críticas, política e currículo. Educação, Sociedade & Culturas, nº 39, 2013.

LYOTARD, Jean-François. A condição pós-moderna. 2ª Ed. Lisboa: Gravida, 1989.

LYOTARD, Jean-François. O pós-modernismo explicado às crianças. 2ª Ed. Lisboa: Publicações Don Quixote, 1993.

MCLAREN, Peter. Pós-Modernismo, Pós-Colonialismo e Pedagogia. In: SILVA, Tomaz Tadeu. (Org.). Teoria educacional crítica em tempos modernos. Porto Alegre: Artes Médicas, p.9-41, 1993.

MCLAREN, Peter. Multiculturalismo Crítico. SP: Cortez, 1997.

MORAES, Maria Célia Marcondes. Os pós-ismos e outras querelas ideológicas. Perspectiva. Florianópolis, UFSC/CED, NUP nº 24, 1996.

MORAES, Maria Célia Marcondes. Recuo da Teoria. In.: MORAES, Maria Célia M. de. (org.). Iluminismo às avessas: Produção do conhecimento e políticas de formação docente. Rio de Janeiro: DP&A, 2003.

MORAES, Maria Célia Marcondes. O Renovado Conservadorismo da Agenda Pós-moderna. Cadernos de Pesquisa, v. 34, nº 122, maio/ago. 2004

MOREIRA, Antônio Flávio Barbosa (Org.). Currículo: questões atuais. 7ed. Campinas, SP: Papirus, 2003.

MOREIRA, Antônio Flávio Barbosa. A configuração atual dos estudos curriculares: a crise das teoria crítica. In: PARAÍSO, Marlucy. (Org.). Antonio Flavio Barbosa Moreira: pesquisador em curriculo. Belo Horizonte: Autentica,. p. 95-115, 2010.

MOREIRA, Antônio Flávio Barbosa. A produção de conhecimento na área de currículo e repercussões na qualidade da escola pública. XVI ENDIPE - Encontro Nacional de Didática e Práticas de Ensino - UNICAMP - Campinas - 2012.

PARAÍSO, Marlucy. Pesquisas pós-críticas em educação no Brasil: esboço de um mapa. Cadernos de Pesquisa, v. 34, n. 122, p. 283-303, 2004.

PARAÍSO, Marlucy Alves. Currículo-mapa: linhas e traçados das pesquisas pós-críticas sobre currículo no Brasil. Educação & Realidade, Porto Alegre, v. 30, n. 1, p. 67-82, jan./jun. 2005.

PETERS, Michael. Pós-estruturalismo e filosofia da diferença: uma introdução. Belo Horizonte: Autêntica, 2000.

ROUANET Sergio. As razões do iluminismo. São Paulo, Companhia das Letras, 1987.

SANTOS, Boaventura de Sousa. Pela mão de Alice, o social e o político na pós-modernidade. 4.ª ed. São Paulo: Cortez, 1997.

SANTOS-FILHO, Jair. O que é pós-moderno. São Paulo: Brasiliense, 1986.

SANTOS-FILHO, Jair (org.). Escola e universidade na pós-modernidade. São Paulo: Mercado das Letras, 2000.

SCOCUGLIA, Afonso Celso. A História das Idéias de Paulo Freire e a atual crise de paradigmas. 2. ed. João Pessoa: Ed. Universitária / UFPB, 1999.

SCOCUGLIA, Afonso Celso. Paulo Freire e a conscientização na transição pós-moderna. Educação, Sociedade & Culturas, nº 23, p.21-42, 2005.

SILVA, Tomaz Tadeu. Monstros, ciborgues e clones:os fantasmas da Pedagogia Crítica. In: SILVA, Tomaz Tadeu. Pedagogia dos monstros: Os prazeres e os perigos da confusão de fronteiras. Belo Horizonte: Autêntica, 2000.

VEIGA-NETO, Alfredo. Crítica pós-estruturalista e educação. Porto Alegre: Sulina, 1995.

VEIGA-NETO, Alfredo. Paradigmas? Cuidado com eles! In: COSTA, Marisa Vorraber (org.). Caminhos investigativos II. Rio de Janeiro: DP&A, p.35- 47, 2002.




DOI: https://doi.org/10.14295/momento.v27i2.7504

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


MOMENTO - Diálogos em Educação, E-ISSN 2316-3100, Rio Grande/RS, Brasil

PROPESQ
PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ