Uma reflexão sobre a educação inclusiva: como professores de matemática encaram esse desafio

Fernando Pereira, Andressa Mota Oliveira

Resumo


Este trabalho teve como objetivo principal refletir sobre a realidade das aulas de matemática em escolas de ensino regular, organizadas em um trabalho nos modelos da educação inclusiva para pessoas com necessidades educacionais especiais enfoque a autistas. A atual legislação assegura a pessoas com necessidades educacionais especiais o direito a educação igualitária. Entretanto apenas o cumprimento da lei não garante total solução para a questão. A organização escolar precisa estar preparada e munida com uma estrutura pedagógica condicente. Assim, buscou analisar se os métodos utilizados em sala de aula estão sendo eficazes ou não perante o objetivo de ensinar as operações fundamentais da matemática no ensino fundamental II. Para tanto, o estudo promove uma discussão sobre o “fazer inclusão” focando na importância da relação afetiva entre professor e aluno para se obter sucesso no processo de ensino aprendizagem. Contudo, propiciando aos educadores um material que aponte soluções, embasadas em diversos profissionais envolvidos no contexto escolar, direcionando a práticas mais assertivas visando sempre o crescimento pessoal do aluno e seu bem estar em relação às diferenças. Para isto, conscientizar esses educadores sobre importância da constante busca do conhecimento para que possam melhor atender a essa demanda e assim realizar a verdadeira inclusão, sendo o ponto crucial em debate.

Palavras-chave


Matemática. Inclusão. Necessidades educacionais especiais. Autistas

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


REDSIS-Revista Didática Sistêmica, ISSN 1809-3108, Rio Grande-RS, Brasil. revdidaticasistemica@furg.br

PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ