PANDEMIA, FESTIVAIS VIRTUAIS E GINÁSTICA PARA TODOS

OLHARES PARA ASPECTOS COREOGRÁFICOS

Autores

  • Thais Aguiar Rufino Secretaria Municipal de Educação de Aparecida de Goiânia
  • Michelle Ferreira de Oliveira Instituto de Ciências Biológicas e Saúde da Universidade Estadual de Goiás
  • Franciny dos Santos Dias Associação Pestalozzi de Jaguaré
  • Eliana de Toledo Faculdade de Ciências Aplicadas/Faculdade de Educação Física/UNICAMP

DOI:

https://doi.org/10.14295/rds.v24i1.13914

Resumo

A pandemia gerou mudanças nos modos de viver e fazer, inclusive no campo esportivo e gímnico. O objetivo da pesquisa foi analisar aspectos coreográficos de Ginástica para Todos em festivais virtuais. Trata-se de uma pesquisa quali-quanti, cujo método foi documental (vídeos e programas), com uma amostra de quatro festivais e 100 coreografias. Identificou-se que os elementos básicos da ginástica estavam presentes em 93,8% das CCs, nos preocupando aquelas que não utilizaram; que a maioria das CCs utilizou materiais, com grande diversidade mesmo num cenário “aparentemente” mais restrito; e a presença de práticas corporais, como esportes, lutas, jogos, yoga, capoeira, manifestações circenses, dentre outras, havendo ênfase na Dança. Foram poucas as mudanças das CCs virtuais para as presenciais, destacando-se o uso de materiais domésticos, de recursos de edição e o pouco uso de elementos mais complexos e/ou de risco, fortalecendo-se o aspecto dinâmico e criativo da GPT.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-08-31

Como Citar

Aguiar Rufino, T., Ferreira de Oliveira , M. ., dos Santos Dias , F. ., & de Toledo , E. . (2022). PANDEMIA, FESTIVAIS VIRTUAIS E GINÁSTICA PARA TODOS: OLHARES PARA ASPECTOS COREOGRÁFICOS. Revista Didática Sistêmica, 24(1), 32–47. https://doi.org/10.14295/rds.v24i1.13914

Edição

Seção

Dossiê