BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR E REFORMA DO ENSINO MÉDIO EM TEMPOS DE PANDEMIA

considerações a partir da Pedagogia Histórico-Crítica

Autores

  • Julia Malanchen Unioeste
  • Debora Cristine Trindade Unioeste
  • Rafaela Cristina Johann Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE Campus Foz do Iguaçu

DOI:

https://doi.org/10.14295/momento.v30i01.13095

Resumo

Este estudo tem como fundamentação a perspectiva dialética e materialista da Pedagogia Histórico-Crítica, delineando as concepções de homem, educação e currículo como bases teóricas para as análises desenvolvidas ao longo do texto. Nessa direção, os objetivos dessa proposta são: analisar os fundamentos teóricos da Base Nacional Comum Curricular da Educação Básica – BNCC (BRASIL, 2017 e 2018a) e, concomitantemente, compreender os interesses políticos que direcionam a Reforma do Ensino Médio aprovada em 2018 (BRASIL, 2018b). Na continuidade, este trabalho dedica-se a desvelar a ideologia e os interesses que perpassam a formulação de uma BNCC alicerçada na Pedagogia das Competências, a qual tem como principais patrocinadores diversos grupos do sistema privado. Para compreender essa articulação, foram analisados os documentos oficiais divulgados pelo governo federal, bem como a produção científica referente ao tema da reforma e BNCC apresentada em livros, artigos, dissertações e teses. Essas análises levaram à hipótese de que a formação proferida aos indivíduos a partir da atual reforma e BNCC mostra-se mais como adestramento de habilidades e esvaziamento de conteúdos, distante, portanto, de objetivar a formação integral dos indivíduos. Desse modo, destacamos durante este trabalho alguns elementos que estão sendo encaminhados para as escolas, enquanto políticas de implementação da nova BNCC e da Reforma do Ensino Médio em tempos de pandemia e ensino remoto. Com efeito, discutimos a definição da Pedagogia Histórico-Crítica sobre a formação de indivíduos, refletindo sobre a necessidade de uma organização curricular que caminhe em rumos completamente opostos ao proposto nos documentos oficiais. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Julia Malanchen, Unioeste

Doutora em Educação Escolar pela UNESP/Araraquara (2014). Pós-doutorado em Educação e Currículo no Institute of Education University College London em Londres no Reino Unido (2017-2018). Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná - Unioeste/Cascavel, é mestre em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC na linha de Educação, História e Política. Atualmente é professora Adjunta no Centro de Educação, Letras e Saúde e no Programa de Pós-Graduação em Ensino na UNIOESTE/Campus de Foz do Iguaçu, PR. Membro do grupo de pesquisa ?Estudos Marxistas em Educação? da UNESP/ Araraquara e do Grupo de Estudos e Pesquisas em História, Sociedade e Educação no Brasil GT da Região Oeste do Paraná HISTEDOPR na Unioeste. Tem experiência na área de Educação, como professora e coordenadora pedagógica na Educação Básica. Coordenou o processo de elaboração do currículo para a Rede Pública municipal de Ensino de Cascavel nos anos de 2006 a 2008. Tem desenvolvido projetos de pesquisa, extensão e formação continuada, publicado artigos e livros sobre: Politicas nacionais de formação de professores, políticas curriculares, Currículo escolar, teoria do currículo e teorias pedagógicas e pedagogia histórico-crítica. É autora dos livros: Cultura, conhecimento e currículo: contribuições da pedagogia histórico-crítica (2016) e Políticas nacionais de formação de professores a distância: uma análise crítica (2015). Contribuiu também na organização de outros livros: Pedagogia Histórico-crítica, Educação e Revolução: 100 anos da Revolução Russa (2017) e O trabalho pedagógico nas disciplinas escolares: contribuições a partir dos fundamentos da pedagógica histórico-crítica (2016). A pedagogia Histórico-critica, as politicas educacionais e a Base Nacional Comum Curricular (2020).

Debora Cristine Trindade, Unioeste

Atua como professora pedagoga da Educação Básica na rede estadual de ensino do Paraná. Mestre em ensino (PPGEn) Unioeste/Foz do Iguaçu e doutoranda no Programa de pós-graduação em educação Unioeste/Cascavel. Integrante do grupo de pesquisa HISTEDOPR/Unioeste.

Rafaela Cristina Johann, Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE Campus Foz do Iguaçu

Atua como professora da Educação Infantil da rede pública municipal de ensino de Foz do Iguaçu-PR. Pedagoga, com Pós-Graduação Lato-Sensu em Educação Infantil e Mestranda no Programa de Pós-Graduação em Ensino na Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE) e integrante do HISTEDOPR/Unioeste.

Downloads

Publicado

2021-08-05

Como Citar

Malanchen, J., Trindade, D. C. ., & Johann, R. C. . (2021). BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR E REFORMA DO ENSINO MÉDIO EM TEMPOS DE PANDEMIA: considerações a partir da Pedagogia Histórico-Crítica . Momento - Diálogos Em Educação, 30(01). https://doi.org/10.14295/momento.v30i01.13095