EXPERIMENTAÇÃO NO ENSINO DE CIÊNCIAS E A FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORE

Minelly Azevedo da Silva, Elizabeth Antonia Leonel de Moraes Martines, Willian Kennedy do Amaral

Resumo


Este artigo apresenta um recorte inicial de uma investigação associada com a formação de professores de ciências desenvolvida em colaboração com bolsistas do curso de Licenciatura em Ciências Biológicas do Programa Institucional de Bolsas de Incentivo a Docência – PIBID e uma professora do Instituto Federal de Rondônia – IFRO, Campus Colorado do Oeste/RO, tendo como problema a formação de professores para desenvolvimento de atividades práticas no ensino de Ciências com características investigativas, contribuindo com sua formação, melhoria de suas ações pedagógicas e aperfeiçoamento profissional durante sua formação inicial. O objetivo foi compreender como a experimentação contribui com o processo formativo de futuros professores e com a promoção de aprendizagem significativa. Para isso foi realizada uma pesquisa-ação colaborativa com um primeiro momento de observação dos bolsistas atuando na escola de ensino fundamental em aulas práticas de Ciências. Constatou-se que as aulas práticas dadas pelos bolsistas no período de observação eram, na sua grande maioria, reprodutivistas, descontextualizadas, valorizando aprendizados conceituais e verificações de teorias, e passaram gradativamente para práticas que se limitaram à mera reprodução de experimentos, as práticas não incluíam questionamentos, observações e envolvimento dos alunos em todo o processo de construção do seu conhecimento.

Palavras-chave


Experimentação. Ensino de Ciências. Formação de professores

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


REDSIS -Revista Didática Sistêmica,ISSN 1809-3108, Rio Grande/RS, Brasil. revdidaticasistemica@furg.br