Arte, gênero e cultura visual – um olhar para as artistas mulheres

Fabiana Lopes de Souza, Maristani Polidori Zamperetti

Resumo


Este texto busca entrelaçar os temas de Cultura Visual, Artes Visuais e Gênero, com o objetivo de argumentar a favor de uma educação crítica das imagens, ampliando a compreensão das visualidades cotidianas. A presença feminina na cultura e nas artes visuais não tem merecido destaque, pois em toda história da arte ocidental, as mulheres não têm sido vistas como protagonistas dos fazeres artísticos. Assim, o conhecimento das artistas mulheres, em especial, pode favorecer uma nova apreensão das visualidades contemporâneas, buscando superar as desigualdades de gênero. Portanto, verifica-se a necessidade dos estudos sobre as pedagogias culturais, visando ampliar os entendimentos sobre os espaços e as maneiras como a cultura se torna visível e o visível se torna cultura.

Palavras-chave


cultura visual; ensino de Artes Visuais; gênero

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, Paula Deporte de; COSTA, Marisa Vorraber. Usos e possibilidades do conceito de pedagogias culturais nas pesquisas em estudos culturais em educação. Textura. Canoas, v.17 n.34 p.48-63 mai./ago. 2015, p. 48-63.

BAITELLO, Jr. Norval. A era da iconofagia. Ensaios de comunicação e cultura, São Paulo: Hacker, 2005.

BUTLER, Judith. Problemas de Gênero – feminismo e subversão da identidade. 9 ed, Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2015.

BORTOLON, Flavia Araújo. A nostalgia do corpo: a construção do corpo na obra de Lygia Clark. 2015. 112f. Dissertação (Mestrado em História) – Universidade Federal do Paraná. Disponível em: Acesso em: 13 set. 2017.

ENCYCLOPEDIA BRITANNICA. Jean Auguste Dominique Ingres (Biografia). Disponível em: Acesso em: 13 set. 2017.

ESCOSTEGUY, Ana Carolina. Estudos Culturais: uma introdução. In: SILVA, Tomaz T. (Org.). O que é, afinal, Estudos culturais? 4 ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2010, p. 133-166.

FIDÉLIS, Gaudêncio. Diferença e diversidade: em direção a uma convivência não normativa com a arte. Ação Educativa – Material de Apoio/Caderno do Professor –Queermuseu – Cartografias da diferença na arte brasileira. Porto Alegre: Santander Cultural, 2017, p. 1-16.

GIROUX, Henry; MCLAREN, Peter. Por uma pedagogia crítica da representação. In: SILVA, Tomaz T.; MOREIRA, Antônio F. (Orgs.). Territórios contestados: O currículo e os novos mapas políticos e culturais. Petrópolis: Vozes, 1998, p. 45-67.

GIROUX, Henry (1995). Praticando estudos culturais nas faculdades de educação. In: SILVA, Tomaz T. (Org.). Alienígenas na sala de aula: Uma introdução aos estudos culturais em educação. 3 ed. Petrópolis: Vozes, 1995, p. 131-159.

GOBBI, Nelson. Em nota a clientes, Santander explica encerramento de mostra LGBT em Porto Alegre. Santander Cultural encerrou exposição "Queermuseu" após receber críticas. Disponível em: Acesso em: 11 set. 2017.

GROSENICK, Uta. Mulheres Artistas: século XX e XXI. Taschen, 2003.

GUERRILLA GIRLS. Do Women Have to be Naked to Get into the Met. Museum? (1989). Disponível em: Acesso em: 13 set. 2017.

GUERRILLA GIRLS. Guerrilla Girls em Nova Iorque, 1985. Disponível em: Acesso em: 13 set. 2017.

HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. 10 ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2005.

HERNÁNDEZ, Fernando. Cultura Visual – Mudança Educativa e projeto de trabalho. Porto Alegre: Artmed, 2000.

HERNÁNDEZ, Fernando. Catadores da Cultura Visual – proposta para uma nova narrativa educacional. Porto Alegre: Mediação, 2007.

ITAÚ CULTURAL. Lygia Clark (biografia). Disponível em: http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa1694/lygia-clark> Acesso em: 13 de set. 2017.

KNAUSS, Paulo. O desafio de fazer História com imagens: arte e cultura visual, v. 8, nº 12, Uberlândia. Artcultura – Revista do Instituto de História da UFU, 2006, p. 97-115.

LOURO, Guacira Lopes. Gênero, sexualidade e educação: uma perspectiva pós estruturalista.16ª ed. Petrópolis: Vozes, 2014.

MARTINS, Raimundo. Educação e poder: deslocamentos perceptivos e conceituais da cultura visual. In: OLIVEIRA, M. O; HERNÁNDEZ, F. (Orgs.). A formação do professor e o Ensino das Artes Visuais. Santa Maria: editora UFSM, 2005, p. 133-145.

MEYER. Dagmar. E. (2013), Gênero e educação: teoria e política. In: LOURO, Guacira L.; FELIPE, Jane; GOELLNER, Silvana V. (Orgs). Corpo, gênero e sexualidade. Petrópolis: Vozes, 2013, p. 11-29.

NELSON, Cary; TREICHLER, Paula. A.; GROSSBERG, Lawrence. Estudos Culturais: Uma Introdução. In: SILVA, Tomaz T. (Org.). Alienígenas na Sala De Aula – Uma introdução aos estudos culturais em educação. 6 ed. Petrópolis: Vozes, 2005, p. 7-34.

NOCHLIN, Linda. Por que não houve grandes mulheres artistas? São Paulo: Edições Aurora, 2016.

PAULINO, Rosana. Série Bastidores, 1997. Disponível em: Acesso em: 13 set. 2017.

PAULINO, Rosana. Biografia. Disponível em: Acesso em: 13 de set. 2017.

PIMENTEL, Jonas. Rosana Paulino: a mulher negra na arte. Disponível em: Acesso em: 13 set. 2017.

PERFORMING USER. O eu e o tu (1967). Disponível em: Acesso em: 13 set. 2017.

SANTANDER CULTURAL. Queermuseu – Cartografias da Diferença na Arte Brasileira. Disponível em:

Acesso em: 14 set. 2017.

SCOTT, Joan. Gênero: uma categoria útil de análise histórica. Educação & Realidade. Porto Alegre, vol. 20, nº 2, jul./dez, 1995, p. 71-99.

SILVA, Tomaz T. A produção social da identidade e da diferença. In: SILVA, Tomaz T. (org.). Identidade e diferença: A perspectiva dos estudos culturais. 11 ed. Petrópolis: Vozes, 2012, p. 73-102.

TATE. Guerrilla Girls. Do Women Have to be Naked to Get into the Met. Museum? (1989). Disponível em: Acesso em: 14 set. 2017.

TVARDOVSKAS, Luana S. Rosana Paulino: “é tão fácil ser feliz?”. Revista Gênero. Niterói, v. 10, “n. 2”, 2010, p. 235-25. Disponível em: Acesso em: 14 set. 2017.

UNIVERSIA. A grande Odalisca. Disponível em: Acesso em: 14 de set. 2017.




DOI: https://doi.org/10.14295/momento.v26i2.7291

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


MOMENTO - Diálogos em Educação, E-ISSN 2316-3100, Rio Grande/RS, Brasil

PROPESQ
PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ